Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12250
Title: A política de educação do campo no território do cariri ocidental paraibano: 2003-2013.
Other Titles: The rural education policy in the territory of Western Cariri Paraibano: 2003 - 2013.
???metadata.dc.creator???: BATISTA, Geovânio Lima.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SILVA, Maria do Socorro.
???metadata.dc.contributor.referee1???: TORRES , Denise Xavier.
???metadata.dc.contributor.referee2???: BATISTA , Maria do Socorro Xavier.
???metadata.dc.contributor.referee3???: LEAL, Fernanda de Lourdes Almeida.
Keywords: Política Territorial de Desenvolvimento;Política Educacional;Educação do Campo;Movimentos Sociais e Educação do Campo;Cariri Paraibano;Universidade Camponesa;Territorial Development Policy;Educational Policy;Field Education;Social Movements and Peasant Education;Peasant University
Issue Date: 2-Sep-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BATISTA, G. L. A política de educação do campo no território do cariri ocidental paraibano: 2003-2013. 2019. 247 f. Dissertação (Mestrado em Educação) Pós-Graduação em Educação, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente texto é fruto da pesquisa de Mestrado em Educação desenvolvida na linha de pesquisa de História, Gestão e Políticas Educacionais da Universidade Federal de Campina Grande. A investigação buscou compreender como se constituíram as Políticas Educacionais do Campo no território do Cariri Ocidental Paraibano, no período de 2003 a 2013; e quais os sujeitos e organizações do poder público e sociedade civil que se envolveram na sua formulação e implementação. Partimos de três questionamentos que orientaram o itinerário da investigação, quais sejam: Quem participou e como participou das políticas de Educação do Campo no território do Cariri? Como a Educação do Campo se territorializou no Cariri, no período de 2003 e 2013? Quais os avanços, contradições e limites identificados nas políticas educacionais no período estudado? Assim, tomamos como categorias centrais: Educação do Campo (CALDART, 2002 e 2009; ARROYO, 1999; MOLINA, 2008; SILVA 2002 e 2017); Questão Agrária (FERNANDES 2004 e 2013; MARTINS 1986); Territorialização (FERNANDES 2013; SANTOS 2007); Estado e Sociedade Civil (GRAMSCI 1982). Optamos pela abordagem dialética, na perspectiva do materialismo histórico (FRIGOTTO 2001; KONDER 2004; KOSSIK 1986), que nos possibilitou analisar o objeto considerando o processo de territorialização do capitalismo no cariri paraibano; a resistência campesina ao processo de apropriação e concentração da terra, do trabalho, das águas e da renda; e, consequentemente, o processo de organização para participação na disputa das políticas públicas formuladas a partir do Programa de Desenvolvimento Territorial Rural, implementado no Brasil durante o governo Lula. O lócus da pesquisa foi o território do cariri paraibano ocidental e o recorte temporal, o período de 2003 a 2013. Por sua vez, os procedimentos adotados para compreensão da totalidade do objeto partiram de três dimensões da realidade: o processo de territorialização do capital no cariri e a resistência campesina, a política de desenvolvimento territorial, que suscitou um espaço de concertação e gestão social das políticas públicas: o Fórum Territorial de Desenvolvimento e a territorialização da política nacional de educação do campo disputada pelo Movimento da Educação do Campo junto aos poderes públicos. Para isso, utilizamos como instrumento e procedimentos de pesquisa: a análise documental e as entrevistas semiestruturadas. No tratamento e na análise dos dados, utilizamo-nos da técnica de Análise de Conteúdo via Análise Temática (BARDIN, 1977). Entre as principais conclusões que chegamos, a mais significativa foi identificar a pluralidade de sujeitos e instituições que tematizaram a Educação do Campo no processo de desenvolvimento territorial. Além disso, a importância que tiveram as práticas educativas não escolares coordenadas por programas governamentais, organizações não governamentais, universidade e movimentos sociais no repensar da escolarização básica, na dimensão massiva que assumiu a luta pelo ensino superior no território. E como a criação do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Campus Sumé da UFCG, estimulou uma ambiência política e epistemológica para pensar a Educação do Campo e a formação docente no território; e, consequentemente, o papel desempenhado pelo Fórum Territorial de Desenvolvimento do Cariri Paraibano como arena de disputa, concertação, contradição e espaço de negociação entre poder público e sociedade civil pelo acesso às políticas de desenvolvimento, dentre estas a Educação do Campo.
Abstract: This work is the result of the study in Education developed in the research line of istory, Management and Educational Policies at Campina Grande Federal University. The investigation sought to understand how the field educational policies were constituted in the territory of the western Cariri Paraibano in the period 2003 to 2013 and which individuals and organizations of the public power and civil society were involved in their formulation and Implementation. We start from three questions that guided the research itinerary, namely: who participated and how did you participate in the policies of Field Education in the territory of Cariri? How did the Field Education Territorialize in the Cariri in the period of 2003 and 2013? What are the advances, contradictions and limits identified in educational policies during the study period? Thus we take as central categories: Field Education (CALDART, 2002 and 2009; ARROYO, 1999; MOLINA, 2008; SILVA 2002 and 2017); Agrarian issue (FERNANDES 2004 and 2013; MARTINS 1986) Territorialization (FERNANDES 2013; SANTOS 2007); State and Civil Society (GRAMSCI 1982). We opted for the dialectical approach from the perspective of historical materialism, (FRIGOTTO 2001; KONDER 2004; KOSSIK 1986), which allowed us to analyze the object considering the territorialization process of capitalism in the Paraiba Cariri, the peasant resistance to the process of appropriation and concentration of land, work, water and income, and consequently , the organization process for participation in the dispute of public policies formulated from the Rural Territorial development program implemented in Brazil, from Lula’s government. The locus of the research was the territory of Cariri Western Paraiba, the temporal clipping was the period from 2003 to 2013, the procedures adopted to understand the totality of the object departed from three dimensions reality: The territorialization process of the capital In the Cariri and the peasant resistance, the territorial development policy that raised a space for the conciliation and social management of public policies: the Territorial Development Forum and the territorialization of the national policy of Field Education Played by the Field Education Movement with the public authorities. For this, we used as research instruments: Documental analysis and semi-structured interviews. In the treatment and analysis of the data we used the technique of content analysis by thematic analysis (BARDIN, 1977). Among the main conclusions that we reached the most significant was to identify the diversity of subjects and institutions that have tematized the Field Education in the process of territorial development, the importance that had the educational practices not Schoolchildren coordinated by governmental programs, non-governmental organizations, universities and social movements in rethinking basic schooling, in the massive dimension that took over the struggle for higher education in the territory, and how the creation of the center of Sustainable development of the semiarid-Campus Sumé -UFCG, stimulated a political and epistemological ambience to think the Field Education and the teacher training in the territory, consequently, the role played by the Territorial Forum of Development of Cariri Paraibano as an arena of dispute, concertation, contradiction and negotiating space between public authorities and civil society through access to development policies, among them the education of the field.
Keywords: Política Territorial de Desenvolvimento
Política Educacional
Educação do Campo
Movimentos Sociais e Educação do Campo
Cariri Paraibano
Universidade Camponesa
Territorial Development Policy
Educational Policy
Field Education
Social Movements and Peasant Education
Peasant University
???metadata.dc.subject.cnpq???: Educação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12250
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GEOVÂNIO LIMA BATISTA - DISSERTAÇÃO (PPGEd) 2019.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.