Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11673
Title: O RPG na sala de aula: uma proposta de ensino da oralidade Por meio da abordagem neurolinguística.
Other Titles: RPG in the classroom: a proposal for teaching orality Through the neurolinguistic approach.
???metadata.dc.creator???: SILVA FILHO, Izalfran Amaro da.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CASTRO, Luciana Parnaíba de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SILVA, Fabione Gomes da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: QUEIROGA, Marcílio Garcia de.
Keywords: Ensino de língua inglesa;Neurolinguística;Oralidade;Sequência didática;PRG - Role - Playing Game;English language teaching;Neurolinguistics;Orality;Following teaching;PRG - Role - Playing Game
Issue Date: 10-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SILVA FILHO, Izalfran Amaro da. O RPG na sala de aula: uma proposta de ensino da oralidade por meio da abordagem neurolinguística. 54f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras - Língua Inglesa) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: O ensino de Língua Inglesa enfrenta diversos desafios no Brasil relacionados a fatores históricos, econômicos e sociais. Nesse contexto, prioriza-se o uso de estratégias de ensino tecnicistas, que por utilizarem o método gramatical, deixam de lado o desenvolvimento da oralidade, tornando o processo de ensino e aprendizagem da segunda língua (L2) uma experiência frustrante para o aluno. A oralidade é importante no desenvolvimento dos aprendizes, pois ela promove motivação, interação e ajuda a desenvolver as quatro habilidades comunicativas. A Abordagem Neurolinguística (NLA), que tem como intuito a aprendizagem da língua por meio da prática da oralidade, primando pelo desenvolvimento de uma gramática interna ao proporcionar a interação entre os alunos de forma autêntica e contextualizada. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é propor o uso do RPG (Role-Playing Game) para a prática da oralidade em aulas de línguas inglesa, enquanto um jogo que promove a interação e motivação para aprendizagem. Para isso, sugerimos a aplicação da NLA para trabalhar a oralidade em sala de aula, discutir a importância da oralidade nas aulas de língua inglesa e observar o uso do RPG no ensino de línguas. Este trabalho se constitui em uma pesquisa de natureza descritiva e propositiva, de cunho bibliográfico, que propõe o uso do RPG por intermédio de uma Sequência Didática Interativa (SDI) que pode ser aplicada ao ensino médio, abordando como arcabouço teórico os seguintes pesquisadores Aslén (1984), Silva (2008), Netten e Germain (2012), Gonçalves (2010), Balbino et al (2019), Consolo (2000), Deitos (2013), Silva e Calvo (2013), Schmit (2008), Farkaš (2018), Phillips (1993), Oliveira (2013), dentre outros. Esperamos que, por meio da sequência didática proposta neste trabalho, os alunos possam desenvolver conhecimentos linguísticos e culturais sobre a língua e capacidades de interação e comunicação. Assim, acreditamos que essa pesquisa pode contribuir significativamente para o ensino de línguas no âmbito da oralidade, proporcionando a compreensão de sua importância para o processo de ensino e aprendizagem da Língua Inglesa.
Abstract: English language teaching faces several challenges in Brazil related to historical, economic and social factors. In this context, priority is given to the use of technical teaching strategies that, by using the grammatical method, neglect the development of orality, making the teaching and learning process of the second language (L2) a frustrating experience for the student. Orality is important in the development of learners, as it promotes motivation, interaction and helps develop the four communicative skills. The Neurolinguistic Approach (NLA), which aims to learn the language through the practice of orality, striving for the development of an internal grammar by to provide interaction between students in an authentic and contextualized way. In this sense, the aim of this paper is to propose the use of RPG (Role-Playing Game) for the practice of orality in English language classes, as a game that promote the interaction and motivation to learning. To this end, we suggest applying the NLA to work with orality in the classroom, discussing the importance of orality in English language classes and observing the use of RPG in language teaching. This work is a descriptive and propositive research of bibliographic nature, which proposes the use of RPG through an Interactive Didactic Sequence (SDI) that can be applied in high-school, approaching as theoretical framework the following researchers Aslén (1984), Silva (2008), Netten and Germain (2012), Gonçalves (2010), Balbino et al (2019), Solace (2000), Deitos (2013), Silva and Calvo (2013), Schmit (2008), Farkaš (2018), Phillips (1993), Oliveira (2013), among others. We hope that through the didactic sequence proposed in this work, students will be able to develop linguistic and cultural knowledge about language and interaction and communication skills. Thus, we believe that this research can contribute significantly to the teaching of languages regarding orality, providing an understanding of its importance for the process of teaching and learning the English language.
Keywords: Ensino de língua inglesa
Neurolinguística
Oralidade
Sequência didática
PRG - Role - Playing Game
English language teaching
Neurolinguistics
Orality
Following teaching
PRG - Role - Playing Game
???metadata.dc.subject.cnpq???: Letras - Língua Inglesa.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11673
Appears in Collections:Curso de Licenciatura em Letras - Língua Inglesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IZALFRAN AMARO DA SILVA FILHO. TCC. LICENCIATURA EM LETRAS - LÍNGUA INGLESA.2019.pdfIzalfran Amaro da Silva Filho. TCC. Licenciatura em Letras - Língua Inglesa.2019.1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.