Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/10054
Title: Influência do óleo de cártamo sobre parâmetros físicos e bioquímicos de ratas tratadas durante a gestação e lactação e seus efeitos no desenvolvimento reflexo e somático da prole.
Other Titles: Influence of safflower oil on physical and biochemical parameters of treated rats during pregnancy and lactation and their effects on offspring reflex and somatic development.
???metadata.dc.creator???: GOMES, Manuela Simony da Cunha.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SOARES, Juliana Kessia Barbosa.
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: MELO, Marília Ferreira Frazão Tavares de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: GONDIM, Carolina de Miranda.
Keywords: Óleo de cártamo;Gestantes;Desenvolvimento cerebral;Safflower oil;Pregnant;Brain development
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: GOMES,Manuela Simony da Cunha. Influência do óleo de cártamo sobre parâmetros físicos e bioquímicos de ratas tratadas durante a gestação e lactação e seus efeitos no desenvolvimento reflexo e somático da prole. 2014. 57 fl. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Bacharelado em Nutrição, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – Paraíba – Brasil, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: A ingestão de diferentes tipos de lipídios pode interferir em parâmetros físicos maternos, bem como influenciar no desenvolvimento do sistema nervoso da prole. Uma fonte de ácidos graxos essenciais é o óleo de cártamo. Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a influência do óleo de cártamo, sobre parâmetros físicos e bioquímicos de gestantes e lactantes e seus efeitos no desenvolvimento cerebral e físico da prole. Utilizou-se 8 ratas primíparas da linhagem Wistar para a obtenção dos neonatos. Após o diagnóstico de prenhez estas receberam, a partir do 14° dia de gestação e durante toda a lactação, dietas com teor de 7% de lipídios de origens distintas. Foram formados dois grupos, o controle (GC) e o óleo de cártamo (GCT). O acompanhamento da evolução ponderal materna foi feito semanalmente até o dia do desmame (21º dia pós-natal). Posteriormente, foram aferidos os seguintes parâmetros físicos: circunferência toráxica, circunferência abdominal, comprimento vértice-cóccix, gordura abdominal e o cálculo do índice de massa corporal; bioquímicos: colesterol total, glicemia, lipoproteína de alta densidade e triglicerídeos. Para a avaliação do desenvolvimento dos neonatos avaliou-se os seguintes reflexos: desaparecimento da preensão palmar e aparecimentos das seguintes respostas- retificação postural, aversão ao precipício pelas vibrissas, aversão ao precipício, geotaxia negativa, retificação postural em queda livre e resposta ao susto. O tempo máximo de observação foi de 10 segundos. Os parâmetros somáticos mensurados foram: Abertura do Pavilhão Auricular, Abertura do Conduto Auditivo, Erupção dos Dentes Incisivos Superiores e Inferiores, Abertura dos Olhos, Aparecimento dos Pelos Epidérmicos e Comprimento da Cauda. As ratas tratadas com óleo de cártamo apresentaram uma redução significativa da gordura abdominal, glicemia de jejum e triglicerídeos quando comparados ao grupo controle. Não houve diferença nos parâmetros físicos maternos analisados entre os grupos. Quanto aos filhotes, o grupo experimental apresentou retardo na aversão ao precipício pelas vibrissas, antecipação na erupção dos dentes incisivos superiores e inferiores, menor ganho de peso no 14º e 21º dias, assim como menor comprimento da cauda no 21º dia comparado com o grupo controle (P<0,05). A partir destes resultados, podemos constatar que o óleo de cártamo foi capaz de reduzir a gordura abdominal, sem alterar o peso corporal e consumo alimentar, bem como, mostrou-se eficaz sobre o controle glicêmico e níveis de triglicerídeos materno, além de interferir no desenvolvimento neonatal, acelerando a maturação somática e retardando a ontogenia reflexa e o peso corporal dos neonatos.
Abstract: The intake of differents lipids can interfere in maternal physical parameters and interfer in the development of the nervous system of the offspring. A source of essential fatty acids is the safflower oil. However, there is still little information about the impact of this fatty acid consumption over a developing organism. The objective of this research was to evaluate the influence of safflower oil on physical and biochemical parameters of pregnant and lactating women and its effects on the brain and physical development of offspring. We used eight primiparous female Wistar rats to obtain the neonates. Apos pregnancy diagnosis they received diets with 7% of lipids from the 14th day of gestation and throughout lactation. Two groups were formed, control (GC) and safflower oil (GCT). Monitoring of maternal weight gain was done weekly until weaning (postnatal day 21). Subsequently, the following physical parameters were measured: toracic circumference, abdominal circumference, length vértice-cóccix, abdominal fat and the body mass index; biochemistry parameters: total cholesterol, glucose, high-density lipoprotein and triglycerides. For the evaluation of the development of neonates was measured the following reflexes: disappearance of palm grasp, and appearances of the following responses: righting reflex, cliff avoidance, vibrissae placing, negative geotaxis, auditory startle, and free-fall righting. The maximum observation time was 10 seconds. The somatic parameters were measured: ear unfolding, auditory conduit opening, eye opening, eruption of superior incisors, eruption of inferior incisors, fur appearance and tail length. The mothers rats treated with safflower oil showed a significant reduction in abdominal fat, glucose and triglycerides when compared to the control group. There was no difference in the maternal physical parameters analyzed between the groups. Experimental group showed delayed in the vibrissae placing, anticipating the eruption of superior and inferior incisors, lower weight gain at 14 and 21 days, as well as decreased tail length on day 21 compared with the control group (P <0.05). From these results, we note that safflower oil was able to reduce abdominal fat without changing body weight and food intake as well, was effective on glycemic control and maternal levels of triglycerides, in addition to interfering neonatal development, speeding up and slowing maturation somatic reflex ontogeny and body weight of neonates.
Keywords: Óleo de cártamo
Gestantes
Desenvolvimento cerebral
Safflower oil
Pregnant
Brain development
???metadata.dc.subject.cnpq???: Nutrição
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/10054
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MANUELA SIMONY DA CUNHA GOMES - TCC NUTRIÇÃO 2014.pdfMANUELA SIMONY DA CUNHA GOMES - TCC NUTRIÇÃO 20141.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.