Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13761
Title: Percepção ambiental como instrumento para educação ambiental e políticas públicas: o caso do Pico do Jabre, Paraíba, Brasil.
Other Titles: Environmental Perception as a Tool for Educational Actions and Public Policies: The Case of Pico do Jabre, Paraiba, Brazil.
???metadata.dc.creator???: ALVES, Perla de Sousa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SOUTO, Patrícia Carneiro.
???metadata.dc.contributor.referee1???: QUEIROZ, Manoel Moisés Ferreira de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LIMA, Joedla Rodrigues de.
Keywords: Percepção ambiental;Educação ambiental;Pico do Jabre;Políticas públicas ambientais;Unidade de conservação;Maturéia - PB;Teixeira - PB;Environmental education;Conservation units - Semi-arid of the State of Paraíba - Brazil;Environmental perception
Issue Date: 29-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ALVES, Perla de Sousa. Percepção ambiental como instrumento para educação ambiental e políticas públicas: o caso do Pico do Jabre, Paraíba, Brasil. 2012. 84f. (Dissertação de Mestrado em Ciências Florestais), Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande – Campus de Patos – Paraíba Brasil, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Pesquisas com Percepção Ambiental vêm se multiplicando e conseguindo reconhecimento científico, porém, ainda são necessárias metodologias para trabalhar a construção de conhecimentos que facilitem o gerenciamento sustentável nas áreas de conservação pela comunidade do entorno. Nesse sentido, a Educação Ambiental surge como suporte metodológico para aumentar a percepção do ambiente local, e ainda como proposta educativa do sistema de ensino formal ao informal, instrumento capaz de construir conhecimentos que propiciem o planejamento e o manejo destas áreas com metodologias que favoreçam a participação e envolvimento da comunidade. Partindo desse pressuposto, o objetivo desse estudo foi investigar a percepção ambiental de alunos, professores e comunidade do entorno em relação ao Pico do Jabre, no intuito de instrumentalizar ações educativas e políticas ambientais que propiciem maior envolvimento da população na conservação e preservação desse ambiente natural. A pesquisa foi realizada nos municípios de Teixeira e Maturéia, Estado da Paraíba. A coleta de dados foi realizada em escolas públicas instaladas nesses municípios, como também na comunidade localizada na via de acesso ao Pico, no período de junho a agosto de 2011. Participaram da pesquisa 153 alunos, representando as três séries do ensino médio e 13 professores, sendo 71 alunos e 4 professores, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Antônio Moacir Dantas Cavalcanti, localizada a 6,3 km do Pico do Jabre, no município de Maturéia e 82 alunos e 9 professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Sebastião Guedes da Silva, localizada no município de Teixeira a 20,5 km do Pico do Jabre. Além desse público, trabalhamos com 12 moradores da comunidade rural do entorno. A aplicação dos questionários nas escolas e entrevistas na comunidade objetivou analisar os significados das atitudes e das valorações ambientais da população pesquisada. Os resultados apontam os principais problemas ambientais, sendo o lixo (52,2%) o problema mais citado, principalmente deixado pelos visitantes e, em seguida, vem os demais problemas como a caça e a pichação das pedras (14,6%), queimadas (10,7%) e desmatamento (8,4%). É provável que esses problemas relatados sejam devido à falta de administração e pela visitação desordenada, uma vez que não há planejamento algum para o desenvolvimento da atividade turística naquele ambiente. Há necessidade da implantação de uma administração que desenvolva projetos para recuperação dos bens físicos e preservação da área que se encontram abandonados, no sentido de planejar e ordenar as visitações utilizando como ferramenta de gestão a Educação Ambiental.
Abstract: Research on Environmental Awareness has been multiplied and has been gaining scientific recognition, but some methodologies for the construction of knowledge are still necessary so as to facilitate sustainable management of conservation areas in the surrounding community. In this sense, environmental education emerges as a methodological support to raise awareness of the local environment, as an educational proposal from the formal to the informal education system. It acts as an instrument capable of constructing knowledge that provides planning and management of these areas with methodologies that encourage the community’s participation and involvement. Based on this assumption, the objective of this study was to investigate the environmental awareness of students, teachers and the surrounding community in relation to Pico do Jabre, in order to equip educational actions and environmental policies that foster a major involvement of the community concerning the conservation and preservation of this natural environment. The survey was fulfilled in the municipalities of Teixeira and Maturéia, state of Paraiba. Data collection was performed in public schools located in these municipalities, as well as in the community placed in the road that leads to the Pico in the period from June to August 2011. The participants were 153 students representing the three high school years and 13 teachers, being 71 students and 4 teachers from the State Elementary and High School Moacir Antônio Dantas Cavalcanti, located just 6.3 km far from Pico do Jabre, in the municipality of Maturéia and 82 students and 9 teachers of the State Elementary and High School Sebastião Guedes da Silva, located in the town of Teixeira being 20.5 km distant from Pico do Jabre. Besides this audience, we worked with 12 dwellers of the surrounding rural community. The questionnaires used in the schools and the interviews carried out in the community aimed at analyzing the meanings of the environmental attitudes and evaluations of the surveyed population. The results point out the main environmental problems, being waste (52.2%) as the most cited one, especially regarding the fact that the visitors contribute to this process. Then other problems come out such as hunting and graffiti on stones (14.6%), burnings (10.7%) and deforestation (8.4%). These problems are probably reported due to the lack of administration and disordered visits since there is not any planning for the development of tourist activity in that environment. There is need for the establishment of an administration to develop projects for restoration of physical assets and preservation of the area, which is abandoned in order to plan and arrange the visits, using Environmental Education as management tool.
Keywords: Percepção ambiental
Educação ambiental
Pico do Jabre
Políticas públicas ambientais
Unidade de conservação
Maturéia - PB
Teixeira - PB
Environmental education
Conservation units - Semi-arid of the State of Paraíba - Brazil
Environmental perception
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Florestais.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/13761
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PERLA DE SOUSA ALVES - DISSERTAÇÃO PPGCF 2012.pdfPerla de Sousa Alves - Dissertação PPGCF 20122.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.