Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11330
Title: Estudo comparativo das propriedades de ionômeros de vidro comerciais - uma contribuição científica.
Other Titles: Comparative study of the properties of commercial glass ionomers - a scientific contribution.
???metadata.dc.creator???: BARBOSA, Waldênia Pereira Freire.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: FOOK, Marcus Vinicius Lia.
???metadata.dc.contributor.referee1???: RIGO, Eliana Cristina da Silva.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ARAÚJO, Edcleide Maria.
Keywords: Cimentos de Ionômeros de Vidro;Composição Química;Estrutura Cristalina;Morfologia;Elemento Dental;Polpa Dental;Glass Ionomer Cements;Chemical Composition;Crystalline Structure;Morphology;Dental Element;Dental Pulp
Issue Date: Dec-2008
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BARBOSA, Waldênia Pereira Freire. Estudo comparativo das propriedades de ionômeros de vidro comerciais - uma contribuição científica. 2008. 108f. (Dissertação de Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais), Programa de Pós-graduação em Ciência e Engenharia de Materiais, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: O Cimento de lonômero de Vidro (CIV) e constituído por uma mistura de óxidos de silício, alumínio e fluoretos, alem de uma solução aquosa de ácidos polialcenóicos. A partir de uma reação de presa (acido-base) forma-se um sal de hidrogel que atua como matriz de ligação para maturação do cimento. São amplamente utilizados na Odontologia e também dentro da Medicina, contudo, ha uma carência de pesquisas sobre as composições destes materiais para um melhor desempenho clinico dos mesmos, assim os objetivos deste trabalho foram a caracterização de cimentos de ionômeros de vidro comerciais: CIV OG e CIV VM, com o objetivo de observar a morfologia, a composição química, a estrutura cristalina e o grau de hidrofilicidade destes materiais. Com o objetivo de comparação dos dados obtidos, foram desenvolvidas quatro composições de CIVs experimentais: CIVs A, B, C e D e todos os cimentos foram caracterizados pelas técnicas de Espectroscopia no Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR), Difratometria de raios X (DRX), analise da Tensão Superficial (TS), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Espectrometria por Energia Dispersiva de raios X (DRX). De acordo com a Difratometria de raios X (DRX) os CIVs comerciais nao exibiram picos referentes a qualquer fase cristalina, entretanto, para os CIVs experimentais foi verificada a presença de fases cristalinas. Nos espectros de infravermelho (FTIR) os cimentos analisados apresentaram bandas caracteristicas destes materiais. Os fluoretos apareceram nos CIVs experimentais entre 460 e 400 cm"1 e nos comerciais em torno de 900 cm-1. As insaturações do carbono, ligações C=0 e Si-0 apareceram mais intensas em todos os CIVs experimentais, porem nos CIVs comerciais estas bandas estão mais tênues. Bandas atribuídas a presença de água foram encontradas na faixa de 3.400 a 3.600 cm"1 e 640 cm'1 para os CIVs experimentais, entretanto para os CIVs comerciais as bandas nesta faixa de 3.400 a 3.600 cm- 1 referem-se a presença de hidroxilas. Nos ensaios de tensão superficial (TS), ambos os cimentos apresentaram-se hidrofílicos, com ângulos próximos a 60°, porem dentre os CIVs comerciais o CIV VM apresentou menor caráter hidrofílico. Para os CIVs experimentais foram obtidos valores estatisticamente iguais, entretanto, o CIV B apresentou menor caráter hidrofílico. As analises por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e Espectrometria por Energia Dispersiva de raios X (DRX) revelaram que dentre os CIVs comerciais, o CIV VM apresentou uma maior interação entre a fase solida e liquida e nos CIVs experimentais ocorreu apenas uma tênue interação liquido-solido indicando uma significativa diferença de energia superficial entre estas fases.
Abstract: Glass-ionomer cements (GIC) are composed of a mixture of silicon and aluminum oxides together with fluoride in an aqueous solution of a polyalkenoic acid. Through a set of acid-base reactions, a salt forms in a hydrogel matrix that acts as a stabilizer of the cement. They are widely used in dentistry and also in medicine, however, there is necessity of research on the compositions of these materials in order to obtain a better clinical performance. So the purpose of this study was the characterization of commercial GICs: OG GIC and VM GIC, in order to observe the morphology, chemical composition, crystal structure and the degree of hydrophilicity of these materials. To compare the experimental data, four experimental compositions of GICs were developed: GICs A, B, C and D. All cements were characterized by techniques of Fourier-transform infrared Spectroscopy (FTIR), x-ray diffraction (XRD), analysis of surface tension (TS), scanning electron microscopy (SEM) and energy dispersive spectrometry by x-ray (XRD). Through x-ray diffraction the commercial GICs did not exhibit any peaks of the crystalline phase; however, for experimental GICs the presence of crystalline phases was confirmed. In infrared spectroscopy showed the typical bands of these materials. The fluoride appeared in experimental GICs between 460 and 400 cm- 1 and commercial GICs around 900 cm"1. The C=C, C=0 and Si-0 bonds appeared more intense in all experimental GICs, but in the commercial GICs these bands are more tenuous. Bands attributed to the presence of water were found in the range of 3400 to 3600 cm"1 and 640 cm"1 for experimental GICs, however for commercial GICs these bands were situated from 3400 to 3600 cm"1, related to the presence of carboxylic groups. In the tests of surface tension (TS), both cements were hydrophilic with angles near 60°, but among commercial GICs, VM GIC showed lower hydrophilic character. For the experimental GICs, the values were statistically equal; however, GIC B showed less hydrophilic character. The analysis by scanning electron microscopy and energy dispersive spectrometry by x-ray revealed that among the commercial GICs, VM GIC showed greater interaction between solid and liquid and experimental GICs presented only a subtle liquid-solid interaction showing a significant difference in energy between the surface phases.
Keywords: Cimentos de Ionômeros de Vidro
Composição Química
Estrutura Cristalina
Morfologia
Elemento Dental
Polpa Dental
Glass Ionomer Cements
Chemical Composition
Crystalline Structure
Morphology
Dental Element
Dental Pulp
???metadata.dc.subject.cnpq???: Recursos Naturais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11330
Appears in Collections:Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WALDÊNIA PEREIRA FREIRE BARBOSA - DISSERTAÇÃO PPGEMat 2008.pdfWaldênia Pereira Freire Barbosa - Dissertação PPGEMat 2008. 9.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.