Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1338
Title: O “agronegócio sertanejo”: (re)pecuarização e grande propriedade rural na microrregião de Catolé do Rocha (PB), semiárido nordestino.
???metadata.dc.creator???: MAIA, Kaliane de Freitas.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CUNHA, Luis Henrique.
???metadata.dc.contributor.referee1???: MOTA, Dalva Maria da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Anieres Barbosa da.
???metadata.dc.contributor.referee3???: GOMES, Ramonildes Alves.
???metadata.dc.contributor.referee4???: SILVA, Aldenor Gomes da.
Keywords: Agronegócio Sertanejo;(Re)pecuarização;Semiárido;Latifúndio;Agribusiness;Cattle Industry;Semiarid Region;Landlordism
Issue Date: 29-Nov-2013
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: MAIA, K. de F. O “agronegócio sertanejo”: (re)pecuarização e grande propriedade rural na microrregião de Catolé do Rocha (PB), semiárido nordestino. 2013. 121 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais), Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2013.
???metadata.dc.description.resumo???: O trabalho abrange as transformações sociais, econômicas, técnicas e produtivas que têm sido vivenciadas nas médias e grandes propriedades rurais do semiárido nordestino, demarcando as especificidades dos esforços recentes de modernização e de integração aos mercados de produtos agropecuários. Objetivou-se entender como os proprietários rurais reagem e se organizam frente aos processos de modernização após a decadência do sistema latifúndio/algodão/pecuária/morada a partir de finais da década de 1970. Propomos a utilização da noção de “agronegócio sertanejo” para a compreensão destas transformações. Para a realização dos objetivos, decidiu-se pela realização de pesquisa de campo na microrregião de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba. O município de Catolé do Rocha e os demais desta microrregião estão historicamente ligados ao poder dos coronéis e à manutenção do patrimônio fundiário, dando fama nacional às oligarquias familiares, em especial à família Maia. Entrevistas realizadas junto aos médios e grandes proprietários de terras dos municípios que compõe a microrregião, levantamentos de dados junto ao IBGE e INCRA e coleta de informações junto ao cartório do município de Catolé do Rocha e arquivos da família Maia, compõem nosso universo empírico de análise. Para dar conta de refletir sobre a forma particular do agronegócio no semiárido nordestino, combinada a outras formas sociais assumidas pela grande propriedade na região, está tese se orienta pela seguinte questão: em que medida podemos compreender os processos de reestruturação produtiva engendrados nas últimas décadas nas médias e grandes propriedades da microrregião de Catolé do Rocha a partir da noção de “agronegócio sertanejo”? e (re)pecuarização? A compreensão das estratégias adotadas pelos proprietários na conformação do que estamos chamando de “agronegócio sertanejo” passa necessariamente pela ressignificação da atividade pecuária e pela emergência de novas formas sociais que levaram à superação do antigo latifúndio. As duas noções que mobilizamos neste trabalho expressam uma certa ambiguidade de lógicas discursivas e práticas em traços constitutivos da identidade de médios e grandes proprietários rurais, em que tradicionalismo e conservadorismo convivem com ideias de modernização e empreendedorismo.
Abstract: This thesis covers the social, economic, technical and productive changes that have been experienced in medium and large-size farms in the semiarid region in Northeast, Brazil, as part of recent efforts to modernize and integrate these rural properties to regional and national markets of agricultural products. This study aimed to understand how landowners have responded to the decline of landlordism system from the late 1970s. The expression “Agronegócio sertanejo” (backcountry agribusiness) was created to understand such transformations. The field research was conduct in Catolé do Rocha, Paraíba State, ncluding interviews and research on local archives. This region was historically linked to the power of landowners, giving national fame to the family oligarchies, especially the Maia family. The work was guided by this central question: to what extent can we understand the processes of productive restructuring engendered in recent decades in medium and large farms of Catolé do Rocha region from the notion of "Agronegócio sertanejo"? This process implied the redefinition of the cattle industry and the emergence of new social forms that led to the overcoming of the landlordism system. The social dynamics express an ambiguity of logical and discursive practices in constituting the identity traits of landowners in semiarid region in Brazil, where traditionalism and conservatism coexist with ideas of innovation and entrepreneurship.
Keywords: Agronegócio Sertanejo
(Re)pecuarização
Semiárido
Latifúndio
Agribusiness
Cattle Industry
Semiarid Region
Landlordism
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Sociais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1338
Appears in Collections:Doutorado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KALIANE DE FREITAS MAIA - TESE (PPGCS) 2013.pdf6.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.