Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1131
Title: Estudo da viabilidade da incorporação de resíduo de quartzito na massa de cerâmica vermelha.
???metadata.dc.creator???: CARREIRO, Marcos Emmanuel Araujo.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SANTANA, Lisiane Navarro de Lima.
???metadata.dc.contributor.advisor2???: NEVES, Gelmires de Araújo.
???metadata.dc.contributor.referee1???: MACEDO, Reginaldo Severo de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ALMEIDA, Ester Pires de.
Keywords: Quartzito;Resíduos Sólidos;Cerâmica Vermelha;Quartzite;Solid Waste;Red Ceramic
Issue Date: 17-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: CARREIRO, M. E. A. Estudo da viabilidade da incorporação de resíduo de quartzito na massa de cerâmica vermelha. 2016. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e engenharia de Materiais) – Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: Nos últimos anos vem aumentando a preocupação com os impactos ambientais gerados pelos resíduos, principalmente os provenientes do beneficiamento de rochas ornamentais. Estes resíduos podem apresentar conteúdos apreciáveis de óxido de silício (SiO2), óxido de alumínio (Al2O3), óxido de cálcio (CaO) e óxidos alcalinos (K2O e Na2O). Além disso, podem conter quantidades significativas de óxido de ferro (Fe2O3). Do ponto de vista mineralógico, dependendo do tipo de rocha ornamental, podem ser constituídos de quartzo, feldspato, mica e calcita. Tais características tornam os resíduos de rochas ornamentais atrativos como uma matéria-prima alternativa para fabricação de materiais da cerâmica tradicional, enfatizando também os aspectos relacionados à questão ambiental, preservação de recursos minerais não renováveis e do meio ambiente. Dentro deste contexto, este trabalho teve como objetivo estudar a viabilidade da incorporação do resíduo de quartzito em uma massa empregada na fabricação de produtos da cerâmica vermelha. As matérias-primas foram submetidas às análises química, granulométrica, térmica, mineralógica e determinação da plasticidade. Foi feito também a classificação do resíduo. Foram formuladas massas com 5, 10, 15 e 20% em peso de resíduo de quartzito, posteriormente conformadas, por meio do processo de prensagem, e queimadas a 800, 900 e 1000ºC. Após queima dos corpos de prova, foram determinadas as propriedades físico-mecânicas: absorção de água, retração linear, porosidade aparente, massa específica aparente e resistência à flexão. Foi avaliada também a cor e fases mineralógicas formadas, além de análise da superfície de fratura por meio de microscopia eletrônica de varredura. O resíduo e as massas foram analisados quanto às características de toxidade. Os resultados evidenciaram que, para a massa estudada, pode ser adicionado até 20% do resíduo de quartzito.
Abstract: In recent years has been increasing concern about the environmental impacts caused by waste, mainly from the ornamental stone processing. These residues may have appreciable content of silicon oxide (SiO2), aluminum oxide (Al2O3), calcium oxide (CaO), and alkali oxides (Na2O and K2O). Furthermore, it may contain significant amounts of iron oxide (Fe2O3). From the mineralogical standpoint, depending on the type of ornamental rock, may be constituted of quartz, feldspar, mica and calcite. These characteristics make the waste attractive natural stone as an alternative raw material for the production of traditional ceramic materials, also emphasizing the aspects related to environmental issues, preservation of nonrenewable mineral resources and the environment. Within this context, this work aimed to study the feasibility of incorporating quartzite residue in a mass employed in the manufacture of red ceramic products. The raw materials were subjected to chemical analysis, particle size, thermal, mineralogical and determination of plasticity. It was also made the classification of waste. Masses were formulated with 5, 10, 15 and 20% by weight of quartzite residue subsequently shaped by means of pressing process, and fired at 800, 900 and 1000 ° C. After burning of the specimens were determined the physical and mechanical properties: water absorption, linear shrinkage, apparent porosity, bulk density and bending strength. Also it evaluated the color and formed mineralogical phases, and fracture surface analysis using scanning electron microscopy. The residue and the masses were analyzed for toxicity characteristics. The results showed that, for the studied mass, can be added up to 20% of quartzite residue.
Keywords: Quartzito
Resíduos Sólidos
Cerâmica Vermelha
Quartzite
Solid Waste
Red Ceramic
???metadata.dc.subject.cnpq???: Engenharia de Materiais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1131
Appears in Collections:Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCOS EMMANUEL ARAÚJO CARREIRO - DISSERTAÇÃO (PPGCEMat) 2016.pdf2.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.