Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11967
Title: A substituição da floresta amazônica por pastagem e sua repercussão ao nível da termodinâmica da camada limite atmosférica: projeto RBLE.
Other Titles: The replacement of the Amazon rainforest by pasture and its repercussion at the level of the thermodynamics of the atmospheric boundary layer: RBLE project.
???metadata.dc.creator???: SOUZA, Solange Silva de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: AZEVEDO, Pedro Vieira de.
???metadata.dc.contributor.advisor2???: LYRA, Roberto Fernando da Fonseca.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LEITÃO, Mário de Miranda Vilas Boas Ramos.
???metadata.dc.contributor.referee2???: AMORIM NETO, Malaquias da Silva.
Issue Date: Jan-1997
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUZA, Solange Silva de. A substituição da floresta amazônica por pastagem e sua repercussão ao nível da termodinâmica da camada limite atmosférica: projeto RBLE. 1997. 136f. (Dissertação de Mestrado em Meteorologia), Curso de Mestrado em Meteorologia, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba - Campus II - Campina Grande – Paraíba – Brasil, 1997.
???metadata.dc.description.resumo???: Foi realizado um estudo das possíveis implicações da substituição da floresta amazônica por pastagem no Estado de Rondônia, com relação aos processos termodinâmicos que governam a Camada Limite Atmosférica (CLA). Para tal, foram comparados diversos parâmetros importantes no desenvolvimento da CLA. A comparação foi feita com base nos resultados de duas campanhas de coleta de dados, ambas na estação seca, do projeto RBLE "Rondonia Boundary Layer Experiment: RBLE2 (julho de 1993) e RBLE3 (agosto de 1994). Nestas duas campanhas foram realizadas medidas (perfis verticais) de Temperatura, Pressão, Umidade, e Vento (n e V) com o auxilio de Radiossondas e Baloes Cativos, bem como medidas em superfície. Os dois sítios experimentais são: FLORESTA (10"05'S, 6L55AV, 120m) e PASTAGEM (10"45'S, 62°22'W, 220m), separados por uma distancia entre eles de aproximadamente 100km. Nestes mesmos sítios estavam instaladas as estacoes automáticas do projeto ABRACOS "Anglo-Brasilian Amazonian Climate Observation Study" cujos dados foram de vital importância para estabelecer as condições de contorno: balar^o radiativo e de energia a superfície. Os resultados evidenciaram importantes diferenças/mudanças entre as CLAs sobre os dois tipos de vegetação. Na área desmatada (pastagem), durante o dia, a CLA e 2,7K mais quente e 3,0g.kg"' mais seca, a sua espessura chega a ser 1000m superior e a turbulência mais intensa. Durante a noite a diferença de temperatura se mantem praticamente a mesma (2,2K) e a diferença de umidade passa a ser o dobro daquela registrada durante o dia. Por outro lado, a CLA na Pastagem durante a noite e menos espessa cerca de 30% e mais estável.
Abstract: In this work, the possible implications of the substitution of the Amazonia Forest cover by pasture in Rondonia State were analysed with emphasis on the thermodynamics processes that command the Atmospheric Boundary Layer (ABL). A few important parameters in the development of the ABL were considered. The comparison was based on the results of two experimental campaigns, both in the dry season, of the RBLE project ("Rondonia Boundary Layer Experiment"): RBLE2 (July 1993) and RBLE3 (August 1994). During theses campaigns, vertical profiles of temperature, pressure, moisture and wind (a and V), using radiosonde, tethered balloon and surface monitoring equipments were taken. The two experimental sites are: Forest (LAT. 1Q°()5'S; LONG. 61°55'W; ALT. 120m) and Grassland (LAT. 10°45'S; LONG. 62°22'W; ALT. 220m), with a distance of 100km from each other. Existing automatic stations of the ABRACOS project ("Anglo-Brazilian Amazonian Climate Observation Study") provided important data for establishing the lower boundary conditions: surface radiation and energy balances. The results showed important difference/exchange between ABLs over the two types of vegetation covers. In the deforested area (grassland), at daytime, the ABL was 2.7K warmer and 3-Og.kg"1 drier, and its height was 1000m higher and turbulence stronger. At night-time, the temperature difference remained practically constant (2.2K) and the moisture difference was double compared to the daytime. On the other hand, the Forest ABL was 30% thicker and more unstable, at night-time.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11967
Appears in Collections:Mestrado em Meteorologia.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SOLANGE SILVA DE SOUZA - DISSERTAÇÃO PPGMet 1997.pdfSolange Silva de Souza - Dissertação PPGMet 1997. 4.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.