Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12296
Title: O diálogo crítico-colaborativo na formação de professores: ambivalências na representação da identidade docente na produção de materiais didáticos.
Other Titles: Crtical-collaborative dialogue in teacher trsining: ambivalences in the representation of the teaching identity in the production of teaching materials.
???metadata.dc.creator???: ARAÚJO, Philipe Pereira Borba de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: COSTA, Marco Antônio Margarido.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ARCOVERDE, Rossana Delmar de Lima.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LARRÉ, Júlia Maria Raposo Gonçalves de Melo.
Keywords: Formação de Professores;Teacher Training;Formación de Profesores;Diálogo Crítico-Caborativo;Critical-Collaborative Dialogue;Materiais Didáticos;Teaching Materials;Materiales de Enseñanza
Issue Date: 20-Jul-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ARAÚJO, P. P. B. de. O diálogo crítico-colaborativo na formação de professores: ambivalências na representação da identidade docente na produção de materiais didáticos. 236 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Ensino) – Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Com a popularização da internet e das novas mídias digitais, não só tem mudado sensivelmente a forma com que os textos relacionam linguagens para a construção de significado, como também tem se transformado a própria noção do que é conhecer. Na era digital, precisamos dar conta de várias linguagens para compreender o mundo que nos cerca. Além disso, numa conjuntura de crescente individualismo, tem sido cada vez mais desafiador reconhecer o papel do outro na (trans)formação das nossas formas de entender o mundo. Acreditamos ser fundamental a reflexão sobre essas questões para a formação de professores críticos. Nesse sentido, esta pesquisa tem como foco o impacto das representações de linguagem e identidade docente, que os professores em formação trazem consigo, para produção de materiais didáticos (MD) e as possibilidades de transformação dessas representações a partir do diálogo crítico-colaborativo (DCC). Partindo das reflexões acima, procuramos responder à pergunta: de que maneira o diálogo crítico-colaborativo contribui com a formação de professores? Entendendo o diálogo como instrumento para a reflexão e a transformação de perspectivas, investigamos a potencialidade do DCC para a formação de professores mais críticos, especialmente nos momentos de elaboração de materiais didáticos. Para alcançar este objetivo, propusemos os seguintes objetivos específicos: (a) identificar os elementos do DCC que sinalizem proposta de mudança na produção dos MD; (b) observar se e como o o DCC impacta os MD produzidos; e (c) analisar os impactos do DCC na formação dos sujeitos da pesquisa. Os procedimentos que utilizamos nesta pesquisa se apoiam no quadro de Pesquisa Crítica de Colaboração (MAGALHÃES, 2010), um paradigma de intervenção com foco na colaboração, sem uma relação polarizada entre pesquisador e sujeitos ou objetos de pesquisa. Nesse quadro, entender e transformar compõem um ato único. Atuaram como sujeitos desta pesquisa cinco alunos da graduação em Letras da UFCG matriculados na disciplina Teorias e Práticas de Leitura. Esta pesquisa tem como objetos empíricos a transcrição de dois DCC, os MD produzidos pelos sujeitos e feedbacks dos sujeitos acerca da experiência. Em nossa análise, nos debruçamos sobre três questões que se fizeram mais marcantes em nosso corpus: as ambivalências entre colaboração e individualismo; o tradicional e o contemporâneo; a segurança e as incertezas. Dentre outros resultados, destacamos que a abertura para o diálogo, em nossa experiência, culminou em transformações não só nos MD, como também nas representações dos sujeitos da pesquisa acerca do que é ser professor.
Abstract: With the popularization of the internet and the new digital media, not only the way texts relate languages to construct meaning has changed, but also the notion of what knowing is has been transformed. In the digital age, we need to account for various languages to understand the world around us. Moreover, in a context of growing individualism, it has been increasingly challenging to recognize the role of the other in (trans)forming our ways of understanding the world. We believe that it is fundamental to reflect on these issues for the education of critical teachers. In this sense, this research focuses on the impact of the representations of language and teacher identity, which teachers bring with them, to the designing of didactic materials (MD) and the possibilities of transforming these representations through the critical-collaborative dialogue (DCC). Taking into account the above reflections, we try to answer the question: how does critical-collaborative dialogue contribute to teachers’ education? Understanding the dialogue as an instrument for reflection and the transformation of perspectives, we investigated the potential of the DCC for the education of more critical teachers, especially in the moments of designing of didactic materials. To achieve this goal, we proposed the following specific objectives: (a) to identify the elements of the DCC that signal a proposal for a change in the production of the MD; (b) to observe whether and how the DCC impacts the MD produced; and (c) to analyze the impacts of DCC on the education of research subjects. The procedures we used in this research are based on the Collaborative Critical Research framework (MAGALHÃES, 2010), an intervention paradigm focused on collaboration, without a polarized relationship between researcher and subjects or research objects. In this framework, understanding and transforming make up a single act. Five subjects of the UFCG undergraduate degree enrolled in the discipline Theories and Practices of Reading, acted as subjects of this research. This research has as empirical objects the transcription of two DCC, the MD produced by the subjects and feedbacks of the subjects about the experience. In our analysis, we focus on three issues that have become most striking in our corpus: the ambivalences between collaboration and individualism; the traditional and the contemporary; security and uncertainties. Among other results, we emphasize that the openness to dialogue, in our experience, culminated in transformations not only in the MD, but also in the representations of the research subjects about what being a teacher means.
Keywords: Formação de Professores
Teacher Training
Formación de Profesores
Diálogo Crítico-Caborativo
Critical-Collaborative Dialogue
Materiais Didáticos
Teaching Materials
Materiales de Enseñanza
???metadata.dc.subject.cnpq???: Planejamento e Avaliação Educacional
Educação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12296
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PHILIPE PEREIRA BORBA DE ARAÚJO – DISSERTAÇÃO (PPGLE) 2018.pdf16.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.