Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13581
Title: Complicações neuropáticas e classificação de risco para pé diabético em uma Unidade de Saúde da Família do município de Cajazeiras - PB.
Other Titles: Neuropathic complications and risk classification for diabetic foot in a Family Health Unit in the municipality of Cajazeiras - PB.
???metadata.dc.creator???: ARAÚJO, Priscila Dayanne dos Santos.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: NASCIMENTO, Maria Mônica Paulino do.
???metadata.dc.contributor.referee1???: VIDERES, Arieli Rodrigues Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PINHEIRO, Maria Berenice Gomes Nascimento.
Keywords: Diabéticos;Pé diabético - riscos;Neuropatia - pé diabético;Saúde da Família;Diabetics;Diabetic Foot - Risks;Neuropathy - Diabetic Foot;Family Health
Issue Date: 1-Dec-2011
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ARAÚJO, Priscila Dayanne dos Santos. Complicações neuropáticas e classificação risco para pé diabético em uma Unidade de Saúde da Família do município de Cajazeiras - PB. 2011. 87f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: O Diabetes Mellitus (DM) e um grupo de doenças metabólicas resultante de defeitos de secreção e/ou ação do hormônio insulina, associada a complicações agudas ou crônicas, tais como a neuropatia, responsável pelo aparecimento dos traumas e infecções nos pés acarretando em possíveis lesões e prováveis amputações quando não controlada. E considerada um problema de saúde publica, encontrando-se entre as cinco doenças responsáveis pela elevada taxa de morbimortalidade. Esta pesquisa teve como objetivo verificar complicações neuropáticas e classificação de risco para pé diabético em uma Unidade de Saúde da Família (USF) do município de Cajazeiras. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo participante, com abordagem quantitativa, desenvolvido através da aplicação de um questionário e exame clinico nos pés, fazendo uso de um roteiro de avaliação. Foram avaliados 21 portadores de DM cadastrados na USF Mutirão localizada no município em questão. A coleta de dados foi executada no mês de outubro e novembro de 2011 apos aprovação do Comité de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba, sob parecer de n° 0469.0.133.000-1, posteriormente houve a analise dos dados através do programa Microsoft Excell e avaliado de acordo com a literatura pertinente. Os dados demonstram que a maior parte dos participantes era mulheres, na faixa etária acima de 60 anos, casados, diagnosticado como diabetes tipo 2, apresentaram pouco ou nenhuma instrução escolar, e possuíam renda familiar entre um e dois salários mínimos mensais. Quanto os fatores de risco para complicações diabéticas a maior parte não desenvolvia exercício físico, negaram histórico de tabagismo, são portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica, tomam medicação diariamente e descobriram a doença entre um a cinco anos; verificam a glicemia raramente ou uma vez por semana, frequentam a unidade de uma a duas vezes por mês, apresentaram a higiene corporal aproveitando para realização do asseio dos membros inferiores como cuidados diários dos pés, nunca possuíram lesão nos membros inferiores nem realizaram o exame clinico dos mesmos; a avaliação dos pés alguns pacientes apresentaram deformidade, fissura, amputação, alteração do leito ungueal, hiperceratose, rubor postural, ulcera, pulsação de ambos os pés e poucos com redução em apenas um pé, sendo eles o pulso pedioso e tibial posterior, menos da metade apresentou ausência de sensibilidade em três pontes ou mais, e quanto ao risco classificaram-se em uma variação de zero a quatro A. Percebe-se a falta de conhecimento a cerca dos riscos de desenvolvimento de ulceras e possível amputação por parte dos diabéticos, evidenciado pelo deficit de cuidados diários específicos relatados pela maior parte dos participantes. Com isso, torna-se essencial focar o autocuidado dos pés como fator primordial para prevenção de neuropatias e pé diabético, ressaltando a importância do acompanhamento profissional, restrito pela sobrecarga estabelecida ao enfermeiro.
Abstract: Diabetes Mellitus (DM) is a group of metabolic diseases resulting from defects in secretion and / or action of the hormone insulin, associated with acute or chronic complications such as neuropathy, responsible for the onset of trauma and foot infections resulting in possible injury and possible amputation if not controlled. It is considered a public health problem, and are among the five diseases responsible for high morbidity and mortality rates. This research aimed to verify neuropathic complications and classification of risk for diabetic foot in a Family Health Unit (FHU) of the municipality of Cajazeiras. It is a descriptive exploratory study participant with a quantitative approach, developed through the application of a questionnaire and clinical examination in the feet, using a guide for evaluation. We evaluated 21 patients with DM enrolled in the USF Effort located in the municipality in question. Data collection was performed in October and November 2011 after approval by the Ethics Committee in Research of the State University of Paraiba, in opinion No. 0469.0.133.000-1 then there was the analysis of data through the program and Microsoft Excel evaluated according to the literature. The data show that most participants were women, aged over 60, married, diagnosed as type 2 diabetes, showed little or no education, and had family income between one and two minimum wages. The risk factors for diabetic complications developed most do not exercise, denied a history of smoking, are suffering from Hypertension, take medication daily and found the disease from one to five years, check your blood sugar rarely or once a week, attending the unit once or twice a month, had hygienic advantage to carry out the cleanliness of the lower limbs as daily care of your feet, never had lesions in the lower limbs or performed the clinical examination of the same, the assessment of some patients feet showed deformity, cleft, amputation, changes in the nail bed, hyperkeratosis, flushing posture, ulcer, pulsation of both feet and with little reduction in only one foot, and they pedal and posterior tibial pulse, less than half showed no sensitivity three or more points, and the risk is rated on a range of zero to four A. We can see the lack of knowledge about the risk of developing ulcers and possible amputation by diabetes, evidenced by the specific day-care deficit reported by most participants. So, it is essential to focus on self-care of feet is a key factor for prevention of diabetic neuropathy and foot, emphasizing the importance of professional supervision, restricted by overhead established the nurse.
Keywords: Diabéticos
Pé diabético - riscos
Neuropatia - pé diabético
Saúde da Família
Diabetics
Diabetic Foot - Risks
Neuropathy - Diabetic Foot
Family Health
???metadata.dc.subject.cnpq???: Enfermagem.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13581
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PRISCILA DAYANNE DOS SANTOS ARAÚJO. TCC. BACHARELADO EM ENFERMAGEM. 2011.pdfPriscila Dayanne dos Santos Araújo. TCC. Bacharelado em Enfermagem. 2011.8.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.