Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11004
Title: A ciência do surpreendentemente pequeno: uma sequência didática para a nanociência e nanotecnologia no ensino médio.
Other Titles: The science of the surprisingly small: a didactic sequence for nanoscience and nanotechnology in high school.
???metadata.dc.creator???: BERNARDO, Guilherme Angelo Moreira.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: LOPES, Mirleide Dantas.
???metadata.dc.contributor.referee1???: AZEVEDO, Sérgio André Fontes.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ROCHA, Diego Marceli.
Keywords: Alfabetização científica;Nanociência;Nanotecnologia;Ciências - ensino;Física;Scientific Literacy;Nanoscience;Nanotechnology;Sciences - Teaching;Physics
Issue Date: 13-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BERNARDO, Guilherme Angelo Moreira. A ciência do surpreendentemente pequeno: uma sequência didática para a nanociência e nanotecnologia no ensino médio. 2019. 111f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Física) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: O desenvolvimento científico e tecnológico que experimentamos atualmente é fruto de um longo processo de construção do conhecimento, um caminho repleto de rupturas. Estas descontinuidades favorecem o diálogo na busca por novas interpretações dos fenômenos naturais. Em meio a tais inovações, destacamos os estudos em Nanociência e Nanotecnologia, que, assim como a máquina a vapor e a eletricidade, anunciam uma nova revolução nos meios de produção tecnológica que conhecemos. Esta área dedica-se à investigação e compreensão dos fenômenos que acontecem na dimensão de arranjos atômicos e moleculares, principalmente, com foco em aplicações tecnológicas. Questões relacionadas ao progresso científico contemporâneo devem permear a elaboração dos currículos em Física para a Educação Básica, no entanto, assuntos pautados em, por exemplo, Nanociência e Nanotecnologia, ainda estão à margem da maioria das propostas de ensino, este episódio incide diretamente na formação crítica dos discentes sobre a cultura científica atual. Com intuito de superarmos as dificuldades apresentadas, nesta pesquisa, desenvolvemos e aplicamos uma sequência didática de caráter introdutório, visando abordar a Nanociência e a Nanotecnologia em uma turma do 3º ano do Ensino Médio, de uma escola da rede estadual de ensino, do município de Cajazeiras – PB. Antes e depois do trabalho com a sequência didática em sala de aula, aplicamos um questionário com sete interrogativas sobre dados pessoais dos estudantes e cinco perguntas abertas sobre o universo da Nanociência e Nanotecnologia, assim teríamos dados suficientes para fazermos uma análise comparativa das concepções dos discentes nestes dois momentos. Para a apreciação das respostas, utilizamos a análise de conteúdo, a partir da qual configuramos categorias de análise para cada pergunta e relacionamos cada uma das respostas a suas respectivas frequências amostral e relativa. Durante o desenvolvimento e posteriormente a aplicação da sequência didática, atentamo-nos à seleção de atividades que fossem relevantes para a discussão, do mesmo modo, preocupamo-nos em escolher propostas que não depreendessem demasiado custo e tempo. Durante a aplicação da sequência não encontramos muitas dificuldades, assim como, percebemos que os discentes mostravam-se motivados e envolviam-se na realização de cada atividade. A partir da reflexão sobre os resultados, observamos uma mudança nas concepções dos discentes quando comparamos a primeira e a segunda aplicação do questionário, todavia, depois da sequência, ainda foi possível encontrarmos concepções que não condiziam com os enunciados dos questionamentos. Para tanto, consideramos que a metodologia apresentada foi suficiente para trabalharmos conceitos introdutórios relacionados à Nanociência e Nanotecnologia no ensino médio. Além disso, apetecemos que esta proposta sirva de base para novas ações em nanoeducação, vislumbrando sua ampliação para outras séries da Educação Básica, desde o trabalho com as unidades de medidas no ensino fundamental ao estudo da Física Moderna e Contemporânea no ensino médio. Assim, estaremos proporcionando diálogos importantes para promovermos a Alfabetização Científica.
Abstract: The scientific and technological development we are currently experiencing is the result of a long process of knowledge construction, a path full of ruptures. These discontinuities favor dialogue in the search for new interpretations of natural phenomena. In the midst of these innovations, we highlight the studies in Nanoscience and Nanotechnology which like the steam machine and electricity announce a new revolution in the means of technological production we know. This area, is dedicated to the investigation and understanding of the phenomena that occur in the dimension of atomic and molecular arrangements, mainly focusing on technological applications. Issues related to contemporary scientific progress should permeate the elaboration of curricula in Physics for Basic Education, however subjects based on, for example, Nanoscience and Nanotechnology, are still on the margins of most teaching proposals, this episode focuses directly on the critical formation of students about the current scientific culture. In order to overcome the difficulties presented in this research, we developed and applied an introductory didactic sequence, aiming to address the Nanoscience and Nanotechnology in a class 3rd year high school, of a state school, in the city of Cajazeiras - PB. Before and after working with the classroom didactic sequence, we applied a questionnaire with seven questions about students personal data and five open questions about the universe of Nanoscience and Nanotechnology, so we would have enough data to make a comparative analysis of students conceptions in these two moments. For the analysis of the answers, we use content analysis, from which we configure analysis categories for each question and relate each of the answers to their respective sample and relative frequencies. During the development and subsequent application of the didactic sequence, we pay attention to the selection of activities that are relevant to the discussion and we are concerned with choosing proposals that do not involve too much cost and time. During the application of the sequence we did not encounter many difficulties, as well as we realized that the students were motivated and involved in performing each activity. From the reflection on the results, we observed a change in the students conceptions when comparing the first and the second application of the questionnaire, however after the sequence, it was still possible to find conceptions that did not match the statements of the questions. Therefore, we consider that the methodology presented was sufficient to work introductory concepts related to Nanoscience and Nanotechnology in high school. In addition, we hope that this proposal will serve as a basis for new actions in nanoeducation, envisaging its expansion to other series of Basic Education, from working with units of measurement in elementary school to the study of Modern and Contemporary Physics in high school. Thus, we will be providing important dialogues to promote Scientific Literacy.
Keywords: Alfabetização científica
Nanociência
Nanotecnologia
Ciências - ensino
Física
Scientific Literacy
Nanoscience
Nanotechnology
Sciences - Teaching
Physics
???metadata.dc.subject.cnpq???: Física.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11004
Appears in Collections:Curso de Licenciatura em Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GUILHERME ÂNGELO MOREIRA BERNARDO. TCC. LICENCIATURA EM FÍSICA.2019.pdfGuilherme Ângelo Moreira Bernardo. TCC. Licenciatura em Física.2019.4.51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.