Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14967
Title: Dê licença pra minha história contar: narrativas produzidas na tenda do conto.
Other Titles: Excuse my story to tell: narratives produced in the story tent.
???metadata.dc.creator???: OLIVEIRA, Monalisa Lucena de Almeida.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: NASCIMENTO, Maria Valquíria Nogueira do .
???metadata.dc.contributor.referee1???: AMORIM, Betânia Maria de Oliveira.
???metadata.dc.contributor.referee2???: CHAVES, Kadígina Alves de Oliveira.
Keywords: Tenda do conto;Educação Popular em saúde;Práticas Integrativas e Complementares Grupais;Desenvolvimento de vínculo - Psicologia;Integração ser humano sociedade;Dinâmica de grupo;Agentes Comunitários de Saúde - Tenda do conto;Metodologias participativas;Pesquisa participante;Pesquisa-ação;Práticas discursivas;Produção de sentido;Novas práticas em saúde;Narrativas - tenda do conto;Modelo hegemônico em saúde;Popular health education;Integrative and Complementary Group Practices;Bond development - Psychology;Integration of human society;Participatory methodologies;Participating research;Discursive practices;New health practices;Narratives - tale tent;Hegemonic model in health
Issue Date: 16-Mar-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: OLIVEIRA, Monalisa Lucena de Almeida. Dê licença pra minha história contar: narrativas produzidas na tenda do conto. 31f. (Trabalho de Conclusão de Curso - Monografia), Curso de Bacharelado em Psicologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Campus Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: As Práticas Integrativas e Complementares Grupais (PIC’s Grupais) são sistemas médicos e terapêuticos de cuidado em saúde voltados para o desenvolvimento do vínculo e da integração do ser humano com o ambiente e a sociedade. Nesse universo, identificamos algumas orientadas pela perspectiva participativa, cuja intenção é fomentar um trabalho pedagógico a partir das vivências e experiências de cada sujeito, quais sejam: Círculo da Cultura, Tenda do Conto, Teatro do Oprimido, Terapia Comunitária Integrativa, Arteterapia, Danças Circulares, Biodança, dentre outras. Tais práticas fundamentam-se nas dimensões dialógica, participativa e emancipadora e buscam integrar os diversos saberes, vivências e práticas dos participantes. Nesse sentido, a educação popular pode ser orientadora das referidas ações, haja vista que, baseada numa relação dialógica, pressupõe que as pessoas são, ao mesmo tempo, participantes e construtoras da realidade. Assim, tenta promover diálogos entre as/os profissionais e as/os usuárias/os dos serviços da atenção básica, de modo que tenham autonomia sobre o seu processo de saúde-doença. Nessa direção, este trabalho objetiva relatar a experiência da Tenda do Conto no contexto de formação de Agentes Comunitárias/os de saúde (ACS’s), nas metodologias participativas, bem como os sentidos e narrativas produzidos no processo grupal. A Tenda do Conto é uma metodologia participativa na qual as pessoas contam histórias de vida e experiências a partir de um objeto biográfico, que as remete a alguma lembrança de dor ou de alegria. Participaram desse estudo ACS’s que trabalham nas equipes de atenção básica da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no distrito de São José da Mata, na cidade de Campina Grande (PB). Em termos de orientação teórico- metodológica optamos pela pesquisa participante, por meio da estratégia da pesquisa-ação, e, como estratégia de análise utilizamos as práticas discursivas e a produção de sentidos. Desse modo, sistematizamos eixos de análise e categorias, que foram articulados com o referencial teórico discutido ao longo deste trabalho. Observamos que a Tenda do Conto é uma ferramenta bastante útil tanto para o trabalho com as equipes de ACS’s, pois é uma oportunidade de narrarem e ressignificarem as suas experiências de vida, ao mesmo tempo em que podem ser utilizadas nas ações de educação em saúde, no âmbito comunitário, em direção a práticas que estimulam a autonomia dos sujeitos.
Abstract: Integrative and Complementary Group Practices (Group PICs) are medical and therapeutic systems of health care aimed at developing the bond and integration of the human being with the environment and society. In this universe, we identify some guided by the participatory perspective, whose intention is to foster a pedagogical work based on the vivences and experiences of each person, such as: Circle of Culture, Tent of Tale, Theater of the Oppressed, Integrative Community Therapy, Art Therapy, Circular Dances, Biodanza, among others. These practices are based on the dialogic, participatory and emancipatory dimensions and seek to integrate the different knowledge, vivences and practices of the participants. In this sense, popular education can be guiding these actions, since, based on a dialogic relationship, it presupposes that people are both participants and constructors of reality. Thus, itryes to promote dialogues between professionals and / or users of basic health care services, so that they have autonomy over their health-disease process. In this direction, this work aims to report an experience of the Tent of Tale in the context of the formation of Community Agents / health workers (ACS's), in participatory methodologies, as well as the senses and narratives produced in the group process. The Tent of Tale is a participatory methodology in which people tell life histories and experiences based on a biographical object, which refers them to some memory of pain or joy. Participated in this study are ACS's who work in the primary care teams of the Family Health Strategy (ESF), in the district of São José da Mata, in the city of Campina Grande (PB). In terms of theoretical-methodological orientation, we opted for participant research through the action-research strategy, as a strategy of analysis, we use discursive practices and the production of meanings. In this way, we systematized axes of analysis and categories, which were articulated with the theoretical referential discussed throughout this work. We note that the Tent of Tale is a very useful tool for working ACS teams, as it is an opportunity to narrate and re-signify their life experiences, at the same time that they can be used in actions of health education at the community level, towards practices that stimulate the autonomy of the subjects.
Keywords: Tenda do conto
Educação Popular em saúde
Práticas Integrativas e Complementares Grupais
Desenvolvimento de vínculo - Psicologia
Integração ser humano sociedade
Dinâmica de grupo
Agentes Comunitários de Saúde - Tenda do conto
Metodologias participativas
Pesquisa participante
Pesquisa-ação
Práticas discursivas
Produção de sentido
Novas práticas em saúde
Narrativas - tenda do conto
Modelo hegemônico em saúde
Popular health education
Integrative and Complementary Group Practices
Bond development - Psychology
Integration of human society
Participatory methodologies
Participating research
Discursive practices
New health practices
Narratives - tale tent
Hegemonic model in health
???metadata.dc.subject.cnpq???: Psicologia.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/14967
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Psicologia CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONALISA LUCENA DE ALMEIDA OLIVEIRA - TCC PSICOLOGIA 2018 (1).pdfMonalisa Lucena de Almeida Oliveira TCC- PSICOLOGIA 2018.414.84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.