Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1245
Title: Impactos no estudo da escrita produzidos nos textos de graduandos em Letras.
Other Titles: Impacts in the study of writing produced in the texts of graduates in Letters.
???metadata.dc.creator???: SANTOS, Joelma da Silva.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BEZERRA, Maria Auxiliadora.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ARAÚJO, Denise Lino de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ARANHA, Simone Dália de Gusmão.
Keywords: Gêneros textuais acadêmicos;Letramentos múltiplos.;Escrita - ensino;Calouros de Letras - UFCG;Escrita na universidade
Issue Date: Dec-2009
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SANTOS, Joelma da Silva. Impactos no estudo da escrita produzidos nos textos de graduandos em Letras. 2009. 229f. (Dissertação de Mestrado em Letras), Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: A todo o momento, estamos fazendo uso da escrita em nosso dia-a-dia sem nem mesmo percebermos, o que nos faz concluir que não escrevemos por escrever, mas com um objetivo e intencionalidade. Contudo, os alunos que chegam à universidade têm demonstrado sérios problemas de escrita. Alegam, inclusive, não saberem escrever, já que a escola não lhes proporciona ações de escrita, considerando-se práticas sociais efetivas. Esses alunos quando se deparam com a prática de escrita acadêmica se sentem incapazes, uma vez que lhes é solicitado que escrevam de forma critica e reflexiva, atentando tanto para os aspectos microestruturais do texto (recursos morfológicos e sintáticos) quanto para seus aspectos macroestruturais (organização que manifesta um saber compartilhado, informação nova, justificativa e conclusão). Desse modo, compreendendo ser o ensino de escrita, como objeto de ensino-aprendizagem, um constante desafio para os docentes e discentes, procuramos, nesta presente pesquisa atingir a dois objetivos: 1) Verificar de que forma as orientações de correções recebidas da professora-formadora se incorporam às novas versões do texto dos alunos de Letras e que tipo de correção foi utilizado pela docente, como sendo impactos do ensinoaprendizagem da escrita sobre esses textos; e 2) Identificar os impactos que as disciplinas Prática de Leitura e Produção de Textos I e II (PLPT) provocam nos alunos recém-ingressos no curso de Letras (identificados na concepção de escrita, na leitura, na metodologia de ensino, na correção e na reescritura). A pesquisa é descritivointerpretativa de natureza qualitativa, cup corpus compreende: enunciados de propostas de escrita social e acadêmica; textos dos alunos considerados Iniciante (I), Mediano (M) e Proficiente (P), nas suas primeira e segunda versões; questionário aplicado pela docente no primeiro dia de aula, da disciplina PLPT I; questionário aplicado por nós, na disciplina citada; entrevista semi-estruturada realizada com os alunos em foco, na disciplina PLPT II; e questionário respondido pelos alunos após terem cursado as disciplinas em foco. Nossa pesquisa fundamenta-se na abordagem interacionista sócio-discursiva de escrita. Os resultados sinalizam que o ensino acadêmico, oferecido no curso de Letras, provocou um impacto, embora incipiente, ainda, nos textos dos alunos I e M, bem como a metodologia do ensino universitário provocou mudanças quanto à concepção de escrita e os modos de apreender a escrita dos alunos I, M e P, uma vez que na academia eles precisaram ler e escrever além do que lhes era exigido no Ensino Fundamental (EF) e no Ensino Médio (EM). Com esses resultados, concluímos que os alunos chegam à universidade trazendo consigo lacunas no que se refere aos aspectos macro e microestruturais, refletindo, assim, em seus textos produzidos na academia, os quais passam por alterações após as sugestões de reescrita da docente e reescritos pelos alunos. Isso nos faz concluir que entre o saber estudar sobre escrita e o saber escrever efetivamente há uma grande distância. Logo nós não podemos ensinar a escrever, falando sobre escrita temos que estimular os alunos para escrever, preferencialmente, a partir de práticas de letramentos diferenciadas, não só da academia, mas de outras instâncias sociais, de acordo com suas próprias necessidades.
Abstract: Every time, we are making use of writing in our day to day without even realizing what makes us conclude that we do not write by writing, but one with purpose and intentionality. However, students who come to the university have shown serious problems of writing. They claim, including not knowing how to write, since the school does not give them shares of writing, considering effective social practices. These students when faced with the practice of university writing feel helpless because they are being asked to write critically and reflectively, paying attention to the micro-structural features of the text (morphological and syntactic features) and for macro-structural aspects (organization that expresses a shared knowledge, new information, explanation and conclusion). Thus, understanding to the teaching of writing, as an object of teaching and learning, a constant challenge for teachers and students, we at this present research to achieve two objectives: 1) Check how the guidelines corrections received from teacher trainer to incorporate the new versions of the text of the students of Humanities and what kind of correction was used by the teacher, as impacts of teaching and learning of writing about these texts, and 2) Identify the impacts that the disciplines Practice Reading and Production Texts I and II (PLPT) cause the freshmen students in the course of Arts (identified in the design of writing, reading, teaching methodology, cornucting and rewriting). The research is descriptive and interpretative qualitative, whose corpus includes: set of questions representing proposals for social and university writing, students' texts considered Beginner (I), Medium (M) and Proficient (P): in its first and second versions; questionnaire administered by the teacher on the first day of school, discipline PLPT I; questionnaire applied by us in the discipline mentioned, semi-structured interviews conducted with students in focus, discipline PLPT II, and a questionnaire answered by students after having completed subjects in focus. Our research is based on the socio-interactionist approach discursive writing, the results indicate that the academic education offered in the course of Humanities, has caused an impact, although in its infancy, yet the :exts of the students I and M, and the method of university education led to changes on the design of writing and ways of understanding the students' writing I, M and P, as in university they need to read and write beyond what they were requied in Basic Education (EF) and in high school (EM). With these results, we concluded that students come to university bringing with gaps in relation to the macro-and microreflecting, in their texts produced in the academy, which undergo changes after the suggestions of the teacher's rewritten and rewritten students. This leads us to conclude that among the study know about writing and how to write effectively is a great distance. So we can not teach writing, talking about writing that have effectively put the students to write, preferably from different literacy practices not on\y from university but from other social organizations, according to their own needs.
Keywords: Gêneros textuais acadêmicos
Letramentos múltiplos.
Escrita - ensino
Calouros de Letras - UFCG
Escrita na universidade
???metadata.dc.subject.cnpq???: Letras
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1245
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOELMA DA SILVA SANTOS - DISSERTAÇÃO POSLE 2009..pdfJoelma da Silva Santos - Dissertação POSLE 2009.12.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.