Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11806
Title: A recepção da sátira na escola: entre a poesia e a prosa.
Other Titles: The reception of satire at school: between poetry and prose.
???metadata.dc.creator???: ANDRADE, Allyne de Oliveira.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: WANDERLEY, Naelza de Araújo.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ALVES , José Hélder Pinheiro.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Josivaldo Custódio da.
Keywords: Leitura;Sátira;Método Recepcional;Reading;Satire;Receptional Method
Issue Date: 25-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ANDRADE, A. de O. A recepção da sátira na escola: entre a poesia e a prosa. 2019. 132 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Ensino) Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A presente pesquisa tem como ponto central o relato e a reflexão sobre uma experiência de leitura realizada em uma turma do segundo ano do Ensino Médio de uma escola pública situada em Campina Grande-PB, com os textos satíricos “Quem sou eu?” e “Pacotilha”, de Luiz Gama; O cavalo que defecava dinheiro, de Leandro Gomes de Barros; “A vontade do falecido” e “Conversa de viajantes”, de Stanislaw Ponte Preta. Buscou-se através dessa experiência investigar a recepção de poemas e crônicas satíricas dos autores já citados. Em relação aos aspectos gerais da sátira, tomamos como base as discussões de alguns teóricos, como Bakhtin (1981), Frye (1973), Prop (1993), D’onofrio (1968) e Alves Marques (2014). Os estudos desses autores também corroboraram as leituras interpretativas que fizemos dos poemas e crônicas satíricas utilizadas em nossa experiência na sala de aula. A contribuição dos estudos da Estética da Recepção a partir das discussões de Jauss (1994), Iser (1996) e Aguiar e Bordini (1988) foram fundamentais para o desenvolvimento do nosso trabalho, sobretudo no que diz respeito à formação do aluno enquanto leitor. Para poder relatar a experiência em sala de aula, nos pautamos nas questões acerca do ensino de leitura literária arroladas por alguns documentos oficiais, como as Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (2006), os Referenciais Curriculares para o Ensino Médio da Paraíba (2006) e Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio (2018). Além desses documentos, nos embasamos nos debates de alguns estudiosos, tais como Cosson (2016), Colomer (2007) e Pinheiro (2009). Os dados que obtivemos durante o nosso período em sala de aula favoreceram algumas discussões sobre o ensino de literatura e formação de leitores, tendo em vista que foi possível observar que a metodologia utilizada em nossas aulas fez com que os alunos conseguissem estabelecer uma relação com os textos lidos. Desse modo, os estudantes passaram a atribuir sentido aos textos, a interagir com eles e com os demais colegas, através de um trabalho de leitura compartilhada que leva em consideração as vivências dos sujeitos. A recepção dos textos também confirmou a ideia de que um trabalho de leitura com textos satíricos de autores que não sejam tão contemplados nos livros didáticos, pode se tornar uma alternativa para despertar o interesse dos jovens leitores, promover a criticidade e também aguçar no aluno o gosto pela leitura literária.
Abstract: This paper has as its central point the report and reflection about a reading experience performed in the second year of High School class of a public school situated in Campina Grande-PB, with satirical texts “Quem sou eu” and “Pacotilha”, by Luiz Gama. Additionally, O cavalo que defecava dinheiro, by Leandro Gomes de Barros; “A vontade do falecido” and “Conversa de viajantes”, by Stanislaw Ponte Preta. Through this experience, it was sought to investigate the satirical poem and chronicle receptions of the authors already mentioned. In relation of the satire general aspects, it is based on the discussions of some theorists, such as Bakhtin (1981), Frye (1973), Propp (1993), D’Onofrio (1968) and Alves Marques (2014). These author’s studies also corroborate to the interpretative reading, which we made of the satirical poems and chronicles used in our classroom experience. The contribution of Studies of Reception Aesthetics from the discussions of Jauss (1994), Iser (1996) and Aguiar e Bordini (1988) was essential for the development of our work, especially with regard to student education as a reader. In order to report the classroom experience, we have guided in questions about literary reading, teaching enrolled by some official documents, as Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (2006), the Referenciais Curriculares para o Ensino Médio da Paraíba (2006) and Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio (2018). Furthermore, to these documents, we are based on the debates of some scholars, such as Cosson (2016), Colomer (2007) and Pinheiro (2009). The data we achieved during our classroom time favored some discussions about literature teaching and reader training, considering that was possible to observe the methodology used in our classes has made the students could establish a relationship with the read texts. Therefore, the students began to attribute meaning of texts, interacting with the other classmate texts, through a shared reading work that takes into consideration the experiences of the subjects. The reception of texts also has confirmed the idea, which a reading work with satirical texts from authors who are not so contemplated in textbooks; it may become an alternative to awaken the young reader’s interest, promoting the criticality, and whet the pleasure of literary reading by the students.
Keywords: Leitura
Sátira
Método Recepcional
Reading
Satire
Receptional Method
???metadata.dc.subject.cnpq???: Linguagem
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11806
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALLYNE DE OLIVEIRA ANDRADE - DISSERTAÇÃO (PPGLE) 2019.pdf2.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.