Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11270
Title: Morbidade hospitalar em mulheres no Brasil por infarto.
Other Titles: Hospital morbidity in women in Brazil due to infarction.
???metadata.dc.creator???: LACERDA, Iane Karina Quirino.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: FLÁVIO, Fernanda Formiga.
???metadata.dc.contributor.referee1???: CASTRO, Anubes Pereira de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MEDEIROS, Nivea Mabel de.
Keywords: Infarto agudo do miocárdio em mulheres;Saúde da mulher;Brasil;Acute Myocardial Infarction in Women;Women's Health;Brazil
Issue Date: 27-Apr-2017
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: LACERDA, Iane Karina Quirino. Morbidade hospitalar em mulheres no Brasil por infarto. 2017. 38f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: Esta pesquisa teve por finalidade verificar a prevalência de morbimortalidade de Infarto agudo do miocárdio em mulheres no Brasil entre 2007-2016. Trata-se de um estudo exploratório de cunho epidemiológico, de abordagem quantitativa, com análise descritiva, dados coletados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde/Sistema de Internação Hospitalar, utilizando os links internação e óbito por IAM e as variáveis: sexo e faixa etária de 20 a 59 anos entre os anos de 2007 até 2016. Os dados demonstram que houve uma elevação no número total de internações e óbitos por infarto agudo do miocárdio em mulheres ao longo dos dez anos analisados. Pode-se observar uma média aritmética de 106.914 casos para internações e 8.672 para óbitos, com aumento percentual médio de 47,9% nas internações e 24,6% nos óbitos no período de análise. No tocante a faixa etária de 20-29 anos se manteve em oscilação em ambas as situações investigadas. Pode-se observar na faixa etária de 30-49 que se mantiveram em aumento na maioria dos anos. A faixa etária de 50-59 anos em mulheres foi a mais expressiva correspondendo um total de 66.892 casos de internação e 5.837 casos de óbitos. Logo conclui-se que o infarto agudo do miocárdio possui elevadas taxas de morbimortalidade no gênero em estudo, na medida que os anos passam a prevalência tende a aumentar de acordo com a faixa etária. Diante disso há necessidade de uma assistência preventiva nas faixas etárias jovens, tendo em vista que os fatores de risco se agregam e se agravam com o transcorrer dos anos, sendo imprescindível a necessidade de mudança desses indicadores no quadro nacional através da melhoria na aplicação dos recursos em saúde para a população e da qualidade e eficácia da assistência prestada.
Abstract: This study aimed to verify an incidence of acute myocardial infarction morbidity and mortality in women in Brazil between 2007-2016. This is an exploratory, epidemiological, quantitative-based study, with descriptive analysis, data collected from the Department of Informatics of the Unified Health System / Hospitalization System, using hospitalization and death links for AMI and as variables: gender and Age range of 20 to 59 years between the years 2007 to 2016. The data demonstrate that there was an increase without total number of hospitalizations and deaths due to acute myocardial infarction in women over the ten years analyzed. An arithmetic mean of 106,914 cases for hospitalizations and 8,672 for deaths, with an average percentage increase of 47.9% in hospitalizations and 24.6% in deaths with no analysis period. Regarding the age group of 20-29 years, it remained oscillating in both situations investigated. It can be observed in the age group of 30-49 that have kept increasing in most of the years. The age group of 50-59 years in women was more expressive corresponding a total of 66,892 cases of hospitalization and 5,837 cases of deaths. It is soon concluded that acute myocardial infarction has high rates of non-gender morbidity and mortality in the study, as the years pass the incidence tend to increase according to an age group. In view of this, there is a need for preventive assistance in the young age groups, since risk risks are aggregated and worsen with the passing of the years, and a need is necessary to change indicator indicators in the national framework to improve the application of Resources in health for the population and the quality and assistance provided.
Keywords: Infarto agudo do miocárdio em mulheres
Saúde da mulher
Brasil
Acute Myocardial Infarction in Women
Women's Health
Brazil
???metadata.dc.subject.cnpq???: Enfermagem.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11270
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IANE KARINA QUIRINO LACERDA. TCC. BACHARELADO EM ENFERMAGEM. 2017.pdfIane Karina Quirino Lacerda. TCC. Bacharelado em Enfermagem. 2017.788.62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.