Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11729
Title: Relação entre os níveis de hidrocortisona e o estresse em profissionais de saúde: uma revisão integrativa.
Other Titles: Relationship between hydrocortisone levels and stress in healthcare professionals: an integrative review.
???metadata.dc.creator???: ARAÚJO, Lorena Alves de Souza Leal de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: PINTO, Natália Bitú.
???metadata.dc.contributor.referee1???: BONITO, Veruscka Pedrosa.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PINHEIRO, Maria Berenice Gomes Nascimento.
Keywords: Estresse fisiológico;Profissionais de saúde;Hidrocortisona;Saúde ocupacional;Physiological Stress;Health Professionals;Hydrocortisone;Occupational Health
Issue Date: 27-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ARAÚJO, Lorena Alves de Souza Leal de. Relação entre os níveis de hidrocortisona e o estresse em profissionais de saúde: uma revisão integrativa. 2019. 27f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: As condições de trabalho, no ambiente provedor de saúde, podem causar estresse entre os que atuam nessa área, especialmente pelo fato de esses indivíduos lidarem com o cuidado e o sofrimento de outras pessoas. Em razão disso, além do desenvolvimento de distúrbios na saúde do profissional, pode haver um prejuízo para a sua atuação. O cortisol é considerado um importante marcador de estresse no ser humano. Com base nisso, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma revisão integrativa da literatura científica, em busca de avaliar a presença de estresse fisiológico em profissionais de saúde, observando, principalmente, os seus níveis de hidrocortisona, além de avaliar se há consequências a sua saúde. A pesquisa foi realizada nas bases de dados EBSCOhost, SCIELO, MEDLINE e serviço de pesquisa da National Library of Medicine, nas bases de dados PubMed, com delimitação de dez anos de publicação até 2019. Foram incluídos artigos nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola com temática relacionada à hidrocortisona, ao estresse fisiológico e ao profissional de saúde. Como resultado, tivemos uma amostra final de onze artigos. Na análise de dados, foi realizada a seguinte categorização: hidrocortisona, estresse fisiológico e profissional de saúde; estresse fisiológico, hidrocortisona e sistema imune; estresse fisiológico no cuidado intensivo, estresse fisiológico e o trabalho na emergência, cortisol e a síndrome burnout, estresse fisiológico e o trabalho em plantões e estresse fisiológico e os recursos para seu enfrentamento. Como conclusão, percebe-se que esse tema, além de recente, é abordado em diferentes países, demonstrando-se grande prevalência do problema globalmente. Além disso, percebe-se que há uma variação entre os resultados dos estudos em relação aos níveis de cortisol nesses profissionais, o que pode ser consequência dos diferentes esquemas de medição. No tocante às consequências do estresse na saúde desses indivíduos, de um modo geral, observou-se a presença de sintomas osteomusculares e gastrointestinais, além de cefaleia, desgaste físico e cansaço crônico como queixas predominantes em uma quantidade importante de sujeitos avaliados. Por fim, a literatura afirma que, para a prevenção e redução do estresse, é importante a atuação conjunta do profissional e da instituição para a qual ele trabalha.
Abstract: Working conditions in the healthcare provider environment can cause stress among those working in this area, especially because these individuals deal with the care and suffering of others. Thus, in addition to the development of disorders in the health of professionals, there may be a prejudice to their performance. Cortisol is considered an important marker of stress in human beings. Thus, this study aims to perform an integrative review of the scientific literature, seeking to assess the presence of physiological stress in health professionals, observing, mainly, their levels of hydrocortisone, and assess whether there are consequences to their health. The research was performed in the databases EBSCOhost, SCIELO, MEDLINE and National Library of Medicine research service in the PubMed databases, with ten years of publication until 2019. Articles in Portuguese, English and Spanish with thematic were included. related to hydrocortisone, physiological stress and health professional. As a result, we had a final sample of eleven articles. In the data analysis, the following categorization was performed: hydrocortisone, physiological stress and health professional; physiological stress, hydrocortisone and immune system; physiological stress in intensive care, physiological stress and emergency work, cortisol and burnout syndrome, physiological stress and shift work and physiological stress and the resources to cope with it. In conclusion, it is clear that this theme, besides being recent, is approached in different countries, showing a high prevalence of the problem globally. In addition, it is clear that there is a variation between the study results in relation to cortisol levels in these professionals, which may be a consequence of different measurement schemes. Regarding the consequences of stress on the health of these individuals, in general, we observed the presence of musculoskeletal and gastrointestinal symptoms, as well as headache, physical exhaustion and chronic tiredness as predominant complaints in a significant number of subjects evaluated. Finally, the literature states that, for the prevention and reduction of stress, the joint action of the professional and the institution for which he works is important.
Keywords: Estresse fisiológico
Profissionais de saúde
Hidrocortisona
Saúde ocupacional
Physiological Stress
Health Professionals
Hydrocortisone
Occupational Health
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11729
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LORENA ALVES DE SOUZA LEAL DE ARAÚJO. TCC. BACHARELADO EM MEDICINA. 2019.pdfLorena Alves de Souza de Araújo. TCC. Bacharelado em Medicina. 2019.647.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.