Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11218
Title: Germinação, crescimento e produção de cultivares de pimentão sob estresse salino.
Other Titles: Germination, growth and production of pepper cultivars under salt stress.
???metadata.dc.creator???: OLIVEIRA, Rosângela Meirelles Barbosa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: FERNANDES, Pedro Dantas.
GHEYI, Hans Raj.
???metadata.dc.contributor.referee1???: DANTAS NETO, José.
???metadata.dc.contributor.referee2???: OLIVEIRA, Fábio Henrique T. de.
Keywords: Pimentão;Salinidade;Irrigação.;Cultura do Pimentão;Germinação;Sementes;Capsilum annuum L;Salinity;Irrigation;Pepper Culture;Germination;Seeds;Bell Pepper
Issue Date: Jul-2005
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: OLIVEIRA, Rosângela Meirelles Barbosa. Germinação, crescimento e produção de cultivares de pimentão sob estresse salino. 2005. 75f. (Dissertação de Mestrado em Engenharia Agrícola), Programa de Pós-graduação em Engenharia Agrícola, Centro de Tecnologias e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande – Paraíba – Brasil, 2005.
???metadata.dc.description.resumo???: Sendo comuns no Nordeste águas com concentrações variadas de sais, e importante se identificar genótipos tolerantes ao estresse salino, permitindo novas opções de cultivo para os agricultores da região. Com este objetivo foi realizado este trabalho visando avaliar os efeitos de diferentes níveis de salinidade da água de irrigação na germinação, crescimento e produção de três cultivares de pimentão. O experimento foi conduzido na casa de vegetação pertencente ao Departamento de Engenharia Agrícola do Centra de Ciências e Tecnologia da UFCG. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com 18 tratamentos, caracterizando um esquema fatorial de 6 x 3, com três repetições, sendo seis níveis de salinidade da água de irrigação (Ni = 0,7; N 2 = 1,4; N 3 = 2,1; N 4 = 2,8; N 5 = 3,5 e N 6 = 4,2 dS m ' ) e três cultivares de pimentão (Casca Dura, Yolo Wonder e All Big). As águas de irrigação foram preparadas mediante adição de NaCl, de forma a se obter a condutividade elétrica (CEa) desejada. Pelos resultados obtidos concluiu-se que, a salinidade afetou mais o índice de velocidade de emergência e o numero de dias para germinar do que o percentual de sementes germinadas. Não foram encontradas diferenças de tolerância a salinidade entre as cultivares. A altura das plantas, numero de folhas, diâmetro do caule, fitomassa seca das folhas, do caule, da raiz e total, relação raiz/parte aérea e eficiência quântica do Fotossistema II, tiveram um decréscimo linear com o aumento da condutividade elétrica da água de irrigação. A área foliar reduziu-se com aumento da CEa. Em relação a produção, o incremento da salinidade influenciou negativamente o numero e o comprimento de frutos, com decréscimos respectivamente de 17,1 e 7,81%, por aumento unitário da CEa e redução no diâmetro de frutos. A fitomassa verde e seca de frutos médio e total diminuíram linearmente com o incremento da salinidade da água de irrigação. O conteúdo médio e total de água dos frutos diminuiu 18,82 e 25,73%, respectivamente, com o aumento unitário da CEa. O consumo de água pela planta diminuiu com o incremento da CEa.
Abstract: Being common in the Northeast, water with varied concentrations of salts, it is important to identify tolerant genotypes to saline stress, allowing new options of cultivation for the farmers of the region. With this objective, this work was carried out aiming to evaluate the effects of different levels of the irrigation water salinity on germination, growth and production of three pepper cultivars. The experiment was conducted in the greenhouse belonging to the Department of Agricultural Engineering at the Center of Sciences and Technology of is UFCG. The experimental design was completely randomized with 18 treatments, characterizing a 6 x 3 factorial outline with three replications, with six levels of salinity in the irrigation water (Nl = 0.7; N2 - 1.4; N3 = 2.1; N4 = 2.8; N5 = 3.5 e N6 4.2 dS m"1) and three cultivars or pepper (Hard Pell, Yolo Wonder e All Big). The irrigation waters were prepared by addition of NaCl, to obtain the desired electrical conductivity (ECW). From the results obtained, it is concluded that the salinity affected more the index of emergency speed and the number of days to germinate than the percentage of germinated seeds. Tolerance differences were not found among the cultivars. The height of the plants, number of leaves, diameter of stem, dry phytomass of the leaves, of the stem, of the root and total, relation root/shoot and quantum efficiency photosystem II, had a linear decrease with the increase of the electrical conductivity of the irrigation water. The leaf area reduced in quadratic way with increase of ECW. In relation to production, the increment of the salinity affected negatively the number and length of fruits with decreases respectively of 17,18 and 7,81% for unitary increase of ECW, and reduction in the diameter of fruits. The mean and total green and dry phytomass of fruits decreased linearly with the increment of the salinity of the irrigation water. The mean and total content of water of fruits decreased 18,82 and 25,73% respectively with the unitary increase of ECW. The consumption of water for the plant decreased with the increment of the ECW.
Keywords: Pimentão
Salinidade
Irrigação.
Cultura do Pimentão
Germinação
Sementes
Capsilum annuum L
Salinity
Irrigation
Pepper Culture
Germination
Seeds
Bell Pepper
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11218
Appears in Collections:Mestrado em Engenharia Agrícola.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSÂNGELA MEIRELLES BARBOSA OLIVEIRA - DISSERTAÇÃO PPGEA 2005.pdf Rosângela Meirelles Barbosa Oliveira - Dissertação PPGEA 2005. 3.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.