Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12765
Title: Trabalho, precarização e relações de produção capitalista.
Other Titles: Labor, precariousness and capitalist production relations.
???metadata.dc.creator???: MONTE, Sayuri Miyashita Do.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SOUSA, Darcon.
Keywords: Capitalismo;Relações de trabalho;Precarização;Capitalism;Labor relations;Precariousness
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: MONTE, Sayuri Miyashita Do. Trabalho, precarização e relações de produção capitalista. 2019. 18 f. (Trabalho de Conclusão de Curso - Relatório de Estágio Supervisionado), Curso de Administração, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A competitividade acirrada pelas empresas em busca de flexibilidade na contratação tem levado a um cenário preocupante onde nem sempre o trabalhador é o beneficiado, e isso se reflete tanto nos indivíduos com grau de escolaridade mais elevado quanto aos demais que não tiveram o privilégio de uma formação acadêmica. Visto isto, o objetivo do trabalho está em descrever as condições que desumanizam e precarizam o trabalho com o intuito de compreender como acontece e o que pode ser feito para amenizar seus efeitos e condições no trabalhador. Durante a pesquisa, utilizando análise documental, viu-se que houve uma ampliação da precarização do trabalho não só no Brasil como também no mundo. Há diversas estratégias e manipulações para mascarar os vínculos empregatícios onde são utilizados outros artifícios e não há garantias para o trabalhador quando não são confiscados documentos em situações mais extremas como o trabalho escravo, onde são impostas ao indivíduo dívidas contraídas antes mesmo dele receber qualquer valor pelo seu trabalho. Desse modo, constata-se que ainda há muito o que ser feito para a melhoria das condições de trabalho e que a precarização vem afetando não só indivíduos com baixa escolaridade, mas também indivíduos de nível superior apontando um cenário de incertezas, insegurança, instabilidade e tendo seus direitos e benefícios sociais violados.
Abstract: The fierce competitiveness of companies in search of flexibility in hiring has led to a worrying scenario where the worker is not always the beneficiary, and this is reflected both in individuals with higher education level and others who did not have the privilege of training. academic Given this, the objective of the work is to describe the conditions that dehumanize and precarious work in order to understand how it happens and what can be done to soften its effects and conditions on the worker. During the research, using documentary analysis, it was found that there was an increase in the precariousness of work not only in Brazil but also in the world. There are several strategies and manipulations to mask employment relationships where other devices are used and there are no guarantees for the worker when documents are not confiscated in more extreme situations such as slave labor, where debts are imposed on the individual before he or she even receives any value for it. your job. Thus, it can be seen that much remains to be done to improve working conditions and that precariousness has been affecting not only low-educated individuals, but also higher-level individuals pointing to a scenario of uncertainty, insecurity, instability and having their rights and social benefits violated.
Keywords: Capitalismo
Relações de trabalho
Precarização
Capitalism
Labor relations
Precariousness
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12765
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SAYURI MIYASHITA DO MONTE -TCC ADMINISTRAÇÃO 2019..pdf489.37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.