Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12773
Title: A responsabilização das mulheres e o discurso da autonomia financeira no tocante a titularidade do Programa Bolsa Família: uma análise no Município de José da Penha - RN.
Other Titles: The accountability of women and the discourse of financial autonomy with respect to the ownership of the Program Bolsa Família: an analysis in the municipality of José da Penha - RN.
???metadata.dc.creator???: PEREIRA, Hiasmin de Tarso.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SOUSA, Tatiana Raulino de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: CARVALHO, Glaucia Maria de Oliveira.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Patricia Cavalcante da.
Keywords: Programa Bolsa Família;Autonomia Financeira;Titularidade;Responsabilização das Mulheres;female ownership;Bolsa Família Program;women's empowerment;financial autonomy
Issue Date: 6-Mar-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: PEREIRA, Hiasmin de Tarso. A responsabilização das mulheres e o discurso da autonomia financeira no tocante a titularidade do Programa Bolsa Família: uma análise no município de José da Penha - RN. 2018. - Monografia (Curso de Graduação em Serviço Social) Centro de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Federal de Campina Grande, Sousa/PB - Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: A presente monografia é resultado de uma pesquisa de campo realizada na cidade de José da Penha-RN, em torno do tema da responsabilização das mulheres titulares do Programa Bolsa Família e o discurso ideológico levantado no PBF, sobre uma possível autonomia financeira das mulheres, após o recebimento da transferência monetária. Partimos da premissa de que a titularidade do PBF - apesar de positiva, já que possibilita renda para as beneficiárias- acaba corroborando para ratificação de uma lógica, que sobrecarrega as mulheres que são titulares, reforçando uma naturalização da mulher nos espaços privados, principalmente no tocante aos cuidados com os filhos (as) e o lar. Também entendemos que o PBF não é um mecanismo capaz de proporcionar uma autonomia financeira, tendo em vista, que a transferência monetária é ínfima para proporcionar melhorias nos quadros de ampliação financeira das famílias. Esta monografia tem como objetivo geral: Analisar as relações de gênero presentes no Programa Bolsa Família no que se refere à titularidade feminina, e como objetivos específicos: compreender a família e seu papel na sociedade contemporânea; Apreender os atuais contornos formados pelos serviços de Assistência Social e as relações de gênero e Averiguar junto das beneficiárias do PBF as alterações provocadas em suas condições de vida pelo programa. Para isso, realizamos um estudo bibliográfico, referente às famílias brasileiras e sua funcionalidade, bem como a proteção do Estado com relação a elas; sobre as principais categorias teóricas que solidificaram a defesa do pressuposto citado, tais como: Gênero, Patriarcado, Divisão Sexual do Trabalho e Relações sociais de Sexo. Com intuito de fundamentar nosso estudo e consolidar nossa investigação, realizaremos uma pesquisa de campo com as mulheres beneficiárias que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo, do Centro de Referencia da Assistência Social (CRAS) da Cidade de José da Penha. Foram realizadas entrevistas gravadas e semiestruturadas com escopo de colher os “achados” da pesquisa. Assim, podemos compreender que a titularidade feminina do PBF e sua inteira responsabilidade com relação ao PBF têm influência direta das relações sociais entre os sexos, que colocam a mulher como sujeito gerenciador das atividades domésticas e do cuidado com a família, reproduzindo esse pressuposto não só para o campo privado, no entanto, para todos os aspectos da vida social, inclusive para as políticas e programas sociais.
Abstract: This monograph is the result of a field research carried out in the city of José da Penha-RN, around the issue of the accountability of women holders of the Bolsa Família Program and the ideological discourse raised in the PBF, about the possible financial autonomy of women, after the receipt of the monetary transfer. We start from the premise that the ownership of the PBF - although positive, since it allows income for the beneficiaries - ends up corroborating the ratification of a logic that overloads the women who are holders, reinforcing a naturalization of women in private spaces, especially regarding caring for children and the home. We also understand that the PBF is not a mechanism capable of providing financial autonomy, considering that the monetary transfer is negligible in order to provide improvements in the families' financial expansion frameworks. This monograph aims to: Analyze the gender relations present in the Bolsa Família Program with regard to female ownership, and as specific objectives: to understand the family and its role in contemporary society. To apprehend the present contours formed by the Social Welfare services and the gender relations and To find out from the beneficiaries of the PBF the changes caused in their living conditions by the program. For this, we carried out a bibliographic study, referring to the Brazilian families and their functionality, as well as the protection of the State in relation to them; on the main theoretical categories that solidified the defense of the cited presupposition, such as: Gender, Patriarchy, Sex Division of Labor and Social Relations of Sex. In order to base our study and consolidate our research, we will carry out a field research with the beneficiary women who are part of the Coexistence and Strengthening of the Service of the Social Assistance Referral Center (CRAS) of the City of José da Penha. Recorded and semi-structured interviews were carried out with the purpose of gathering the "findings" of the research. Thus, we can understand that the female ownership of the PBF and its full responsibility for the PBF have a direct influence on the social relations between the sexes, which place women as the manager of domestic activities and care for the family, reproducing this presupposition not only for the private field, however, for all aspects of social life, including for social policies and programs
Keywords: Programa Bolsa Família
Autonomia Financeira
Titularidade
Responsabilização das Mulheres
female ownership
Bolsa Família Program
women's empowerment
financial autonomy
???metadata.dc.subject.cnpq???: Serviço Social
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12773
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HIASMIN DE TARSO PEREIRA - TCC SERVIÇO SOCIAL 2018.pdf884.32 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.