Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12264
Title: As mulheres e as cercas: a divisão sexual do trabalho e da política no assentamento Nova Vida I.
Other Titles: Women and fences: the sexual division of labor and policy in the Nova Vida I settlement.
???metadata.dc.creator???: FIGUEIREDO, Cosma Caldas de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: GUIMARÂES, Maria Clariça Ribeiro.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SOUSA, Tatiana Raulino de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: FERNANDES, Larissa Sousa.
Keywords: Gênero/Classe.;Luta;Mulher;Participação Política;Gender/Class;Fight;Woman;Political Participation
Issue Date: 6-Mar-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: FIGUEIREDO, Cosma Caldas de. As mulheres e as cercas: a divisão sexual do trabalho e da política no assentamento Nova Vida I. 2018. - Monografia (Curso de Graduação em Serviço Social) Centro de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Federal de Campina Grande, – Sousa/PB – Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente estudo tem como objetivo analisar o processo da divisão sexual do trabalho e da política no âmbito do assentamento rural Nova Vida I, investigando como se estabelecem as relações de poder e dominação e como essas se materializam na vida da mulher assentada, compreendendo a questão a partir do lugar da trabalhadora rural e de sua participação política na luta. O método utilizado foi o crítico dialético, por proporcionar se apropriar do objeto de estudo em suas múltiplas determinações. A pesquisa de campo consistiu na realização de entrevistas semiestruturadas com 05 (cinco) mulheres participantes do processo de luta no Assentamento Nova Vida I. A análise incide sobre as relações que são tecidas no campo, bem como os determinantes que impedem e/ou dificultam a participação das mulheres nas coordenações e diretórias da comunidade. Pela pesquisa foi possível identificar que a participação das mulheres teve um papel fundamental na luta pela terra nas Várzeas de Sousa- PB, mesmo não sendo maioria dentro das equipes de coordenações do acampamento. Igualmente apreendeu-se a forte relação de dominação masculina sobre a mulher seja essa representada na figura do marido ou dos homens coordenadores das organizações populares existentes na comunidade, expressando assim a desigualdade de gênero no assentamento Nova Vida I. Assim, se no espaço privado a mulher percebe a invisibilidade do trabalho doméstico, marcado pela divisão sexual do trabalho, no espaço público as mulheres enfrentam a invisibilidade política que resulta da divisão sexual da política, porém, as mulheres criam estratégias com o intuito de romper com as cercas do patriarcado, machismo e preconceitos que se apresentam tanto dentro de casa como nos espaços de atuação política. Nesse sentido, entende-se a importância da participação das mulheres nos movimentos feministas por esses favorecerem no processo de construção do autocuidado e autonomia das mesmas.
Abstract: The present study aims to analyze the process of the sexual division of labor and politics within the rural settlement Nova Vida I, investigating how power relations and domination are established and how these materialize in the life of the settled woman, understanding the issue from the place of the rural worker and from her political participation in the struggle. The method used was the dialectical critic, because it allowed to appropriate the object of study in its multiple determinations. The field research consisted of semi-structured interviews with 05 (five) women participants in the struggle process in the Settlement Nova Vida I. The analysis focuses on the relationships that are woven in the field, as well as the determinants that impede and / or hinder participation in community coordination and direction. Through the research it was possible to identify that the participation of women played a fundamental role in the struggle for land in the Várzeas de Sousa-PB, even though it was not a majority within the coordination teams of the camp. Likewise, the strong relationship of male domination over women is represented in the figure of the husband or men who coordinate popular organizations in the community, thus expressing the gender inequality in the New Life I settlement. woman realizes the invisibility of domestic work, marked by the sexual division of labor, in the public space women face the political invisibility that results from the sexual division of politics, however, women create strategies with the intention of breaking with the fences of patriarchy, machismo and prejudices that affect both at home and in political spaces. In this sense, it is understood the importance of the participation of women in the feminist movements because they favor in the process of self-care construction and autonomy of the same.
Keywords: Gênero/Classe.
Luta
Mulher
Participação Política
Gender/Class
Fight
Woman
Political Participation
???metadata.dc.subject.cnpq???: Serviço Social
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12264
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
COSMA CALDAS DE FIGUEIREDO - TCC SERVIÇO SOCIAL.pdf.pdf782.58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.