Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12322
Title: Intercompreensão de línguas românicas e canções africanas: uma proposta plurilíngue e intercultural na formação de professores de língua inglesa.
Other Titles: Intercomprehension of romanic languages and african songs: a plurilingual and intercultural proposal in the training of English language teachers.
???metadata.dc.creator???: SANTOS, Thaíse Jordania Porto dos.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ALVES, José Hélder Pinheiro.
???metadata.dc.contributor.referee1???: COSTA, Marco Antônio Margarido.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MARTINS, Selma Alas.
???metadata.dc.contributor.referee3???: COSTA, Heloísa Brito de Albuquerque.
Keywords: Intercompreensão;Intercomprehension;Intercomprensión;Canções;Canciones;Songs;África;Língua Inglesa;English Language;Idioma en Inglés;Plurilinguismo;Plurilingualism
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SANTOS, T. J. P.dos. Intercompreensão de línguas românicas e canções africanas: uma proposta plurilíngue e intercultural na formação de professores de língua inglesa. 136 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Ensino) – Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Os avanços da tecnologia e do mundo digital trouxeram consigo uma maior interligação entre as pessoas. Essa conjuntura nos leva a refletir sobre diferentes maneiras de se trabalhar com o ensino do inglês como língua estrangeira (ILE). A presente pesquisa pretende discutir sobre a importância de se pensar no continente africano como um espaço plurilíngue, constituindo-se, portanto, como um estímulo à aprendizagem da língua inglesa a partir da intercompreensão de línguas Românicas (ILR). Esta pesquisa se justifica por trabalhar com a ILR no ensino de língua inglesa, além de inserir a temática africana na sala de aula, tal como proposto pela Lei 10.639, contribuindo, assim, para formação de professores de inglês em formação inicial, ampliando seus conhecimentos acerca da diversidade linguística e cultural presente na sociedade pós-moderna. Assim, temos como objetivo geral: investigar como a intercompreensão de línguas românicas pode contribuir para o ensino do Inglês como Língua Estrangeira (ILE), enfocando a utilização de canções em três idiomas, como uma ferramenta a ser adotada pelo professor na sala de aula. De modo detalhado, intentamos verificar de que forma a intercompreensão e a proposta plurilíngue contribuem para o desenvolvimento sócio-cultural do professor em formação inicial de ILE; analisar como a interculturalidade e toda pluralidade africana se constituem como importantes vieses para o ensino e a aprendizagem da língua inglesa no contexto exolingue e averiguar a canção como alternativa para a inserção da intercompreensão e da cultura africana no ensino ILE. Para as análises, baseamo-nos nas reflexões de Degache (2003), Alas-Martins (2014) e Capucho (2004), entendendo a IC como um caminho estratégico a ser percorrido no ensino de línguas. Ademais, apoiamo-nos nas contribuições de Carola e Costa (2014), Doyé (2005), Melo-Pfeifer (2014), Bezerra (2016), que também discutem sobre a importância de se trabalhar com intercompreensão na sala de aula de línguas. Além disso, trazemos as discussões de alguns estudiosos que tratam do papel cultural no ensino e na aprendizagem de uma língua estrangeira, tais como Serrani (2005), Coracini (2003), Calvet (2013), além de discutir tal questão, à luz das reflexões de Hall (2014), tratando da identidade cultural da pós-modernidade. Quanto à metodologia, esta pesquisa é qualitativa, quanto à abordagem; do ponto de vista dos objetivos, trata-se de uma pesquisa explicativa, pois elucidamos o porquê e as contribuições a partir dos resultados identificados; por fim, é também uma pesquisa-ação, pois fizemos a intervenção em sala de aula. Tais intervenções foram realizadas, em um curso de extensão, com estudantes do sexto período do curso de Letras-Inglês da Universidade Federal de Campina Grande. Observamos que o referido curso contribuiu para ampliar o conhecimento cultural e linguístico das estudantes acerca do continente africano, além de promover uma reflexão a respeito da inserção da intercompreensão e do plurilinguismo na sala de aula de ILE.
Abstract: The technology advances and the digital world have brought a greater interconnection between people. This situation leads us to reflect about different ways of working with the teaching of English as a foreign language (ILE). The present research intends to discuss the importance of thinking about the African continent as a plurilingual space, constituting, therefore, as a stimulus to the learning of the English language from the intercomprehension of Romance languages (ILR). This research is justified by working with ILR in english language teaching, as well as inserting the African theme in the classroom, as proposed by the Law 10.639, thus contributing to the training of English teachers in initial formation, expanding their knowledge about the linguistic and cultural diversity in the postmodern society. Thus, we have as general objective: to investigate how the intercomprehension of Romance languages can contribute for the teaching of english as a foreign language (ILE), focusing on the use of songs in three languages, as a tool to be adopted by the teacher in the classroom. In a detailed way, we intend to analyse how the intercomprehension and the plurilingual proposal contribute to the socio-cultural development of the english teacher in initial formation; to analyze how interculturality and all the African plurality constitute important biases for the teaching and learning of english language in the exoling context and search the song as an alternative for the insertion of the African understanding and culture in english teaching. For the analysis, we base ourselves on the reflections of Degache (2003), Alas-Martins (2014) and Capucho (2004), treating the intercomprehension such as a strategic path to be covered in language teaching. In addition, we support the contributions of Carola and Costa (2014), Doyé (2005), Melo-Pfeifer (2014), Bezerra (2016), who also discuss the importance of working with intercomprehension in the language classroom. Futhermore, we bring the discussions of some scholars who deal with the cultural role in teaching and learning a foreign language, such as Serrani (2005), Coracini (2003) and Calvet (2013). We also discuss the reflections of Hall (2014), dealing with the cultural identity of the postmodernity. About the methodology, this is a qualitative research, regarding the approach; from the point of view of the objectives, it is an explanatory research, because we explain the contributions from the identified results; finally, it is also an action research, since we did the intervention in the classroom. These interventions were carried out in an extension course, with students of the sixth period of the English-Language course of the Federal University of Campina Grande. We can say that this course has contributed to increasing the students' cultural and linguistic knowledge about the African continent, as well as to promote a reflection about the insertion of intercomprehension and plurilingualism in the classroom of english language teaching.
Keywords: Intercompreensão
Intercomprehension
Intercomprensión
Canções
Canciones
Songs
África
Língua Inglesa
English Language
Idioma en Inglés
Plurilinguismo
Plurilingualism
???metadata.dc.subject.cnpq???: Letras
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12322
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THAÍSE JORDANIA PORTO DOS SANTOS – DISSERTAÇÃO (PPGLE) 2018.pdf2.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.