Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13694
Title: Alteração da cobertura vegetal na sub-bacia do Rio Espinharas no Período 2000-2010: o geoprocessamento como ferramenta para o gerenciamento ambiental.
Other Titles: Alteration in vegetation cover in the sub-basin of Espinharas River in the period of 2000-2010: the geoprocessing as a tool for environmental management.
???metadata.dc.creator???: SILVA, Rosângela Maria Pereira.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: LIMA, Joedla Rodrigues de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: MORAES NETO, João Miguel de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Josuel Arcanjo da.
???metadata.dc.contributor.referee3???: MENDONÇA, Izaque Francisco Candeira de.
Keywords: Sub-bacia do Rio Espinharas;Rio Espinharas;Cobertura vegetal - Semiárido Brasileiro;Geoprocessamento;Gerenciamento ambiental;Bioma Caatinga;Sensoriamento remoto;Sistema LANDSAT;Sistema de processamento de informações georeferenciadas - SPRING;SPRING;Índice de Vegetação por Diferença Normalizada - IVDN;Processamento digital de imagens;Bacias Hidrográficas;Environmental management;Geoprocessing;Caatinga Biome;Watersheds
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SILVA Rosângela Maria Pereira. Alteração da cobertura vegetal na sub-bacia do Rio Espinharas no Período 2000-2010: o geoprocessamento como ferramenta para o gerenciamento ambiental. 147f. (Dissertação de Mestrado em Ciências Florestais), Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande – Campus de Patos – Paraíba Brasil, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: A vegetação e um dos componentes mais importantes da biota, desempenhando papel fundamental na conservação da quantidade e da qualidade dos recursos hídricos. No contexto da região semiárida paraibana e norte-rio-grandense, o aumento da área desflorestada e a não recuperação das áreas de caatinga já degradadas, na área da sub-bacia do rio Espinharas, fragilizam cada vez mais seus solos e seu equilíbrio hidrológico. Este trabalho teve como objetivo mapear a alteração da cobertura vegetal na sub-bacia do rio Espinharas no período 2000-2010, com a utilização de técnicas de sensoriamento remoto aplicadas ao geoprocessamento. A caracterização hierogeográfica da área permitiu uma visão inter-relacionada dos diferentes elementos definidores das suas condições climáticas e edáficas, principais condicionantes para as formações vegetais. Os dados das imagens orbitais do sensor TM - Thematic Mapper - do satélite LANDSAT-5 foram processados em ambiente computacional, através do Sistema de Processamento de Informacoes Georreferenciadas SPRING. Para avaliação da cobertura vegetal da área estudada, foi utilizado o índice de Vegetação por Diferença Normalizada - IVDN, amplamente utilizado na avaliação do vigor da cobertura vegetal e citado na literatura como adequado para as regiões semiáridas. Em 65% da área, predominaram baixos valores, entre 0 e 0,1, característicos de áreas com alto grau de antropismo, vegetação rala e solos expostos. Para classificação das formações vegetais da área, foram adotadas as classes: caatinga arbustiva arbórea aberta (T2), caatinga arbustiva arbórea fechada (T3), e caatinga arbórea fechada (T4), na analise visual das variáveis tonalidade/cor e textura nas composições multiespectrais ajustadas. A subtração entre as imagens IVDN 2010 e 2000 gerou a imagem diferença, cujos valores foram analisados levando-se em consideração os valores da media de distribuição dos níveis de cinza na imagem (u) e do desvio padrao (s), segundo os limiares [0, u - s], [u - s, u + s] e [u + s, 254] relacionados as classes: desmatamento/reducao da cobertura vegetal, não mudança e áreas de regeneração/incremento de vegetação. Os resultados mostraram que 80% da área manteve-se inalterada no período: uma caatinga empobrecida de especies herbáceas, arbustivas e arbóreas, ha muito submetida a ação do homem e dos diferentes agentes erosivos. Em 12,6% da área, ocorreu redução da cobertura vegetal, decorrente da permanência das praticas de corte raso da vegeta?ao para produção de estacas, carvão, obtenção de lenha para uso domestico ou comercial e preparo da área para a agricultura. Em 7,4% da área, registrou-se incremento, possivelmente favorecido pelo cultivo de pastagens irrigadas e não irrigadas em solos de aluvião, a medida que as águas dos reservatórios foram recuando. A utilização de imagens orbitais e a aplicação do geoprocessamento para a coleta, sistematização e análise dos dados referentes as condições dos elementos naturais mostraram-se essenciais para o desenvolvimento da pesquisa e liteis para fundamentar acoes interventivas da sociedade e dos órgãos públicos no processo de recuperação e preservação dos recursos naturais, especialmente na região semiárida.
Abstract: The vegetation is one of the most important components of biota playing a key role in the conservation of quantity and quality of water resources. In the context of the semiarid region of Paraiba and Rio Grande do Norte, the increase in the deforested area and the non-recovery of caatinga areas already degraded in the sub-basin area of Espinharas river, weaken increasingly its soils and hydrological balance. This work aimed to map the alteration in vegetation cover in the sub-basin area of the Espinharas river in the period 2000-2010, with the use of remote sensing techniques applied to geoprocessing. The hydrogeographic characterization of the area allowed an interrelated view of the different elements that define its weather and soil conditions, major conditions for vegetation. The image data from the orbital sensor TM - Thematic Mapper - from the satellite LANDSAT -5 were processed in the computing environment through the Georeferenced Information Processing System SPRING. For evaluation of vegetation cover of the studied area was used the Normalized Difference Vegetation Index - NDVI, widely used in evaluating the effect of vegetation cover and cited in the literature as suitable for the semiarid regions. In 65% of the area low values predominated, between 0 and 0,1, characteristic of areas with high anthropogenic, sparse vegetation and exposed soils. To classify the plant formations of the area, the following classifications were adopted: open arboreal-shrubby caatinga (T2), closed arboreal-shrubby caatinga (T3), and closed arboreal caatinga (T4) in the visual analysis of the variables tone / color and texture in the adjusted multispectral composition. The subtraction between 2010 and 2000 NDVI images generated the difference image, whose values were analyzed taking into account the values of the average distribution of gray levels in the image (u) standard deviation (s) according to the thresholds [0, u - s ], [u - s, u + s ] e [u + s, 254], related to the classifications: deforestation / reduction of vegetation cover, no change and areas of regeneration / growth of vegetation. The results showed that 80% of the area remained unchanged in the period. An impoverished caatinga in herbaceous, shrub and tree species, long subjected to mankind's action and to different agents of erosion. A reduction of vegetation cover occurred in 12,6% of the area, due to the permanence of the practice of clear cutting of vegetation for stem production, coal, obtainance of firewood for domestic or commercial use and area preparation for agriculture. There was an increment in 7,4% of the area possibly favored by the cultivation of irrigated and non irrigated pastures in alluvial soils, as the waters of the reservoirs were retreating. The use of satellite images and application of geoprocessing to collection, systematization and analysis of data regarding the conditions of the natural elements, proved to be essential for the development of the research, and useful to support interventive actions of society and public bodies in the process of recovery and preservation of natural resources especially in the semiarid region.
Keywords: Sub-bacia do Rio Espinharas
Rio Espinharas
Cobertura vegetal - Semiárido Brasileiro
Geoprocessamento
Gerenciamento ambiental
Bioma Caatinga
Sensoriamento remoto
Sistema LANDSAT
Sistema de processamento de informações georeferenciadas - SPRING
SPRING
Índice de Vegetação por Diferença Normalizada - IVDN
Processamento digital de imagens
Bacias Hidrográficas
Environmental management
Geoprocessing
Caatinga Biome
Watersheds
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Florestais.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13694
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSÂNGELA MARIA PEREIRA SILVA - DISSERTAÇÃO PPGCF 2011.pdfRosângela Maria Pereira Silva - Dissertação PPGCF 201146.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.