Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11510
Title: Impactos da variabilidade e mudanças climáticas em escala regional e global nas regiões hidrográficas do Paraná e Missouri: análise comparativa.
Other Titles: Impacts of variability and climate change on a regional and global scale in the hydrographic regions of Paraná and Missouri: comparative analysis.
???metadata.dc.creator???: ÁVILA, Pâmela Lorena Ribeiro.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BRITO, José Ivaldo Barbosa de.
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: ARNDT, Derek S.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SILVA , Bernardo Barbosa da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: CAVALCANTI , Enilson Palmeira.
???metadata.dc.contributor.referee3???: ATAÍDE , Kleber Renato da Paixão.
???metadata.dc.contributor.referee4???: SILVA, Jonathan Mota da.
Keywords: Índices Extremos;Temperatura;Precipitação;Atlântico e Pacífico;Extreme Indices;Temperature;Precipitation;Atlantic and Pacific
Issue Date: 25-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ÁVILA, P. L. R. Impactos da variabilidade e mudanças climáticas em escala regional e global nas regiões hidrográficas do Paraná e Missouri: análise comparativa. 2019. 117 f. Tese (Doutorado em Meteorologia) – Pós-Graduação em Meteorologia, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente trabalho aborda investigações comparativas das variabilidades e possíveis mudanças climáticas ocorridas nas Regiões Hidrográficas do Paraná – Brasil (RHP) e do Missouri – EUA (RHM) entre 1970-2016. Objetivando diagnosticar as prováveis flutuações e alterações no clima sucedidas ao longo dos anos e identificar se estas ocorrem em fase ou fora de fase entre as regiões hidrográficas. O primeiro passo foi a elaboração de mapas da climatologia sazonal das temperaturas do ar máxima e mínima e da precipitação utilizando informações de estações meteorológicas. Em seguida foram obtidas as regiões homogêneas de precipitação usando o método hierárquico de Ward com dissimilaridade da distância Euclidiana nos totais médios mensais da precipitação de cada região hidrográfica. Calculou-se os índices extremos de precipitação e temperatura utilizando o Rclimdex e as tendências pelo método não-paramétrico de Mann-Kendall. As variabilidades intrasazonais, interanuais e interdecenais da precipitação em cada região homogênea de ambas bacias foram investigadas por meio da análise de Ondeleta tendo como base a metodologia Morlet. As correlações entre os índices de extremos climáticos e os índices oceano-atmosfera foram estimadas pelo método da correlação de Pearson. Os dados tratados para geração dos mapas temáticos de uso e cobertura do solo foram obtidos no MAPBIOMAS. Os gráficos para identificação da fase de atuação das variabilidades nas regiões hidrográficas foram gerados a partir do índice padronizado dos índices extremos de temperatura. Os resultados indicam consenso em relação as variabilidades ocorridas nas RHP e RHM indicando que mesmo estando em hemisférios diferentes e tendo climatologia de precipitação e temperatura com seus máximos em períodos distintos. A análise de ondeletas mostram que ambas regiões hidrográficas têm sua precipitação influenciada pelas escalas multidecenais, decenais e interanual persistente e sazonal ligadas aos Oceanos Atlântico e Pacífico. Este confirmado pelas análises de correlação entre os índices de extremos climáticos e os índices oceano-atmosfera. As tendências dos extremos de temperatura e precipitação apontam aumento na frequência e intensidade dos eventos em grande parte das localidades das regiões hidrográficas. Por fim, identificou-se que as mudanças vistas nos índices extremos atuam em fase, sentidas de forma simultânea nas bacias indicando que as alterações são de cunho global, mas com grande impacto na escala local que são agravadas pelas mudanças ocorridas no uso e cobertura do solo.
Abstract: The present work deals with comparative investigations of the variability and possible climatic changes occurred in the Hydrographic Regions of Paraná - Brazil (RHP) and Missouri - USA (RHM) between 1970 and 1966. Aiming to diagnose the probable fluctuations and changes in climate that have occurred over the years and to identify if these occur in phase or out of phase between the hydrographic regions. The first step was the mapping of the seasonal climatology of maximum and minimum air temperatures and precipitation using information from meteorological stations. Then the homogeneous regions of precipitation were obtained using Ward's hierarchical method with dissimilarity of the Euclidian distance in the monthly average totals of the precipitation of each hydrographic region. Extreme precipitation and temperature indices were calculated using Rclimdex and trends by the non-parametric Mann-Kendall method. The intrasazonal, interannual and interdecadal variabilities of the precipitation in each homogeneous region of both basins were investigated through the Ondeleta analysis based on the Morlet methodology. Correlations between the indexes of climatic extremes and the ocean-atmosphere indexes were estimated by the Pearson correlation method. The data treated for the generation of thematic maps of land use and cover were obtained in MAPBIOMAS. The graphs to identify the performance phase of the variabilities in the hydrographic regions were generated from the standardized index of extreme temperature indices. The results indicate a consensus regarding the variability occurring in the RHP and RHM indicating that even in different hemispheres and having precipitation and temperature climatology with their maximums in different periods. The analysis of wavelets shows that both hydrographic regions have their precipitation influenced by the multidecadal, decennial and interannual persistent and seasonal scales connected to the Atlantic and Pacific Oceans. This is confirmed by the correlation analyzes between the indices of climatic extremes and the ocean-atmosphere indices. The extremes of temperature and precipitation trends indicate an increase in the frequency and intensity of events in most of the localities of the hydrographic regions. Finally, it was identified that the changes seen in the extreme indexes act in phase, felt simultaneously in the basins indicating that the changes are global, but with great impact on the local scale that are aggravated by changes in the use and coverage of the ground.
Keywords: Índices Extremos
Temperatura
Precipitação
Atlântico e Pacífico
Extreme Indices
Temperature
Precipitation
Atlantic and Pacific
???metadata.dc.subject.cnpq???: Meteorologia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11510
Appears in Collections:Doutorado em Meteorologia.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PÂMELA LORENA RIBEIRO ÁVILA - TESE (PPGMet) 2019.pdf7.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.