Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11984
Title: Relatório Uma Nova Experiência do Estágio Supervisão Escolar.
Other Titles: Report A New Experience of the School Supervision Internship.
???metadata.dc.creator???: PINHEIRO, Maria das Neves.
LOPES, Maria Mairta.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: GOMES, Maria Albaniza.
Keywords: Educação;Supervisão escolar;Autoritarismo;Professor / aluno;Conjunto;Docentes;Education;School Supervision;Authoritarianism;Teacher Student;Set;Faculty
Issue Date: Aug-1987
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: PINHEIRO, Maria das Neves; LOPES, Maria Mairta. Relatório de Estágio Supervisão Escolar. 1987. 35f. Relatório (Licenciatura em Pedagogia) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 1987.
???metadata.dc.description.resumo???: A atividade educacional a ser desenvolvida pela escola compreende a transmissão do saber, através de determinadas metodologias, materiais didáticos, e pessoas qualificadas (,..) (NEIDSON. Tornando essa idéia como pressuposto, pudemos através de observações diretas , constatar o alheiamento por parte do corpo docente da Escola Rômulo Pires, no tocante a organização de metas1 para direcionar as atividades escolares. Em suma, queremos retratar de forma sintética a situação que encontramos na referida escola, principalmente no que se diz respeito a metodologia empregada pelos professores para trabalharem os conteúdos. Era inexistente na escola uma linha pedagógica de trabalho, portanto, os mesmos trabalhavam aleatoriamente, sem que houvesse um planejamento prévio das atividades a serem desempenhadas. Aplicavam uma metodologia inadequada aos conteúdos. Sentindo a ausência desse planejamento, damos início as nossas atividades com um planejamento participativo. Em se tratando de integração pudemos observar que a escola não formava um "todo". Pois cada segmento se restringia apenas a exercer a sua função. Até mesmo o corpo docente da escola que poderia se integrar melhor, por fazer parte de uma mesma classe, não o fazia. No entanto, o mesmo trabalhava de forma individual, não procurava sistematizar o processo ensino - aprendizagem, ou melhor, não o promovia reuniões para discutir a cerca dos problemas inerentes a aprendizagem dos educandos. Cada um ministrava a sua aula e achava que tinha cumprido a tarefa de educador. Não se preocupava em conhecer o meio social que o educando estava inserido. Portanto,desenvolvia um trabalho desintegrado entre escola e comunidade. Não promovia encontros com os pais dos alunos, com a finalidade de dialogar e colher dados que servissem de subsídios para conhecer o nível sócio - econômico e cultural dos mesmos. A partir desses dados os educadores sentiram a necessidade de selecionar as atividades adequadas ao tipo de aluno a ser trabalhado. Como também não correr riscos de trazer para a sala textos didático distante da realidade dos alunos. No tocante ao relacionamento professor/aluno, predominava o autoritarismo, ou seja, o professor transmitia os conteúdos, os alunos absorviam passivamente, não tendo oportunidade de desenvolver o seu senso crítico. Este documento; registra nossas atividades desenvolvidas no decorrer do nosso trabalho como estagiárias de supervisão escolar, visando trabalhar as dificuldades de aprendizagem vivenciadas pelos alunos da primeira fase; junto aos professores, através de reuniões e sessões de estudos, numa tentativa de orientá-los e conscientizá-los do valor do trabalho em “conjunto”. A escola, como esta organizada, não estimula a ajuda mútua entre os alunos ou o trabalho em equipe. Para que,isso aconteça, é necessário que os educadores tomem consciência do seu papel na escola, a fim de minimizar tantas falhas que prejudicam o processo educacional.
Abstract: The educational activity to be developed by the school comprises the transmission of knowledge, through certain methodologies, didactic materials, and qualified people (, ..) (NEIDSON. Making this idea as an assumption, we could, through direct observations, verify the alienation on the part of of the teaching staff of Escola Rômulo Pires, regarding the organization of goals to direct school activities. In short, we want to summarize the situation we found at that school, in particular with regard to the methodology used by teachers to work with There was no pedagogical line of work in the school, so they worked randomly, without prior planning of the activities to be carried out. They applied an inappropriate methodology to the content. Feeling the absence of this planning, we started our activities with participatory planning. the integration study showed that the school did not form a "whole". Because each segment was restricted to exercising its function. Even the school's teaching staff, who could be better integrated, as part of the same class, did not. However, he worked individually, did not seek to systematize the teaching - learning process, or rather, did not promote meetings to discuss the problems inherent in the students' learning. Each ministered his class and thought he had fulfilled the task of educator. He was not concerned with knowing the social environment in which the student was inserted. Therefore, I developed a disintegrated work between school and community. It did not promote meetings with the parents of the students, with the purpose of dialoguing and collecting data that would serve as subsidies for know their socio - economic and cultural level. From these data, educators felt the need to select the activities appropriate to the type of student to be worked on. As well as not taking risks of bringing didactic texts to the room that are far from the students' reality. Regarding the teacher / student relationship, authoritarianism predominated, that is, the teacher transmitted the contents, the students passively absorbed them, not having the opportunity to develop their critical sense. This document; records our activities developed in the course of our work as school supervision interns, aiming to address the learning difficulties experienced by students in the first phase; together with teachers, through meetings and study sessions, in an attempt to guide them and make them aware of the value of working together. The school, as organized, does not encourage mutual help between students or teamwork. For this to happen, it is necessary for educators to become aware of their role in school, in order to minimize so many failures that harm the educational process.
Keywords: Educação
Supervisão escolar
Autoritarismo
Professor / aluno
Conjunto
Docentes
Education
School Supervision
Authoritarianism
Teacher Student
Set
Faculty
???metadata.dc.subject.cnpq???: Educação.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/11984
Appears in Collections:Curso de Licenciatura em Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA DAS NEVES PINHEIRO. TCC. LICENCIATUE EM PEDAGOGIA. 1987.pdfMaria das Neves Pinheiro; Maria Mairta Lopes. TCC. Licenciatura em Pedagogia. 1987.6.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.