Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14387
Title: Das versões às sub-versões: uma busca do protagonismo no ensino da filosofia.
Other Titles: From versions to sub-versions: a search for protagonism in the teaching of philosophy.
???metadata.dc.creator???: FARIAS, Kalligiana Araújo de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CARNEIRO, Oscar de Lira.
???metadata.dc.contributor.referee1???: RONDON, Roberto.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LIRA, André Augusto Diniz.
Keywords: Filosofia - Estudo e Ensino;Ensino de Filosofia - Protagonismo;Sub-versões - Criação;Professor-filósofo;Formas de Subjetividade;Philosophy - Study and Teaching;Philosophy Teaching - Protagonism;Sub-versions - Creation;Professor-philosopher;Forms of Subjectivity
Issue Date: 31-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: FARIAS, K. A. de. Das versões às sub-versões: uma busca do protagonismo no ensino da filosofia. 2020. 120 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Filosofia) – Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: Esta dissertação teve como proposta identificar de que modo estudantes do ensino médio apropriaram-se de conceitos filosóficos problematizados em sala de aula, transformando-os em sub-versões. A investigação partiu do seguinte problema: Que estratégias de ação podem ser propostas enquanto condições para o desenvolvimento de experiências filosóficas no ensino médio? Almejando responder a esta pergunta, o referencial teórico escolhido com foco no ensino de filosofia foi concentrado na filósofa brasileira Renata Pereira de Lima Aspis, mais especificamente em seus estudos sobre educação e resistência. Para justificar o conceito de protagonismo utilizado na pesquisa, selecionamos como referencial os estudos de Antônio Carlos Gomes da Costa, propagador e especialista do conceito de protagonismo no Brasil. A hipótese que buscamos confirmar é que para o desenvolvimento de novas formas de pensar é preciso criar espaços (físico e temporal) de protagonismo, que promovam experiências filosóficas a partir das inquietações do corpo discente e não somente a partir dos conteúdos propostos pelo(a) professor(a) . Como objetivos desta investigação buscamos identificar quaise estratégias de ensino o(a) professora(a) de filosofia pode proporcionar aos estudantes, à medida que os tornam protagonistas da própria formação, descrevendo o processo desenvolvido por eles(as) a partir da análise e apropriação de conceitos filosóficos, mapeando elementos que possam contribuir com melhorias para o ensino da filosofia no ensino médio. Trata-se de uma pesquisa-ação com abordagem qualitativa e procedimentos técnicos de análise de conteúdo, com universo de pesquisa composto por 60 discentes. Os resultados previstos e constatados explicitam a comprovação da relevância da pesquisa pelos(as) estudantes, a partir das sub-versões evidenciadas em seus discursos, manifestações artísticas e textos produzidos, confirmando a hipótese inicial. Destacamos a relevância deste estudo por oportunizar experiências filosóficas ao corpo discente e reflexões ao corpo docente sobre suas práticas enquanto professor (a) e filósofo (a).
Abstract: This dissertation aimed to identify how high school students appropriated philosophical concepts problematized in the classroom, turning them into subversions. The research started from the following problem: What action strategies can be proposed as conditions for the development of philosophical experiences in high school? Aiming to answer this question, the theoretical framework chosen focusing on the teaching of philosophy was concentrated on the Brazilian philosopher Renata Pereira de Lima Aspis, more specifically in her studies on education and resistance. To justify the concept of protagonism used in the research, we selected as reference the studies of Antonio Carlos Gomes da Costa, propagator and expert of the concept of protagonism in Brazil. The hypothesis we seek to confirm is that to develop new ways of thinking it is necessary to create spaces (physical and temporal) of protagonism, which promote philosophical experiences from the concerns of the student body and not only from the contents proposed by teacher) . As objectives of this investigation we seek to identify which teaching strategies the philosophy teacher can provide students, as they become protagonists of their own education, describing the process developed by them from the analysis and appropriation. of philosophical concepts, mapping elements that can contribute to improvements in the teaching of philosophy in high school. This is an action research with qualitative approach and technical procedures of content analysis, with a universe of research composed of 60 students. The predicted and verified results explain the students' relevance of the research, from the sub-versions evidenced in their speeches, artistic manifestations and texts, confirming the initial hypothesis. We highlight the relevance of this study by providing opportunities for philosophical experiences to the student body and reflections to the faculty about their practices as a teacher and philosopher.
Keywords: Filosofia - Estudo e Ensino
Ensino de Filosofia - Protagonismo
Sub-versões - Criação
Professor-filósofo
Formas de Subjetividade
Philosophy - Study and Teaching
Philosophy Teaching - Protagonism
Sub-versions - Creation
Professor-philosopher
Forms of Subjectivity
???metadata.dc.subject.cnpq???: Filosofia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14387
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Filosofia - PROF-FILO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KALLIGIANA ARAÚJO DE FARIAS – DISSERTAÇÃO (PROF-FILO) 2020.pdf64.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.