Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11573
Title: A musicoterapia e suas contribuições para o fortalecimento da identidade e da cultura dos idosos institucionalizados na cidade de Cajazeiras - PB.
Other Titles: Music therapy and its contributions to strengthening the identity and culture of institutionalized elderly in the city of Cajazeiras - PB.
???metadata.dc.creator???: AMANCIO, Geovanni Mendes.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: DI LORENZO, Ivanalda Dantas Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ALVES , Cícera Cecília Esmeraldo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PESSOA, Rodrigo Bezerra.
Keywords: (Re) Socialização;Lar de idosos;Idosos institucionalizados;Musicoterapia;Cultura;Geografia cultural;(Re) Socialization;Nursing home;Institutionalized elderly;Music therapy;Culture;Cultural Geography
Issue Date: 4-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: AMANCIO, Geovanni Mendes. A musicoterapia e suas contribuições para o fortalecimento da identidade e da cultura dos idosos institucionalizados na cidade de Cajazeiras-PB. 2019. 66f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Geografia) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A musicoterapia se traduz numa possibilidade de promover melhor qualidade de vida para idosos institucionalizados, especialmente por estar intrinsecamente relacionada à espacialização destes sujeitos, uma vez que se encontra em novo espaço reconhecido como lugar onde fora institucionalizado. Os idosos institucionalizados, assim como todo ser humano possui culturas e identidade próprias, elementos estes inerentes à Geografia, os quais quando negados ou pouco motivados trazem riscos a saúde, especialmente em se tratando da geração de idosos, os quais necessitam mobilidade e motivação contínuas. O presente trabalho tem como objetivo investigar como a música auxilia no processo de ressocialização de idosos institucionalizados, tornando possível o (re) conhecimento e o fortalecimento da identidade e da cultura de idosos considerando o espaço em que este está inserido e, se o espaço institucionalizado se configura como espaço/lugar. Para tanto, partiu- se do Projeto de Extensão intitulado „A utilização da Música como terapia na arte de cuidar de pessoas institucionalizadas em um lar de idosos da cidade de Cajazeiras/PB‟, desenvolvido no Lar de Idosos, desta cidade. A pesquisa se desenvolveu durante o período 2019.2, contudo, utiliza materiais referentes ao projeto (relatórios) dos anos de 2015 (períodos 2015.1 e 2015.2), 2017 (períodos 2017.1 e 2017.2) e 2018 (períodos 2018.1 e 2018.2), os quais foram cedidos pelo coordenador do referido projeto, além de pesquisa de campo realizada também nos referidos períodos e em 2019.1 e 2019.2. A pesquisa se deu por levantamento bibliográfico, de campo e documental. As informações foram obtidas por meio da observação e de entrevistas semiestruturadas com o coordenador do projeto e a enfermeira responsável pela instituição campo de estudo, e pela análise dos relatórios do referido projeto nos anos de 2015, 2017 e 2018, além das observações e vivências do autor deste trabalho como voluntário no Projeto de Extensão, desde o período 2016.1 até os dias atuais. Nosso lugar de fala se dá como discente no curso de Licenciatura em Geografia, com participação enquanto voluntário de Projeto de Extensão (PROBEX), realizado no Centro de Formação de Professores (CFP), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campus Cajazeiras, Paraíba. Assim, tanto as falas das entrevistas como também os fragmentos extraídos dos relatórios serão tratados a partir de fundamentação em autores que retratam a temática em questão, com o intuito de embasar melhor a pesquisa. Como hipótese, partiu do fato de que idosos institucionalizados tendem a sofrer déficits de saúde por ocasião da diminuição de contatos com seus familiares, amigos, de seu lugar onde residiu por quase toda a vida. Com isso, vem a sofrer perdas de culturas, desvalorização e, por vezes, esquecimento de suas identidades. Assim, a presença do Projeto de Extensão pautado na musicoterapia fortalece vínculos e colabora na recuperação física e mental dos idosos institucionalizados. O estudo pretende contribuir para que a sociedade entenda a importância da atenção à pessoa humana, especialmente ao idoso em toda a sua vida, a fim de possibilitar sua inclusão junto à família. Por outro lado, apresenta a vasta contribuição da extensão universitária como elemento fortalecedor da cultura e da identidade do idoso, dotando-o de capacidade de espacialização e reconhecimento do novo espaço de vida como lugar de afetividades positivas.
Abstract: Music therapy translates into a possibility of promoting better quality of life for institutionalized elderly, especially because it is intrinsically related to the spatialization of these subjects, since it is in a new space recognized as a place where it was institutionalized. The institutionalized elderly, as well as every human being has their own cultures and identity, elements inherent in geography, which when denied or poorly motivated bring health risks, especially regarding the generation of elderly, who need continuous mobility and motivation. This paper aims to investigate how music helps in the process of resocialization of institutionalized elderly, making possible (re) knowledge and strengthening the identity and culture of elderly considering the space in which it is inserted and, if the institutionalized space is configured as space / place. To this end, it started from the Extension Project entitled „Music Therapy as a Promoter for the Best Quality of Life of Children Hospitalized at HUJB- UFCG, in the City of Cajazeiras-PB ', developed at the Lar de Idosos, in this city. The time frame of the investigation took place during the period 2019.2, however relative to the period from 2015 to the present day. The research was conducted by bibliographic, field and documentary survey. The information was obtained through observation and semi-structured interviews with the project coordinator and the nurse responsible for the field study institution, and by analyzing the reports of the project in the years of the study. 2015, 2017 and 2018, in addition to the observations and experiences of the author of this work as a volunteer in the Extension Project, from the period 2016.1 to the present day. Our place of speech is as a student in the Geography Degree, with participation as an extension project volunteer (PROBEX), held at the Teacher Training Center (CFP) of the Federal University of Campina Grande (UFCG), Campus Cajazeiras , Paraíba. The research was conducted by bibliographic, field and documentary survey. The information was obtained through observation and semi-structured interviews with the project coordinator and the nurse responsible for the field study institution, and by analyzing the reports of the project in the years of the study. 2015, 2017 and 2018. Thus, both the interview speeches as well as the fragments extracted from the reports will be treated based on authors who portray the theme in question, in order to better base the research. As a hypothesis, it started from the fact that institutionalized elderly people tend to suffer health deficits when their contacts with family members, friends, and their place of residence have been reduced for most of their lives. As a result, they suffer crop losses, devaluation and sometimes forgetfulness of their identities. Thus, the presence of the Extension Project based on music therapy strengthens bonds and contributes to the physical and mental recovery of institutionalized elderly. The study aims to contribute to society understanding the importance of attention to the human person, especially the elderly throughout their lives, in order to enable their inclusion with the family. On the other hand, it presents the vast contribution of university extension as a strengthening element of the culture and identity of the elderly, endowing them with the capacity for spatialization and recognition of the new living space as a place of positive affectivities.
Keywords: (Re) Socialização
Lar de idosos
Idosos institucionalizados
Musicoterapia
Cultura
Geografia cultural
(Re) Socialization
Nursing home
Institutionalized elderly
Music therapy
Culture
Cultural Geography
???metadata.dc.subject.cnpq???: Geografia.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11573
Appears in Collections:Curso de Licenciatura em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GEOVANNI MENDES AMANCIO. TCC. LICENCIATURA EM GEOGRAFIA.2019.pdfGeovanni Mendes Amancio. TCC. Licenciatura em Geografia.2019. 1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.