Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11914
Title: Avaliação da prevalência de sintomas característicos de ansiedade e depressão em estudantes da área de saúde.
Other Titles: Assessment of the prevalence of characteristic symptoms of anxiety and depression in health students.
???metadata.dc.creator???: ARAÚJO, Camila Soares de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: MENEZES, Maria Emília da Silva.
???metadata.dc.contributor.referee1???: MONTENEGRO, Camila de Albuquerque.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SOUZA, Cinthya Maria Pereira de.
Keywords: Saúde mental;Psicoterapia;Universidades;Mental health;Psychotherapy;Universities
Issue Date: 20-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ARAUJO,Camila Soares de. Avaliação da prevalência de sintomas característicos de ansiedade e depressão em estudantes da área de saúde. 2019. 58 fl. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Bacharelado em Farmácia, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – Paraíba – Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: Ansiedade é uma situação normal e frequente no cotidiano dos estudantes universitários, podendo se tornar patológica quando apresenta uma intensidade ou frequência desproporcional à situação que a desencadeia. A depressão é um estado em que o indivíduo apresenta humor deprimido e falta de prazer em situações que antes eram prazerosas. O presente estudo teve por objetivo identificar a prevalência e classificar os níveis de ansiedade e depressão em discentes dos cursos da área de saúde (Enfermagem, Farmácia e Nutrição) da Universidade Federal de Campina Grande, Campus Cuité–PB. Trata-se de uma pesquisa do tipo transversal na qual foram entrevistados 100 alunos de cada curso, totalizando uma amostra de 300 discentes. O instrumento de pesquisa utilizado para avaliar o comportamento ansioso foi o Inventário de Ansiedade de Beck e, o Inventário de Depressão de Beck para avaliação dos sintomas depressivos. O gênero feminino foi o mais prevalente, representando 71% da amostra total. 81,7% dos participantes do gênero feminino mostraram-se com tendência a ansiedade e 74% dos homens envolvidos na pesquisa apresentaram-se com tendência a depressão. Com relação a depressão, o curso de Nutrição apresentou maior número de acadêmicos com tendência ao transtorno 69%, seguido do curso de Farmácia 68% e Enfermagem 57%. Dentre os entrevistados com tendência de ansiedade o curso de Enfermagem exibiu maior quantidade de acadêmicos (n=80). O autojulgamento foi sintoma de depressão mais prevalente, sendo apontado por 76,3% dos participantes e o nervosismo foi o sintoma mais prevalente da ansiedade, relatado por 90,3% dos entrevistados. Esse estudo funciona como alerta de manejo e prevenção. Podendo fornecer subsídios para estratégias de identificação precoce, tratamento e reabilitação psicossocial dos universitários que encontram em seu cotidiano diversos fatores de predisposição para ansiedade e depressão.
Keywords: Saúde mental
Psicoterapia
Universidades
Mental health
Psychotherapy
Universities
???metadata.dc.subject.cnpq???: Saúde Publica
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11914
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILA SOARES DE ARAUJO - TCC FARMÁCIA 2019.pdfCAMILA SOARES DE ARAUJO - TCC FARMÁCIA 20191.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.