Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1384
Title: Automatização de testes em equipes ágeis: um estudo qualitativo usando teoria fundamentada.
???metadata.dc.creator???: ALVES, Gabriella Mayara Tavares.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: MACHADO, Patrícia Duarte de Lima.
???metadata.dc.contributor.advisor2???: MASSONI, Tiago Lima.
Keywords: Engenharia de Software;Qualidade de Software;Práticas Eleitorais;Software Engineering;Software Quality;Electoral Practices
Issue Date: 10-Aug-2017
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ALVES, G. M. T. Automatização de testes em equipes ágeis: um estudo qualitativo usando teoria fundamentada. 2017. 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Centro de Engenharia Elétrica e Informática, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: Com o crescimento da utilização de práticas ágeis, as atividades de teste devem adaptar-se à agilidade na absorção e implementação antecipada dos requisitos. Com base nisso, normalmente a automação de testes de sistema para aplicações web, desktop e mobile, é amplamente utilizada e desenvolvida para melhorar a qualidade do software, permitindo executar mais testes de forma mais frequente, quando comparado com a execução manual. No entanto, o custo da manutenção dos scripts de testes automatizados é considerado alto e, normalmente, as equipes não possuem pessoas especializadas em automação de testes de sistema. Sendo assim, existem poucos relatos na literatura referentes às lacunas que impedem a utilização das vantagens oferecidas na automação de testes de sistema em sua plenitude no contexto de equipes que utilizam métodos ágeis. Desta forma, este trabalho, através de um estudo empírico com entrevistas semi-estruturadas e da Teoria Fundamentada, busca coletar e analisar dados acerca de práticas utilizadas em equipes ágeis na automação de testes de sistema para elencar práticas que indiquem o melhor momento para iniciar a criação dos scripts de automação de testes de sistema. Além disso, busca contribuir com a literatura e consequentemente, possuir uma base teórica para que propostas de melhorias sejam realizadas futuramente. Como resultado, foram identificadas práticas comuns de automação de teste de sistema utilizadas nas equipes de desenvolvimento, como: iniciar a criação dos scripts de teste automáticos após algumas execuções manuais dos casos de teste, e até o requisito funcional tornar-se estável; a criação dos scripts de teste automáticos são planejados para iniciar a partir das funcionalidades que possuem os casos de testes manuais executados no Sprint anterior; e gerenciamento das alterações solicitadas pelo cliente para replanejar caso a solicitação tenha impacto nas funcionalidades já implementadas. Para estruturar os resultados obtidos, utilizamos os princípios da Teoria Fundamentada através da análise das entrevistas realizadas para coleta de dados.
Abstract: With the increasing popularity of agile practices, test activities must adapt to agility in special test automation and anticipated implementation of requirements. Based on this, typically the automation of system tests for web, desktop and mobile applications is largely used to improve software quality, allowing for more frequent testing, when compared to manual execution. However, the maintainance cost of automated tests is high, and teams normally do not have specialized people in test automation. Therefore, the literature lacks reports related to the gaps that prevent the use of the advantages offered by the system testing automation in its fullness in agile teams. This work, through an empirical study with semi-structured interviews and the Fundamentated Theory, aims to collect and to analyze data about practices used in agile teams in the system testing automation to list practices that indicate the best moment to start the creation of the system test automation scripts. In addition, it seeks to contribute to the literature and consequently a theoretical basis, so that suggestions for improvements can be made in the future. The collected data allowed us to identify system testing automation practices used in typical agile teams, such as starting the creation of automated test scripts after some manual executions of the test cases, until the functional requirement becomes stable; the activities of creationing automatic test scripts should be planned to start from the features that have the manual test cases executed in the previous Sprint; and the management of the changes requested by the client to replanning quickly if the request causes a major impact on the features in validation status. To structure the obtained results, the principles of the Grounded Theory were used through the analysis of the interviews conducted for data collection.
Keywords: Engenharia de Software
Qualidade de Software
Práticas Eleitorais
Software Engineering
Software Quality
Electoral Practices
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciência da Computação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1384
Appears in Collections:Mestrado em Ciência da Computação.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GABRIELLA MAYARA TAVARES ALVES - DISSERTAÇÃO (PPGCC) 2017.pdf704.95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.