Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12459
Title: O trabalho em rede no CAPS I João Paulo II: desafios e possibilidades para sua efetivação.
Other Titles: networking at CAPS I João Paulo II: challenges and possibilities for its effectiveness.
Networking at CAPS I João Paulo II: challenges and possibilities for its effectiveness.
???metadata.dc.creator???: LUCENA, Fernanda Maria Gomes de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: FRANÇA JÚNIOR, Reginaldo Pereira.
???metadata.dc.contributor.referee1???: EIDAM, Vanessa.
???metadata.dc.contributor.referee2???: JÁCOME, Palloma Maria Gomes.
Keywords: Saúde Mental;Portadores de Transtornos Mentais;Serviço Social;Reforma Psiquiátrica;Conformismo;CAPS;Mental Health;Mental Disorders;Social Work;Psychiatric Reform;Conformity;CAPS
Issue Date: 1-Aug-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: LUCENA, Fernanda Maria Gomes de. O trabalho em rede no CAPS I João Paulo II: desafios e possibilidades para sua efetivação. 2018. - Monografia (Curso de Graduação em Serviço Social) Centro de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Federal de Campina Grande, Sousa/PB - Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Este Trabalho de Conclusão de Curso tem como tema “O trabalho em rede no CAPS i: desafios e possibilidades para sua efetivação”, identificando os desafios encontrados para a efetivação do trabalho em rede nesse espaço, para tanto, foram elencados os percalços encontrados pelo assistente social para a realização deste serviço e sua atuação no CAPS i João Paulo II.O trabalho foi motivado por reflexões realizadas a partir do campo de estágio no CAPS i João Paulo II– Centro de Atenção Psicossocial para Crianças e Adolescentes. Sendo assim, o objetivo da pesquisa se mostra em compreender a importância do trabalho em rede diante dos desafios apresentados para sua efetivação. Neste sentido o presente trabalho apresenta um breve histórico sobre a política de saúde brasileira, que antes de se constituir como direito do cidadão e dever do Estado, passou por um longo percurso, com obstáculos e avanços, conforme discutiremos no decorrer deste trabalho. Em seguida abordaremos um pouco da historicidade da Seguridade Social de forma suscita para uma compreensão mais ampla, posteriormente, teceremos algumas reflexões acerca da política de desmonte neoliberal e os seus reflexos na efetivação da Política de Saúde Brasileira finalizando com a Saúde Mental e seus desdobramentos refletindo sobre a atual política de saúde mental e seus atores, trazendo dados sobre a política de Saúde Mental no Brasil em especial sobre os CAPS – Centros de Atenção Psicossocial. Mostrando que o objetivo inicial das internações não era o tratar e reabilitar essas pessoas para o convívio social, mas, excluí-las. Em oposição à saúde mental que enclausurava a vida das pessoas acometidas de transtornos mentais e seus familiares, surge a Reforma Psiquiátrica levantando a bandeira de luta em busca das mudanças necessárias nas práticas de saúde mental, sendo este um marco fundamental nas mudanças que estão a caminho. A pesquisa aponta as dificuldades em efetivar o trabalho em rede, além de, apresentar a fragmentação dos processos de trabalho gerando a ineficiência dos tratamentos e o conformismo profissional. Ao mesmo tempo, constatamos a existência de uma rede informal, que envolve a presença de outras instituições para além da saúde. Desta forma, realizou-se uma pesquisa quali-quantitativa, orientado pelo método crítico-dialético. A partir da análise dos dados aponta-se a necessidade de articulação entre os serviços a partir de um sistema mais flexível e não fragmentado. Portanto o Serviço Social adentra a área da Saúde Mental, atuando junto aos pacientes, familiares e/ou cuidadores das pessoas em sofrimento mental, sendo registrado seu ingresso nessa área desafiadora por volta do ano de 1946.
Abstract: This Course Conclusion Paper has as its theme "Networking in CAPS i: challenges and possibilities for its effectiveness", identifying the challenges encountered for the effective work in redenesse space, for that, were listed the mishaps found by the social worker for the accomplishment of this service and its performance in the CAPS and John Paul II. The work was motivated by reflections made from the field of internship in the CAPS and John Paul II - Psychosocial Attention Center for Children and Adolescents. Therefore, the objective of the research is shown in understanding the importance of networking in the face of the challenges presented for its effectiveness. In this sense, the present work presents a brief history about Brazilian health policy, which before being constituted as a citizen's right and the duty of the State, has gone through a long journey, with obstacles and advances, as we will discuss in the course of this work. Afterwards, we will address a little of the social security historicity in a way that prompts a broader understanding. Later, we will make some reflections about the policy of neoliberal dismantling and its effects on the effectiveness of the Brazilian Health Policy, ending with Mental Health and its consequences, reflecting on the current mental health policy and its actors, bringing data on Mental Health policy in Brazil, especially on CAPS - Psychosocial Care Centers. Showing that the initial goal of hospitalizations was not to treat and rehabilitate these people for social interaction, but to exclude them. As opposed to the mental health that cloistered the life of people affected by mental disorders and their families, the Psychiatric Reform arises raising the fight flag in search of the necessary changes in the mental health practices, being this a fundamental landmark in the changes that are in way . The research points out the difficulties in effecting networking, in addition to presenting the fragmentation of the work processes, generating the inefficiency of the treatments and the professional conformism. At the same time, we noticed the existence of an informal network, which involves the presence of other institutions besides health. In this way, a qualitative-quantitative research was conducted, guided by the critical-dialectical method. From the analysis of the data it is pointed out the need for coordination between services from a more flexible and non-fragmented system. Therefore Social Service enters the area of Mental Health, acting with the patients, relatives and / or caregivers of the people in mental suffering, being registered its entrance in this challenging area around the year of 1946.
Keywords: Saúde Mental
Portadores de Transtornos Mentais
Serviço Social
Reforma Psiquiátrica
Conformismo
CAPS
Mental Health
Mental Disorders
Social Work
Psychiatric Reform
Conformity
CAPS
???metadata.dc.subject.cnpq???: Serviço Social
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12459
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FERNANDA MARIA GOMES DE LUCENA - TCC SERVIÇO SOCIAL 2018.pdf511.36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.