Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11699
Title: Prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Cajazeiras - PB.
Other Titles: Prevalence of symptoms of anxiety and depression in professionals of the Mobile Emergency Care Service (SAMU) in Cajazeiras - PB.
???metadata.dc.creator???: MOTA, Alberto Oliveira da Costa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CHAGAS, Wilson Eduardo Cavalcante.
???metadata.dc.contributor.referee1???: QUEIROZ, Edvanina de Sousa Costa.
???metadata.dc.contributor.referee2???: DANTAS, Nozângela Maria Rolim.
Keywords: Depressão;Ansiedade;Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU;Depression;Anxiety;Mobile Emergency Service - SAMU
Issue Date: 22-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: MOTA, Alberto Oliveira da Costa. Prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) em Cajazeiras - PB. 2019. 54f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A depressão e a ansiedade são transtornos mentais comumente encontrados nas sociedades contemporâneas. Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), por terem como objetivo fornecer atendimento e assistência pré-hospitalar, independentemente do lócus da ocorrência, de maneira ágil e técnica, são tidos empiricamente como mais susceptíveis a desenvolver sintomas psíquicos. Este estudo tem como objetivo analisar a prevalência de sintomas ansiosos e depressivos na equipe multidisciplinar do SAMU de Cajazeiras-PB, correlacionando-os com fatores sociodemográficos. Trata-se de um estudo descritivo, transversal, quantitativo e analítico, no qual foi aplicada à equipe multidisciplinar em questão a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (EHAD) e um questionário sociodemográfico. A amostra foi escolhida por conveniência e contou com 28 participantes. Como resultados tem-se que 25% dos pesquisados apresentaram sintomas ansiosos e 7,1% apresentaram sintomas depressivos associados a sintomas ansiosos. Observase uma predominância de sintomas ansiosos em mulheres, profissionais de enfermagem e auxiliares de regulação, com carga horária maior que 40 horas semanais, renda mensal menor que 05 salários mínimos e tempo de serviço no SAMU maior que 05 anos. A presença de sintomas ansiosos e depressivos associados apresenta correlação com jornadas de trabalho excessivas e consumo de drogas lícitas. Diante dos dados, sugere-se a realização de novos estudos com essa população, com amostras maiores e em localidades distintas, pois somente com mais pesquisas nesse âmbito poder-se-á repensar o processo de trabalho e desenvolver políticas públicas que visem o bem-estar laborativo e recuperação daqueles que se encontram em sofrimento psíquico.
Abstract: Depression and anxiety are mental disorders commonly found in contemporary societies. Because they aim to provide pre-hospital care and assistance regardless of the locus of occurrence in an agile and technical manner, the professionals of the Mobile Emergency Care Service (SAMU) are considered empirically as more susceptible to developing psychic symptoms. Thus, this study aimed to analyze the prevalence of anxious and depressive symptoms in the multidisciplinary team of SAMU in Cajazeiras-PB, correlating them with sociodemographic factors. It was a descriptive, cross-sectional, quantitative and analytical study, in which the Hospital Anxiety and Depression Scale (EHAD) and a sociodemographic questionnaire were applied to the multidisciplinary team in question. The sample was chosen by convenience and had 28 participants. As a result, 25% of respondents had anxiety symptoms and 7.1% had depressive symptoms associated with anxiety symptoms. There was a predominance of anxious symptoms in women, nursing professionals, and regulatory assistants with a workload greater than 40 hours per week, monthly income less than 05 minimum wages, and length of service at SAMU greater than 05 years. The presence of associated anxious and depressive symptoms was associated with excessive working hours and licit drug use. Given the data, it is suggested to carry out further studies with this population, with larger samples and in different locations, because only with further research in this area it will be possible to rethink the work process and develop public policies aimed at welfare and recovering from those who are in psychological distress.
Keywords: Depressão
Ansiedade
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU
Depression
Anxiety
Mobile Emergency Service - SAMU
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11699
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALBERTO OLIVEIRA DA COSTA MOTA. TCC. BACHARELDO EM MEDICINA. 2019.pdfAlberto Oliveira da Costa Mota. TCC. Bacharelado em Medicina. 2019.1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.