Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14251
Title: Qualidade de Vida no Trabalho: uma análise da percepção dos colaboradores de uma indústria do setor alimentício da Paraíba.
Other Titles: Quality of Life at Work: an analysis of the perception of employees of a food industry in Paraíba.
???metadata.dc.creator???: CÂNDIDO, Ronniere Rolim.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ALVES, Marielza Barbosa.
???metadata.dc.contributor.referee1???: FREITAS, Lúcia Santana de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: CARDOSO, Lucyanno Moreira.
Keywords: Gestão de pessoas;qualidade de vida no trabalho;biopsicossocial;people management;quality of life at work;biopsychosocial
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: CÂNDIDO, Ronniere Rolim. Qualidade de Vida no Trabalho: uma análise da percepção dos colaboradores de uma indústria do setor alimentício da Paraíba. 2018. 70 f. (Trabalho de Conclusão de Curso - Relatório de Estágio Supervisionado), Curso de Administração, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Qualidade de Vida no Trabalho - QVT é um termo que vem se ampliando devido aos vários estudos realizados nos mais diferentes campos do saber e possui uma alta subjetividade por estar relacionado aos aspectos intrínsecos e extrínsecos da vida do indivíduo. A qualidade de vida no trabalho pode ser definida como as ações de uma organização que envolve a implantação de inovações e melhorias gerenciais e tecnológicas no ambiente de trabalho. O presente estudo teve como objetivo principal identificar qual a percepção dos colaboradores de uma indústria do setor alimentício do estado da Paraíba acerca dos fatores condicionantes da QVT, segundo o modelo BPSO de Limongi-França (1996). Para sua elaboração foi utilizada uma abordagem quantitativa e adotado o modelo de pesquisa exploratória e descritiva. A pesquisa ainda é classificada como estudo de caso, onde os dados foram coletados por meio da aplicação de um questionário adaptado do modelo Biopsicossocial Organizacional (BPSO) de Limongi-França (1996), onde foram aplicados a 38 colaboradores da empresa Alfa e os dados foram analisados através do uso da média como ferramenta estatística. A análise das dimensões organizacional e psicológica revelaram maiores níveis de percepção positiva com relação à Qualidade de Vida no Trabalho. Já as dimensões biológica e social revelaram níveis neutros de percepção quanto a QVT. A análise dos resultados gerais das quatro dimensões do modelo BPSO demonstraram que há uma neutralidade na percepção dos colaboradores do setor administrativo da organização tida como objeto de estudo acerca dos fatores e variáveis de QVT, mas com variáveis que ainda necessitam de adaptações para que os trabalhadores consigam obter um maior nível de QVT, como o salário, plano de saúde e ajuda de custo para cursos externos.
Abstract: Quality of Life in Work is a term that has been expanding due to the various studies carried out in the most different fields of knowledge and has a high subjectivity because it is related to the intrinsic and extrinsic aspects of the life of the individual. Quality of life at work can be defined as the actions of an organization that involves the implementation of innovations and managerial and technological improvements in the work environment. The main objective of this study was to identify the perception of the employees of a food industry in the state of Paraíba regarding the factors determining the QWL, according to the BPSO model of Limongi-França (1996). For its elaboration a quantitative approach was used and the exploratory and descriptive research model was adopted. The research is still classified as a case study, where the data were collected through the application of a questionnaire adapted from the Biopsychosocial Organizational (BPSO) model of Limongi-França (1996), where they were applied to 38 employees of the company Alpha and data were analyzed using the mean as a statistical tool. The analysis of the organizational and psychological dimensions revealed higher levels of positive perception regarding Quality of Life at Work. The biological and social dimensions revealed neutral levels of perception regarding QWL. The analysis of the general results of the four dimensions of the BPSO model demonstrated that there is a neutrality in the perception of the employees of the administrative sector of the organization considered as object of study about the factors and variables of QWL, but with variables that still need adaptations so that workers to obtain a higher level of QWL, such as salary, health plan and cost aid for external courses.
Keywords: Gestão de pessoas
qualidade de vida no trabalho
biopsicossocial
people management
quality of life at work
biopsychosocial
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14251
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Administração - CH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RONNIERE ROLIM CÂNDIDO - TCC ADMINISTRAÇÃO 2018..pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.