Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13038
Title: Farinhas de sementes de melão neve (Cucumis melo sp.) produzidas por secagem intermitente e contínua: propriedades físico-químicas e estabilidade durante o armazenamento.
Other Titles: Flours of snow melon seeds (Cucumis melo SP.) produced by intermittent and continuous drying: physical-chemical properties and stability during storage.
???metadata.dc.creator???: SILVA, Renato Costa da.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: GOMES, Josivanda Palmeira.
???metadata.dc.contributor.advisor2???: SILVA, Wilton Pereira da.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SILVA, Cleide Maria Diniz Pereira da Silva e.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PRIMO, Dalmo Marcello de Brito.
Keywords: Convecção;Isoterma;Predição da Cinética de Secagem;Ls Optimizer;Sementes de Melão;Melão Neve - Farinhas das Sementes;Convection;Isotherm;Prediction of Drying Kinetics;Melon Seeds;Snow Melon - Seed Flours
Issue Date: 20-Feb-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SILVA, R. C. da. Farinhas de sementes de melão neve (Cucumis melo sp.) produzidas por secagem intermitente e contínua: propriedades físico-químicas e estabilidade durante o armazenamento. 2020. 118 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: As indústrias e a população em geral têm como hábito alimentar, a partir do processamento dos frutos, o descarte das cascas e das sementes gerando resíduos, quando os mesmos podem ser aproveitados como subprodutos. Atualmente transformar esses subprodutos que geralmente contém propriedades nutritivas em farinha é um processo viabilizador, pois além de ser uma opção para elaboração de alimentos, permite um destino mais nobre a um produto que geralmente é descartado junto a outros resíduos orgânicos. Poucos relatos se têm sobre o melão neve, de acordo com o pressuposto objetivou-se neste projeto a obtenção da farinha das sementes de melão neve secas de modo intermitente e contínua. Por não existir relatos na literatura da semente, o estudo foi realizado inicialmente a partir das propriedades físicas e da caracterização físico e físico-química das sementes. A secagem das mesmas foi feita em secador de leito fixo na temperatura de 60 ºC sob influência da velocidade do ar a 1 m s-1. As farinhas foram submetidas as avaliações quanto a parâmetros físicos, químicos e físico-químicos; com as melhores foi realizada a higroscopicidade através de isoterma de adsorção, calor isostérico e o armazenamento em temperatura ambiente, durante 90 dias. Constatou-se que as sementes de melão neve tem diferenças físicas em comparação a outras variedades de melão. O modelo de Page foi o que melhor se ajustou na predição dos dados experimentais da cinética de secagem das sementes, sendo capaz de obter a predição da cinética de secagem intermitente incluindo o tempo de têmpera. As farinhas apresentaram umidade inferior a 6%, a secagem intermitente preservou as proteínas e lipídios mais que a contínua. O modelo de Peleg foi o que que melhor se ajustou na predição dos dados experimentais das isotermas de adsorção de umidade. Durante o armazenamento houve o aumento da umidade e atividade de água (aw), a degradação de proteínas e lipídeos e cor das farinhas. A farinha produzida de forma contínua tendeu a ter maior absorção de água e aumento da aw. O tipo de embalagem não influenciou nos resultados.
Abstract: Industries and the population in general have as a food habit, from the processing of the fruits, the discard of the husks and the seeds generating waste, when they can be used as by-products. Nowadays, turning these byproducts, which generally contain nutritional properties, into flour is a viable process, since besides being an option for food preparation, it allows a more noble destination to a product that is usually discarded along with other organic waste. Few reports have been made about the melon snow, according to the assumption the purpose of this project was to obtain the flour of the snow melon seeds dried intermittently and continuously. Because there are no reports in the seed literature the study was carried out initially from the physical properties and the physical and physicochemical characterization of the seeds; the drying was done in a fixed bed dryer at a temperature of 60 ºC under the influence of the air velocity at 1 m / s; obtained, the flours were evaluated for physical, chemical and physicochemical parameters; of the best flours was carried out hygroscopicity through adsorption isotherm, isosteric heat and storage at room temperature for 90 days. It has been found that snow melon seeds have physical differences compared to other melon varieties. The Page model was the best fit for the prediction of experimental kinetics of seed drying and was able to predict the kinetics of intermittent drying including quenching time. Flours had a moisture content of less than 6%, intermittent drying preserved proteins and lipids more than continuous. The PELEG model was the one that best fit the prediction of the experimental data of the moisture adsorption isotherms. During storage there was increased moisture and water activity (aw), degradation of proteins and lipids and color of flours. The continuously produced flour tended to have higher water absorption and increased aw. The type of packaging did not influence the results.
Keywords: Convecção
Isoterma
Predição da Cinética de Secagem
Ls Optimizer
Sementes de Melão
Melão Neve - Farinhas das Sementes
Convection
Isotherm
Prediction of Drying Kinetics
Melon Seeds
Snow Melon - Seed Flours
???metadata.dc.subject.cnpq???: Engenharia Agrícola
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13038
Appears in Collections:Mestrado em Engenharia Agrícola.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RENATO COSTA DA SILVA - DISSERTAÇÃO (PPGEA) 2020.pdf4.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.