Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12682
Title: Cultivo de microalgas em soro de fécula de mandioca.
Other Titles: Cultivation of microalgae in cassava starch serum.
???metadata.dc.creator???: HAMDAN, Viviane Pereira Tibúrcio.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ARAÚJO, Gilmar Trindade de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: PEREIRA, Darlan Azevedo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ROCHA, Ana Paula Trindade.
???metadata.dc.contributor.referee3???: RAMOS, Wagner Brandão.
???metadata.dc.contributor.referee4???: PEARSON, Howard William.
Keywords: Microorganismos fotossintetizantes;Photosynthetic microorganisms;Microorganismos fotosintéticos;Meios residuais;Medios residuales;Residual media;Composição bioquímica;Biochemical composition;Composición bioquímica;Goma de tapioca;Tapioca gum
Issue Date: 30-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: HAMDAN, V. P. T. Cultivo de microalgas em soro de fécula de mandioca. 2020. 129 f. Tese (Doutorado em Engenharia Química), Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Centro de Ciência e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2020.
???metadata.dc.description.resumo???: Microalgas são micro-organismos que pode conter em sua composição altos valores proteína, lipídios e carboidratos, componente este de grande interesse para aplicações biotecnológicas e em especial na indústria de alimentos. Entretanto existem alguns entraves econômicos que inviabilizam esta produção em larga escala. Sendo assim esse trabalho teve como objetivo de cultivar microalgas dulcícolas em fotobiorreator, usando como meio de cultura soro de fécula de mandioca (SFM) visando a obtenção de biomassa seca em grande quantidade para formulação de produtos alimentícios. Para isso foram cultivadas 4 cepas de microalgas Coelastrum sp., Oocystis sp., Scenedesmus quadricauda, Scenedesmus sp. e realizar a primeira prospecção que foi da concentração ideal de SFM para o crescimento celular, esse cultivo foi acompanhado pela técnica de citometria de fluxo, PAM e fluorescência in vivo. A segunda etapa se deu a partir do cultivo em SFM na concentração ideal para obtenção da biomassa seca e a partir dela determinar o rendimento e produtividade de biomassa, dos componentes bioquímicos e análises térmicas das cepas Oocystis sp., Scenedesmus quadricauda, Scenedesmus sp. A terceira etapa ocorreu a partir da resposta da segunda etapa focando para o conteúdo proteico sendo assim a cepa selecionada para ser cultivada em fotobiorreator Scenedesmus sp usando como meio de cultivo o SFM, foram determinada na biomassa análises de lipídio, proteína, carboidrato, ésteres metílicos, perfil dos ácidos graxos e análise termogravimétrica. Em seguida as diferentes concentrações da goma de tapioca foram formuladas e realizadas as determinações físico-químicas da mesma. Dentre as quatro cepas estudadas 3 apresentaram melhor desempenho de crescimento no soro de fécula em diferentes concentrações (25% e 50%) além de expressar uma melhor estimativa de lipídio a cepa Scenedesmus sp. cultivada em SFM à 50% foi a que apresentou uma melhor resposta de conteúdo proteico (68%), logo esta cepa na especifica concentração de SFM foi cultivada em fotobiorreator e a biomassa obtida foi usada na formulação da tapioca. De forma geral, espécies viáveis para produção em larga escala, capazes de crescer em meio residual foram propostas neste estudo na perspectiva de um novo produto.
Abstract: Microalgae are microorganisms that may contain in their composition high protein values, lipids and carbohydrates, a component of great interest for biotechnological applications and especially in the food industry. However there are some economic barriers that make this largescale production unfeasible. Thus, this work aimed at cultivate sweet microalgae in photobioreactor using starch serum as culture médium cassava (SFM) in order to obtain large amounts of dry biomass for formulation of food products. For this, 4 strains of microalgae were cultivated. Coelastrum sp., Oocystis sp., Scenedesmus quadricauda, Scenedesmus sp. and perform the first Prospecting the ideal FMS concentration for cell growth, this culture was followed by flow cytometry, MAP and fluorescence in vivo. The second stage was based on SFM cultivation at the ideal concentration to obtain dry biomass. and from it determine the yield and productivity of biomass, components Biochemical and thermal analysis of Oocystis sp., Scenedesmus quadricauda, Scenedesmus sp. The third stage occurred from the response of the second stage focusing on the protein content and thus the strain selected to be grown in photobioreactor Scenedesmus sp using SFM as a culture médium of lipid, protein, carbohydrate, methyl esters, fatty acid profile and analysis thermogravimetric. Then the different concentrations of tapioca gum were formulated and made the physicochemical determinations of the same. Among the four strains studied 3 presented better growth performance in starch serum in different concentrations (25% and 50%) and express a better estimate of lipid to strain. Scenedesmus sp. cultivated in 50% SFM showed the best response of protein content (68%), so this strain in the specific concentration of SFM was grown in photobioreactor and the biomass obtained were used in the tapioca formulation. In general, species viable for large-scale production capable of growing in waste media have been proposed in this study from the perspective of a new product.
Keywords: Microorganismos fotossintetizantes
Photosynthetic microorganisms
Microorganismos fotosintéticos
Meios residuais
Medios residuales
Residual media
Composição bioquímica
Biochemical composition
Composición bioquímica
Goma de tapioca
Tapioca gum
???metadata.dc.subject.cnpq???: Engenharia Química
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12682
Appears in Collections:Doutorado em Engenharia Química.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VIVIANE PEREIRA TIBÚRCIO HAMDAN - TESE (PPGEQ) 2019.pdf4.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.