Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/15434
Title: Indução de tolerância à deficiência hídrica na germinação e crescimento inicial de melão.
Other Titles: Induction of water deficiency tolerance in germination and initial melon growth.
???metadata.dc.creator???: BARBOSA, Luana da Silva.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: LOPES, Kilson Pinheiro.
???metadata.dc.contributor.referee1???: COSTA, Franciscleudo Bezerra da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: RIBEIRO, Wellington Souto.
Keywords: Melão;Melon;Sementes de melão;Melon seeds;Ácido salicílico;Salicylic acid;ácido giberélico;Gibberellic acid;Choque à frio;Cold shock;Estresse hídrico;Hydrical stress;Fisiologia vegetal;Physiology vegetable
Issue Date: 19-Feb-2020
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BARBOSA, Luana da Silva. Indução de tolerância à deficiência hídrica na germinação e crescimento inicial de melão. 2020. 58 f. Dissertação (Mestrado em Horticultura Tropical) - Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, 2020.
???metadata.dc.description.resumo???: No meloeiro algumas substâncias podem colaborar melhorando a eficiência de processos metabólicos ou atuando diretamente em rotas metabólicas de resposta ao ambiente desfavorável permitindo adaptações às mudanças ambientais, a exemplo do ácido salicílico e a giberelina. Neste contexto, objetivou-se avaliar a qualidade e o vigor das sementes de melão pré-tratadas com o ácido salicílico (AS), ácido giberélico (GA3) e choque frio (CF), e então submetidas a condições de estresse hídrico. No primeiro experimento, as sementes foram pré-tratadas em oito condições, sendo P1 (testemunha), P2 (CF), P3 (AS), P4 (AS+CF), P5 (GA3), P6 (GA3+AS), P7 (GA3+CF) e P8 (GA3+AS+CF) e foi avaliado a qualidade fisiológica (teste de germinação, primeira contagem de germinação e índice de velocidade de germinação) e atividade enzimática (atividade da ascorbato peroxidase, catalase, peroxidase de fenóis, quantificação de proteínas, eletroforese desnaturante SDS-PAGE e lipase) em delineamento inteiramente casualizado e comparados pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. O ácido salicílico inibe a germinação de sementes de melão e o choque térmico à frio, o potencializa. A giberelina associada com o choque à frio induz a germinação de sementes de melão. O segundo experimento conduzido em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 (sementes sem qualquer prétratamento e sementes pré-tratadas com giberelina e choque à frio) x 4 (quatro potenciais osmóticos 0,0; -0,3; -0,6 e -0,9 Mpa e na avaliação da emergência das plantas as capacidade de retenção de água na areia de 100, 80, 60, e 20%), empregando-se quatro repetições. Foi avaliada a qualidade fisiológica das sementes e crescimento inicial das plântulas por meio do teste padrão de germinação, primeira contagem e índice de velocidade de germinação, comprimento de radícula, emergência de plântulas, índice de emergência de plântulas, comprimento e massa seca da parte aérea e da raiz. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e quando significativas as médias do fator qualitativo foram comparadas pelo teste de Tukey à 5% de probabilidade. À medida que a capacidade de retenção de água na areia aumenta, o vigor das sementes e das plântulas de Melão Amarelo diminui. O ácido giberélico + choque frio não proporciona indução de resistência ao estresse hídrico. As sementes sem pré-tratamento resistem até -0,3 Mpa e 40% da capacidade de retenção de água na areia.
Abstract: In melon, some substances can collaborate by improving the efficiency of metabolic processes or acting directly on metabolic routes of response to the unfavorable environment, allowing adaptations to environmental changes, such as salicylic acid and gibberellin. In this context, the objective was to evaluate the quality and vigor of melon seeds pretreated with salicylic acid (SA), gibberellic acid (GA3) and cold shock (CS), and then subjected to water stress conditions. In the first experiment, the seeds were pre-treated in eight conditions, being P1 (control), P2 (CS), P3 (SA), P4 (SA + CS), P5 (GA3), P6 (GA3 + SA), P7 (GA3 + CS) and P8 (GA3 + SA + CS) and physiological quality (germination test, first germination count and germination speed index) and enzymatic activity (ascorbate peroxidase, catalase, phenol peroxidase activity) were evaluated , protein quantification, SDS-PAGE denaturing electrophoresis and lipase) in a completely randomized design and compared by the Tukey test at 5% probability. Salicylic acid inhibits the germination of melon seeds and the cold thermal shock, potentiates it. Gibberellin associated with cold shock induces germination of melon seeds. The second experiment conducted in a completely randomized design in a factorial scheme 2 (seeds without any pretreatment and seeds pretreated with gibberellin and cold shock) x 4 (four osmotic potentials 0.0; -0.3; -0.6 and -0.9 Mpa and in the evaluation of the emergence of the plants the water retention capacity in the sand of 100, 80, 60, and 20%), using four repetitions. The physiological quality of seeds and initial seedling growth were evaluated using the germination pattern, first count and germination speed index, radicle length, seedling emergence, seedling emergence index, shoot length and dry mass and the root. The data obtained were subjected to analysis of variance and when significant, the means of the qualitative factor were compared by the Tukey test at 5% probability. As the water holding capacity in the sand increases, the vigor of the seeds and seedlings of Yellow Melon decreases. Gibberellic acid + cold shock does not induce resistance to water stress. The seeds without pre-treatment resist up to -0.3 Mpa and 40% of the water retention capacity in the sand.
Keywords: Melão
Melon
Sementes de melão
Melon seeds
Ácido salicílico
Salicylic acid
ácido giberélico
Gibberellic acid
Choque à frio
Cold shock
Estresse hídrico
Hydrical stress
Fisiologia vegetal
Physiology vegetable
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/15434
Appears in Collections:Mestrado em Horticultura Tropical (Pombal)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUANA DA SILVA BARBOSA – DISSERTAÇÃO - PPGHT 2020.pdfLuana da Silva Barbosa – Dissertação –PPGHT - 2020.725.65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.