Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/15970
Title: A influência dos riscos ocupacionais na saúde do trabalhador de enfermagem.
Other Titles: The influence of occupational risks on the health of nursing workers.
???metadata.dc.creator???: AGRA, Camila Castro Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: MENDES, Jogilmira Macêdo da Silva.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SILVA, Cicera Renata Diniz Vieira.
???metadata.dc.contributor.referee2???: NEGREIROS, Rosângela Vidal de.
Issue Date: 27-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: AGRA, Camila Castro Nóbrega. A influência dos riscos ocupacionais na saúde do trabalhador de enfermagem. 40f. (Trabalho de Conclusão de Curso), Curso de Bacharelado em Enfermagem, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Campus Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: Em relação aos trabalhadores de enfermagem, há que se considerar os diversos riscos organizacionais aos quais estão expostos, em função de suas inserções nos processos de trabalho. Dessa forma a exposição dos trabalhadores aos riscos ocupacionais adicionado a isso a falta de assistência à saúde e a insalubridade dos ambientes de trabalho, aumenta o surgimento de doenças ocupacionais. Este estudo teve como objetivo identificar os riscos ocupacionais e as doenças que os profissionais de enfermagem estão expostos no Hospital Universitário Alcides Carneiro. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa. Participaram desta pesquisa 116 trabalhadores de Enfermagem. Para a coleta dos dados foi utilizado um questionário semi estruturado em conformidade com os objetivos formulados para a referida pesquisa. Quanto ao resultado observou-se que a UTI Adulto é a que apresenta maior incidência de riscos físicos, dentre eles destaca-se os ruídos com 15, a exposição à medicação apresentou maior índice com 88, observa-se que na Ala C com 22, na UTI Adulto com 18 e na Ala D com 17 apresentaram alta incidência. Em relação aos riscos ergonômicos postura inadequada com 79, assim como esforço físico intenso com 69, estresse com 65 e ritmo excessivo de trabalho com 42, demonstrando que a exposição a estes riscos ocupacionais podem acarretar “problemas de coluna”, tendinite, hérnias e dores lombares. Pode-se observar a prevalência da Lombalgia 3,44% em praticamente todas as alas do HUAC, evidenciando alta ocorrência dos riscos ergonômicos, assim como hérnia de disco 1,72%. A rinite 1,72% e sinusite 0,86% pode ser evidenciada pela exposição aos riscos químicos destacando-se para a CME 0,86% e Ala C 0,86%. Conclui-se que os riscos ocupacionais exercem bastante influência na saúde do trabalhador de enfermagem. Podendo ocorrer ou não o surgimento de doenças ocupacionais (LER, DORT, estresse, rinite, sinusite e entre outras), que irão influenciar diretamente a saúde e o bem-estar do trabalhador de enfermagem.
Abstract: In relation to nursing workers , it is necessary to consider several risks occupational to which they are exposed, due to their insertion in the work processes. In this way the exposure of workers to occupational hazards added to this the lack of health care and the insalubrity of work environments, increases the onset of occupational disease. This study aims to identify the occupational risks, and diseases that nursing professionals are exposed at the University Hospital Alcides Carneiro. This is a descriptive, exploratory study with a quantitative approach. A total of 116 nurses participated in this study. To collect the data, a semi structured questionnaire was used in accordance with the objectives formulated for this research. Regarding the result, it was observed that the Adult ICU is the one with the highest incidence of physical risks, among them the noises with 15, the exposure to medication had a higher index with 88, it is observed that in Wing C with 22, In the Adult ICU with 18 and in the D Ward with 17 had a high incidence. In relation to ergonomic risks inadequate posture with 79, as well as intense physical effort with 69, stress with 65 and excessive work rate with 42, demonstrating that exposure to these occupational hazards can lead to "spinal problems", tendinitis, hernias and pain lumbars. On the basis of occupational diseases, low back pain was reported (n = 4), 3,44% in almost all HUAC wings, showing a high occurrence of ergonomic risks, as well as disc herniation (n = 2) 1,72%. Rhinitis (n = 2) 1,72% and sinusitis (n = 1) 0,86% may be evidenced by exposure to chemical risks, with a prominence for CME (n = 1) 0,86% and Ala C (n = 1) 0,86%. It was concluded that occupational risks exert a significant influence on the health of the nursing worker. The occurrence of occupational diseases (RSI, DORT, stress, rhinitis, sinusitis, among others) may occur, which will directly influence the health and well-being of the nursing worker.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/15970
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem - CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILA CASTRO NÓBREGA AGRA - TCC ENFERMAGEM CCBS 2017.pdfCamila Castro Nóbrega Agra - TCC Enfermagem CCBS 2017.1.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.