Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11714
Title: O panorama epidemiológico da sífilis em gestantes no município de Cajazeiras - PB.
Other Titles: The epidemiological panorama of syphilis in pregnant women in the municipality of Cajazeiras - PB.
???metadata.dc.creator???: LIMA, Rodrigo Sousa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BEZERRA, Kévia Katiúcia Santos.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ASSIS, Elisangela Vilar de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: DANTAS, Rosimery Cruz de Oliveira.
Keywords: Sífilis;Sífilis gestacional;Epidemiologia;Pré - Natal;Atenção Primária à Saúde;Syphilis;Gestational Syphilis;Epidemiology;Prenatal;Primary Health Care
Issue Date: 26-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: LIMA, Rodrigo Sousa. O panorama epidemiológico da sífilis em gestantes no município de Cajazeiras - PB. 2019. 46f. Trabalho de Conclusão de Curso ( Bacharelado em Medicina) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A humanidade, por séculos, vem sendo desafiada por uma doença infectocontagiosa sistêmica, de progressão crônica: a Sífilis. Esta pode ser transmitida por via sexual ou vertical, na ocorrência de sífilis gestacional, transmitindo da mãe para o feto, o que pode provocar um aborto ou o desenvolvimento de sífilis congênita. Em virtude disto, o presente trabalho tem como tema “O panorama epidemiológico da sífilis em gestantes no município de Cajazeiras-PB”, tendo como objetivo analisar o quadro epidemiológico da sífilis gestacional no município de Cajazeiras-PB, de modo a estabelecer, comparativamente, uma relação entre os dados epidemiológicos apresentados no município de Cajazeiras com as demais esferas de divisão administrativa (estadual e nacional) e geográfica (regional); além de analisar os fatores que contribuem para a prevalência de sífilis em gestantes no município. Trata-se de um estudo ecológico de caráter retrospectivo e possuindo abordagem quantitativa. A pesquisa se desenvolveu a partir de dados colhidos no SINAN no período de 2008 a 2017. A análise mostrou que, nesse período, o número total de notificações relacionadas à sífilis em gestantes no Brasil vem crescendo paulatinamente. A região Nordeste é a segunda com maior número de casos de gestantes com sífilis em valores absolutos (43.900), tendo a Paraíba como o quinto estado com o maior número de notificações (2.910). Dentre os municípios paraibanos, Cajazeiras registrou 68 casos de sífilis em gestantes, sendo que não há registros nos anos de 2008 e 2009. A partir do ano de 2011 houve uma curva crescente no número de notificações, em níveis de taxa de detecção que apontam uma epidemia. O perfil que se apresentou com maior frequência foi o da gestante com idade entre 20 e 29 anos, de cor parda, com ensino fundamental incompleto, que se apresentava clinicamente com Sífilis Primária, cujo diagnóstico se deu no terceiro trimestre de gestação e que foi tratada com penicilina. Estes fatores demonstram falha do acompanhamento pré-natal que somado à vulnerabilidade social trazem a perspectiva de um agravamento do quadro. Logo, pode-se inferir que, em Cajazeiras, assim como em toda a Paraíba, o sistema público de saúde ainda possui um árduo trabalho de melhoria na Atenção Primária a Saúde.
Abstract: For centuries, humanity has been challenged by a systemic infectious disease of chronic progression: syphilis. This can be transmitted sexually or vertically, in the occurrence of gestational syphilis, passing from the mother to the fetus, which can lead to miscarriage or the development of congenital syphilis. Due to this, the present work has as its theme “The epidemiological panorama of syphilis in pregnant women in the city of Cajazeiras-PB”, aiming to analyze the epidemiological picture of gestational syphilis in the city of Cajazeiras-PB, in order to establish, comparatively, a relationship between the epidemiological data presented in the municipality of Cajazeiras with the other spheres of administrative (state and national) and geographical (regional) division; besides analyzing the factors that contribute to the prevalence of syphilis in pregnant women in the city. This is a retrospective ecological study with a quantitative approach. The research was developed from data collected from SINAN from 2008 to 2017. The analysis showed that, during this period, the total number of notifications related to syphilis in pregnant women in Brazil has been growing steadily. The Northeast region is the second with the highest number of cases of pregnant women with syphilis in absolute values (43,900), with Paraíba as the fifth state with the highest number of notifications (2,910). Among the municipalities of Paraíba, Cajazeiras recorded 68 cases of syphilis in pregnant women, and there are no records in the years 2008 and 2009. From 2011 there was a growing curve in the number of notifications, in levels of detection rate that indicate a epidemic. The most frequent profile was that of a pregnant woman aged 20 to 29 years old, brown, with incomplete elementary school, who presented clinically with Primary Syphilis, whose diagnosis was in the third trimester of pregnancy and was treated. with penicillin. These factors demonstrate the failure of prenatal care that, added to social vulnerability, brings the prospect of worsening the condition. Therefore, it can be inferred that in Cajazeiras, as in all Paraíba, the public health system still has a hard work of improvement in Primary Health Care.
Keywords: Sífilis
Sífilis gestacional
Epidemiologia
Pré - Natal
Atenção Primária à Saúde
Syphilis
Gestational Syphilis
Epidemiology
Prenatal
Primary Health Care
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11714
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RODRIGO SOUSA LIMA. TCC. BACHARELADO EM MEDICINA. 2019.pdfRodrigo Sousa Lima. TCC. Bacharelado em Medicina. 2019.859.45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.