Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13599
Title: Hipertensão Arterial Sistêmica: fatores que influenciam hipertensos na adesão ao tratamento em uma Unidade de Saúde da Família.
Other Titles: Systemic Arterial Hypertension: factors that influence hypertension in adherence to treatment in a Family Health Unit.
???metadata.dc.creator???: FERREIRA, Sérvulo Augusto Regalado.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CARNEIRO, Cynara Rodrigues.
???metadata.dc.contributor.referee1???: OLIVEIRA, Francisca Bezerra de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MEIRA, Mary Luce Melquíades.
Keywords: Hipertensão arterial;Saúde da família;Arterial hypertension;Family Health
Issue Date: 7-Jul-2010
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: FERREIRA, Sérvulo Augusto Regalado. Hipertensão Arterial Sistêmica: fatores que influenciam hipertensos na adesão ao tratamento em uma Unidade de Saúde da Família. 2010. 72f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: A Hipertensão Arterial Sistêmica e uma patologia crônica, frequentemente assintomática, de evolução lenta em que muitas vezes ocasiona uma serie de outras doenças e agravos a saúde. Sua prevalência no Brasil oscila de 15 a 20% na população adulta, consequentemente, se tornou um problema de saúde publica e dos profissionais desta área. A terapêutica esta diretamente relacionada com a mudança no estilo de vida, por este fato, surgem inúmeros problemas com o tratamento dessa enfermidade. Objetivou-se a investigar os fatores que influenciam na adesão ao tratamento hipertensivo numa Unidade de Saúde da Família (USF), bem como identificar as dificuldades relacionadas a continuidade da terapêutica, assim como descrever os entraves associados a cada dificuldade. Trata-se de um estudo de campo, exploratório e descritivo com abordagem quantitativa, a amostra foi formada por 60 hipertensos cadastrados numa USF de Frutuoso Gomes-RN e os dados foram coletados através de um questionário. Os resultados demonstraram que 78% dos hipertensos tem acima de 50 anos; 68% dizem não sentir nenhuma dificuldade em seguir o tratamento; porem 53% ainda continuam com a pressão arterial acima dos padrões normais; 36% relataram ter como principal entrave, o seguimento terapêutico e o controle da dieta; 22% se mostram como dificuldade a pratica de atividades físicas; entretanto 16% afirmam como obstáculo o uso da medicação; com igualdade de valores vem restrição ao álcool e tabaco com 8% desses relacionaram; 5% se relacionavam ao traslado ao consultório ou ao posto de saúde e por fim com 5% relataram a falta de orientação. O estudo revelou que existem inúmeras barreiras que interferem no tratamento adequado, como a pratica de atividades físicas, uso da medicação, restrição ao tabaco e álcool. Espera-se que o estudo possa contribuir para uma maior reflexão dos profissionais de saúde sobre os entraves no controle de uma doença crônica e que estes possam lançar mão de estratégias que minimizem ou solucionem as dificuldades sofridas pelo hipertenso.
Abstract: Hypertension is a chronic, often asymptomatic, slow evolution that often causes a number of other diseases and health problems. Its prevalence in Brazil varies 15-20% in the adult population, hence the prevalence of hypertension that has become a public health problem and professionals in this area. The therapy is directly related to the change in lifestyle, by this fact, there are numerous problems with the treatment of this disease. This study aimed to investigate factors that influence adherence to treatment in hypertensive Family Health Unit (FHU), as well as identifying the difficulties related to the continuity of therapy, and describe the barriers associated with each difficulty. This is a field study of exploratory and descriptive with quantitative approach, the sample consisted of 60 hypertensive patients enrolled in USF Jose Carlos Araujo Gomes in the city of fructose-RN and the data were collected through a questionnaire. The results showed that most respondents, 68% say they feel no difficulty in following the treatment, with 53% of respondents still with blood pressure levels above the standard, whereas 36% reported having as the main cause of the control diet; 78% show that age is over 50 years, 8% spoke to the difficulty in going to the doctor or the clinic. The study revealed that there are numerous barriers that interfere with appropriate treatment such as physical activity, medication use, restrictions on tobacco and alcohol. Therefore, we conclude that hypertensives are being studied, as your problem in following appropriate treatment, this makes it easier to perform the treatment in a productive manner, thus contributing to their well-being.
Keywords: Hipertensão arterial
Saúde da família
Arterial hypertension
Family Health
???metadata.dc.subject.cnpq???: Enfermagem.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13599
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SÉRVULO AUGUSTO REGALADO FERREIRA. TCC. BACHARELADO EM ENFERMAGEM. 2010.pdfSérvulo Augusto Regalado Ferreira. TCC. Bacharelado em Enfermagem. 2010.11.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.