Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11690
Title: Análise das vias de parto após a implantação da Rede Cegonha.
Other Titles: Analysis of delivery routes after the implantation of the Rede Cegonha.
???metadata.dc.creator???: DIAS JÚNIOR, Ivonaldo Martins.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: OLIVEIRA, Rafaela Rolim de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: TEIXEIRA, Olga Feitosa Braga.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ASSIS, Elisangela Vilar de.
Keywords: Parto;Cesariana;Rede Cegonha;Vias de parto;Childbirth;Caesarean;Delivery Routes
Issue Date: 22-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: DIAS JÚNIOR, Ivonaldo Martins. Análise das vias de parto após a implantação da Rede Cegonha. 2019. 42f. Trabalho de Conclusão de Curso ( Bacharelado em Medicina) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A escolha da via de parto e suas indicações são motivos de discussões no âmbito da saúde da mulher no Brasil e no mundo. Em 2011, foi implantada, no Brasil, a Rede Cegonha, estratégia esta que visa, dentre outras questões, assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como fornecer uma rede de cuidados aos nascituros e o direito de um desenvolvimento saudável. Objetivou- se analisar as vias de parto após a implementação da rede cegonha no município de Cajazeiras-PB. Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais, descritivo e de base documental com abordagem quantitativa que utilizou de estatística descritiva simples para análise dos dados e conclusão dos resultados, sendo estes apresentados em tabelas para melhor visualização e análise. A pesquisa foi desenvolvida a partir dos registros das vias de parto de 2011 a 2017 do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, disponíveis no Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde, coletados nos meses de outubro e novembro de 2019, sendo considerados como critérios de inclusão os dados devidamente registrados no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, no período estabelecido para coleta de dados. Já quanto aos critérios de exclusão, excluíram-se da pesquisa os registros no qual a variável analisada foi registrada como ignorada e os referentes às gestações com duração inferior a 22 semanas e que não ocorreram em ambiente hospitalar. O estudo em tela não necessitou de submissão ao Comitê de Ética em Pesquisa já que considerou apenas dados secundários de acesso público, obedecendo a resolução N° 510/2016 do Conselho Nacional de Saúde. Verificou- se que ocorreram 11.433 partos registrados no município e no período estudado 63% foram findados via cesariana, o que vai de desencontro ao aconselhamento da Organização Mundial da Saúde, que recomenda taxa de 15%. Além disso, quanto ao perfil sociodemográfico notou-se que a maior idade materna, a maior quantidade de anos estudados pela mãe, o estado civil separada judicialmente e a cor/raça branca e preta se comportaram como fator de maior probabilidade para realização de cirurgia cesariana. Na análise das variáveis obstétricas, a cesariana foi proporcionalmente mais incidente conforme aumento da duração da gestação, do número de consultas pré-natais e quando gestação dupla. Dessa forma, observou-se que o município de Cajazeiras registrou no período estudado um número exorbitante de cesarianas, mesmo após a implantação da Rede Cegonha, o que demostra a ainda ineficiente ação da mesma na região e/ou da falta de fiscalização e incentivo por parte dos órgãos competentes. Diante disso, o estudo contribui para reforçar a frágil implantação da Rede Cegonha no município estudado e para proporcionar melhor análise dos possíveis fatores relacionados para tais resultados. Espera-se que, a partir disso, sejam adotadas medidas que reforcem a implantação mais efetiva da Estratégia Federal no referido município e que fique evidente a importância da humanização do processo de nascer e da qualificação profissional visando uma maior educação em saúde e esclarecimento popular sobre os reais benefícios das vias de parto.
Abstract: The choice of the mode of delivery and its indications are grounds for discussion in women's health in Brazil and worldwide. In 2011, the Stork Network was implemented in Brazil, a strategy that aims, among other issues, to ensure women the right to reproductive planning and humanized care for pregnancy, childbirth and the puerperium, as well as providing a care network. the unborn and the right to healthy development. The objective was to analyze the ways of delivery after the implementation of the stork network in the city of Cajazeiras-PB. This is an ecological study of time series, descriptive and documentary based with a quantitative approach that used simple descriptive statistics for data analysis and conclusion of results, which are presented in tables for better visualization and analysis. The research was developed from the birth records of 2011 to 2017 of the Live Birth Information System, available from the Department of Informatics of the Unified Health System, collected in October and November 2019, and considered as criteria for inclusion of data duly recorded in the Live Birth Information System during the data collection period. Regarding the exclusion criteria, the records in which the analyzed variable was recorded as ignored and those referring to pregnancies lasting less than 22 weeks and which did not occur in a hospital environment were excluded from the study. The study in question did not require submission to the Research Ethics Committee as it considered only secondary data of public access, obeying Resolution No. 510/2016 of the National Health Council. It was found that there were 11,433 births registered in the municipality and the 63% were cesarean section, which is in line with World Health Organization advice, which recommends a 15% rate. In addition, regarding the sociodemographic profile, it was noted that the higher maternal age, the largest number of years studied by the mother, the legally separated marital status and the white and black race / behavior were the most likely factor for cesarean section surgery. . In the analysis of obstetric variables, cesarean section was proportionally more incident as the duration of pregnancy, the number of prenatal consultations and double gestation increased. Thus, it was observed that the municipality of Cajazeiras recorded an exorbitant number of cesarean sections during the study period, even after the implementation of the Stork Network, which demonstrates its still inefficient action in the region and / or the lack of supervision and incentive by competent bodies. Given this, the study contributes to reinforce the fragile implementation of the Stork Network in the municipality studied and to provide a better analysis of the possible factors related to such results. It is hoped that, from this, measures will be adopted to reinforce the more effective implementation of the Federal Strategy in that municipality and the importance of the humanization of the birth process and professional qualification aiming at greater health education and popular clarification on the real benefits of the birth routes.
Keywords: Parto
Cesariana
Rede Cegonha
Vias de parto
Childbirth
Caesarean
Delivery Routes
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11690
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IVONALDO MARTINS DIAS JÚNIOR. TCC. BACHARELADO EM MEDICINA. 2019.pdfIvonaldo Martins Dias Júnior. TCC. Bacharelado em Medicina. 2019. 631.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.