Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1448
Title: Metamorfoseando a escrita: transposição de marcas e estratégias gráficas no WhatsApp para a redação escolar.
Other Titles: Metamorphosing writing: transposing brands and graphic strategies in WhatsApp for school writing.
???metadata.dc.creator???: BARBOSA, Antônia Alexandre.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: OLEGÁRIO, Maria da Luz.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LIMA ARRAIS, Maria Nazareth de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: GONDIM, Patricia Guedes Corrêa.
Keywords: Língua portuguesa - ensino;Escrita;Produção textual;WhatApp;Portuguese language - teaching;Writing;Text production
Issue Date: 22-Feb-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BARBOSA, Antônia Alexandre. Metamorfoseando a escrita: transposição de marcas e estratégias gráficas no WhatsApp para a redação escolar. 2018. 172f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras: PROFLETRAS), Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil. 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Muito se têm problematizado sobre os desafios do ensino da língua portuguesa, especialmente aqueles aspectos relacionados à produção escrita dos estudantes, visto que a modalidade escrita da língua é de extrema importância para a vida em sociedade. As contribuições teóricas nesta pesquisa centra-se nos seguintes autores Antunes (2010), Koch (2002), Koch e Elias (2012) e Marcuschi (2004), (2007), (2008), (2010) e (2011), com embasamento na Linguística textual. Para problematizar as transformações ocasionadas pela evolução tecnológica, com foco para o desenvolvimento da internet, apoamo-nos em pesquisadores interessados pela linguagem digital, estão no rol teórico Araújo e Biasi Rodrigues (2005), Araújo (2016), Caiado (2017), Crystal (2004),Galli (2010), Leffa (2012), (2016), Levy (1993), (1999) e Xavier (2011), visto que a escrita produzida nos espaços digitais apresenta características próprias com as quais a maioria dos estudantes estão em contato e uso diário. Mediante essa realidade, essa pesquisa teve como objetivo comparar as marcas linguísticas nos textos produzidos em sala de aula do nono ano do ensino fundamental com aquelas identificadas em sua escrita digital, mais especificamente nas conversas do WhatsApp, observando possíveis transposição de marcas e estratégias utlizadas na produção de mensagens nesse aplicativo para a produção textual escolar. Para a realização da pesquisa, foi escolhido como corpus a produção escrita escolar dos alunos de uma turma de nono ano do ensino fundamental e as mensagens de WhatsApp, sua preferência na internet e foi criado um grupo, estabeleceu-se uma interação e motivação dos estudantes pesquisados, o que qualificou nossa pesquisa como pesquisa netnográfica. Assim sendo, foi proposta a escrita de textos opinativos sobre o mesmo tema nas duas formas de escrita, texto escolar (escrita formal) e escrita digital (mensagem de WhatsApp) e procedeu-se às análises de acordo com as proposições de Koch e Elias (2012) e Antunes (2010), observando sobretudo as marcas de oralidade, as relações estabelecidas nos textos e nas mensagens, a obediência às convenções ortográficas, o uso de outras notações gráficas. Os resultados confirmaram o que já preconizava o referencial teórico: primeiro: a língua materna está totalmente segura quanto à sua estrutura; segundo, que os jovens desenvolvem estratégias como a brevidade e a informalidade de tal ordem que, sem um ensino qualificado, essa prática pode distanciar os estudantes cada vez mais das convenções da escrita, e, finalmente, que as mensagens de WhatsApp são materiais significativos e o uso adequado das mesmos pode contribuir para o aprimoramento da escrita formal. Esses resultados impulsionaram a concepção de uma proposta didática que nasce como fruto de nossas reflexões e se torna uma contribuição para a utilização das mensagens digitais como recurso pedagógico a ser utilizado no ensino da escrita e está organizada numa cartilha pedagógica contendo sugestões de atividades e o passo-a-passo de uma sequência didática.
Abstract: Much has been problematized about the challenges of teaching Portuguese, especially those aspects related to the written production of students, because the written form of the language is extremely important for life in society. The theoretical contributions in this research are centered on the following authors Antunes (2010), Koch (2002), Koch and Elias (2012) and Marcuschi (2004), (2007), (2008), (2010) and (2011) with a foundation in textual linguistics. In order to problematize the transformations caused by the technological evolution, with a focus on the development of the Internet, we rely on researchers interested in the digital language, are in the theoretical role Araújo and Biasi Rodrigues (2005), Araújo (2016), Caiado (2004), Galli (2010), Leffa (2012), (2016), Levy (1993), (1999) and Xavier (2011), since writing produced in digital spaces has its own characteristics with which most students are in contact and daily use. Through this reality, this research aimed to compare the linguistic marks in texts produced in the classroom of the ninth grade of elementary school with those identified in their digital writing, specifically in WhatsApp conversations, observing possible transposition of marks and strategies used in the production of messages in this application for school text production. In order to carry out the research, the written production of the students of a ninth grade class and the messages of WhatsApp, their preference in the Internet, was chosen as corpus and a group was created, an interaction and motivation of the students was established. students, which qualified our research as netnographic research. Thus, it was proposed to write opinion texts on the same subject in the two forms of writing, school text (formal writing) and digital writing (WhatsApp message) and proceeded to the analysis according to the propositions of Koch and Elias (2012) and Antunes (2010), mainly observing orality marks, relations established in texts and messages, obedience to orthographic conventions, use of other graphic notations. The results confirmed what was already the theoretical reference: first: the mother tongue is totally sure about its structure; secondly, that young people develop strategies such as brevity and informality of such order that, without a qualified teaching, this practice may distract students more and more from writing conventions, and finally that WhatsApp messages are meaningful materials and the proper use of them may contribute to the improvement of formal writing. These results stimulated the conception of a didactic proposal that emerges as the fruit of our reflections and becomes a contribution to the use of digital messages as a pedagogical resource to be used in the teaching of writing and is organized in a pedagogical booklet containing suggestions of activities and the step -to-step of a didactic sequence.
Keywords: Língua portuguesa - ensino
Escrita
Produção textual
WhatApp
Portuguese language - teaching
Writing
Text production
???metadata.dc.subject.cnpq???: Letras.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1448
Appears in Collections:Mestrado em Letras em Rede - PROFLETRAS - (Cajazeiras).

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANTÔNIA ALEXANDRE BARBOSA - DISSERTAÇÃO PROFLETRAS. 2018.pdfAntônia Alexandre Barbosa - Dissertação PROFLETRAS. 2018.15.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.