Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/139
Title: E isso é coisa de homem?: uma análise do exercício das masculinidades no campo da moda em Maceió.
???metadata.dc.creator???: COSTA, Milane do Nascimento.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: VILLOTA, José Maria de Jesus Izquierdo.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LIMA, Elizabeth Christina de Andrade.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SANTOS, Valdonilson Barbosa dos.
???metadata.dc.contributor.referee3???: AGRA DO Ó, Alarcon.
Keywords: Moda e Homens;Moda e Masculinidade;Gênero;Habitus do Campo da Moda;Semana de Moda de Alagoas - 2014;Moda e Trabalho;Esteriótipos;Masculinities;Fashion;Gender Relations - Men;Men and Fashion Worlds
Issue Date: 14-Jul-2015
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: COSTA, Milane do Nascimento. E isso é coisa de homem?: uma análise do exercício das masculinidades no campo da moda em Maceió. (Dissertação de Mestrado) 87 f. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande - Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Gênero, como categoria de análise, nos remete a processos de diferenciação social entre os sexos, que com a vasta produção intelectual não cabe mais restringir ao masculino e ao feminino, ao contrário, as discussões se colocam no sentido de potencializar os debates que trabalham na perspectiva de quebrar com dicotomias e binarismos. Nesse processo, é possível perceber que os papeis sexuais tem sido tradicionalmente concebidos como resultado de uma divisão natural do trabalho que atribui responsabilidades que demandam investimentos racionais, físicos, estéticos e emocionais diferenciados para homens e mulheres. Quando se pensa no campo da moda, enquanto fenômeno social e cultural historicamente demarcado no ocidente, dada a demanda de sensibilidade, criatividade e refinamento, na distribuição de papeis específicos desse campo, com frequência se pensa em mulheres ou homossexuais. Essa demanda é aqui entendida como habilidades que são requisitadas dentro de um campo – o da moda – que o caracteriza e é nele exigido para dar conta de um espaço tão complexo e dinâmico. Mediante o uso de um instrumental metodológico de ordem qualitativo e partindo dessa constatação, nesta pesquisa assumo o desafio de problematizar o conceito de habitus do campo da moda para perceber a vivência de valores atribuídos à masculinidade por homens heterossexuais que atuam nesse campo. Dessa maneira, as análises partem de observações realizadas na Semana de Moda de Alagoas 2014 e apoiadas no referencial teórico que versam sobre gênero, masculinidades, moda e trabalho funcionando como eixos temáticos interligados que servem para problematizar as vivências de masculinidades no campo da moda em Maceió. Observo que essas vivências atendem a demarcações no plano do discurso, da ação e do pensamento que, ora se tocam e ora aparecem divergentes.
Abstract: Gender as a category of analysis refers to the processes of social differentiation between the sexes, that with the vast intellectual production there is no more restricted to the male and the female, in contrast, the discussions are placed in order to enhance the debates working in perspective to break with dichotomies and binaries. In this process it can see that the sex roles have traditionally been designed as a result of a natural division of labor that assigns responsibilities that demand rational investments, physical, aesthetic and emotional differentiated for men and women. When we think in the fashion field, as a social and cultural phenomenon historically marked in the Ocident, for demand of sensitivity, creativity and refinement, distribution of specific roles in this field, often thinking about women or homosexuals. This demand is here understood as skills that are required within a field - the fashion - that characterizes it and is it required to account for such a complex and dynamic field. Through the use of methodological tools of qualitative order and based this evidence, this research assume the challenge of questioning the concept of habitus in the fashion field to realize the experience of values assigned to masculinity by heterosexual men in this field. Thus, the analyzes start from observations at Fashion Week in Alagoas (Brazil) in 2014 and supported the theoretical framework that deal with gender, masculinity, fashion and work functioning as interconnected subjects that serve to problematize the experiences of masculinity in the field of fashion in Maceio. We note that these experiences serve demarcations in the speech of the plan of action and thought, well touch and now appear as divergent.
Keywords: Moda e Homens
Moda e Masculinidade
Gênero
Habitus do Campo da Moda
Semana de Moda de Alagoas - 2014
Moda e Trabalho
Esteriótipos
Masculinities
Fashion
Gender Relations - Men
Men and Fashion Worlds
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Sociais.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/139
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Milane do Nascimento Costa - Dissertação PPGCS - 2015..pdfMilane do Nascimento Costa - Dissertação PPGCS 2015.603.58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.