Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13554
Title: Estresse ocupacional e síndrome de Burnout em enfermeiros docentes.
Other Titles: Occupational stress and Burnout syndrome in teaching nurses.
???metadata.dc.creator???: MELO, Wanderson dos Santos Nunes de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: VIDERES, Arieli Rodrigues Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ABRANTES, Kennia Sibelly Marques de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PINHEIRO, Maria Berenice Gomes Nascimento.
Keywords: Síndrome de Burnot;Estresse Ocupacional;Enfermeiros docentes - esgotamento profissional;Burnot syndrome;Occupational Stress;Teaching nurses - professional burnout
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: MELO, Wanderson dos Santos Nunes de. Estresse ocupacional e síndrome de Burnout. 2011. 80f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: Introdução: A síndrome de burnout e um transtorno adaptativo crônico que acomete trabalhadores e caracteriza-se por três expressões de sofrimento psíquico: cansaço emocional, despersonalização e baixa realização pessoal. Objetivo: investigar a existência do estresse ocupacional e consequentemente da síndrome de burnout entre enfermeiros docentes. Metodologia: estudo exploratório-descritivo, com abordagem quantitativa, desenvolvido no Centro de Forma9ao de Professores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus Cajazeiras. A população do estudo foi formada por todos os profissionais enfermeiros lotados na Unidade Acadêmica de Ciências da Visa (UACV)/Centro de Formação de Professores (CFP) que lecionam no Curso Bacharelado em Enfermagem desta instituição, perfazendo um universo de 17 docentes.-A amostra por sua vez, foi composta por 14 profissionais escolhidos através de uma amostragem não-probabilística intencional. Os dados coletados no mês de outubro de 2011 através de um questionário estruturado composto pelos dados sócio-demográficos, econômicos e laborais, pelo Maslach Burnout Inventory (MBI) e pela Escala de Satisfa9ao e Realiza9ao (ESR) os quais foram analisados através do Statistical Package for the Social Sciences (Programa SPSS). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) sob protocolo n° 0514.0.133.000-11. Resultados e Discussão: traçou-se um perfil de docentes predominantemente do sexo feminino, com idades entre a faixa etária dos 31 aos 45 anos (71%), casadas (78,6%), com filhos (42,9%) e/ou sem filhos (42,9%), renda familiar acima de cinco salários mínimos (78,6%), especialistas (50%), apenas exercem função docente (85,7%), regime de trabalho T-20 (57,1), sem acumulação de cargos (57,1%), tempo de experiência na docência entre quatro a cinco anos (42,9%) e na enfermagem acima de 11 anos (42,6%), tempo de admissão entre três a quatro anos (35,7%), dormindo de seis a oito horas diárias sem auxílio de medicamentos (78,6%>), exercendo alguma atividade física (57,1%). A maioria dos participantes (74,8%) apresentou um baixo nível de burnout, mostrando-se realizados e satisfeitos com seu trabalho/profissão e consigo mesmos. Conclusão: Fica patente a necessidade de um número maior de pesquisas sobre o estresse ocupacional nos profissionais de enfermagem que dedicam atenção a docência, pois poderão contribuir ainda mais na compreensão da dinâmica do trabalho e na elaboração de habilidades e competências que promovam a saúde destes profissionais, propondo ações que minimizem ainda mais os impactos do estresse ocupacional.
Abstract: Introduction: The burnout syndrome and a chronic adaptive disorder that affects workers and is characterized by three expressions of psychological distress: emotional tiredness, depersonalization and low personal fulfillment. Objective: to investigate the existence of occupational stress and consequently the burnout syndrome among nurse professors. Methodology: exploratory-descriptive study, with a quantitative approach, developed at the Teacher Training Center of the Federal University of Campina Grande (UFCG), Cajazeiras campus. The study population was formed by all nurse professionals assigned to the Academic Science Unit of Visa (UACV) / Teacher Training Center (CFP) who teach in the Bachelor of Nursing Course at this institution, making up a universe of 17 teachers.-A The sample, in turn, was composed of 14 professionals chosen through an intentional non-probabilistic sampling. The data collected in October 2011 through a structured questionnaire composed of socio-demographic, economic and labor data, the Maslach Burnout Inventory (MBI) and the Satisfaction and Achievement Scale (ESR) which were analyzed using the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS Program). The study was approved by the Research Ethics Committee of the State University of Paraíba (UEPB) under protocol No. 0514.0.133.000-11. Results and Discussion: a profile of predominantly female teachers was drawn, aged between 31 and 45 years old (71%), married (78.6%), with children (42.9%) and / or without children (42.9%), family income above five minimum wages (78.6%), specialists (50%), only exercise teaching function (85.7%), work regime T-20 (57, 1), without accumulation of positions (57.1%), time of experience in teaching between four to five years (42.9%) and in nursing over 11 years (42.6%), time of admission between three to four years (35.7%), sleeping six to eight hours a day without medication (78.6%>), exercising some physical activity (57.1%). Most of the participants (74.8%) had a low level of burnout, showing that they were fulfilled and satisfied with their work / profession and with themselves. Conclusion: There is a clear need for more research on occupational stress in nursing professionals who dedicate attention to teaching, as they may contribute even more to the understanding of the dynamics of work and the development of skills and competencies that promote the health of these professionals , proposing actions that further minimize the impacts of occupational stress.
Keywords: Síndrome de Burnot
Estresse Ocupacional
Enfermeiros docentes - esgotamento profissional
Burnot syndrome
Occupational Stress
Teaching nurses - professional burnout
???metadata.dc.subject.cnpq???: Enfermagem.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13554
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WANDERSON DOS SANTOS NUNES DE MELO. TCC. BACHARELADO EM ENFERAMEGEM. 2011.pdfWanderson dos Santos Nunes de Melo. TCC. Bacharelado em Enfermagem. 2011.15.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.