Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/16059
Title: Análise da depressão em octogenários de uma instituição de longa permanência para idosos.
Other Titles: Analysis of depression in octogenarians of a long-term care facility for the elderly.
???metadata.dc.creator???: VIANA , Maria do Carmo Guedes.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: QUEIROGA, Rodrigo Pinheiro Fernandes de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: VIEIRA, Gerlane Ângela da G. M.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MENEZES, Naianna Souza de.
Issue Date: 20-Oct-2016
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: VIANA, Maria do Carmo Guedes. Análise da depressão em octogenários de uma instituição de longa permanência para idosos. 2016. 48f. (Trabalho de Conclusão de Curso), Curso de Bacharelado em Enfermagem, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Campus Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: O número de pessoas com 60 anos ou mais vem crescendo mais rapidamente do que o de qualquer outra faixa etária. Segundo a Organização Mundial da Saúde, estima-se que, até 2025, 120 países terão alcançado taxas de fecundidade total abaixo do nível de reposição e, até lá, o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos. Dentro desse grupo, os denominados “mais idosos, muito idosos ou idosos em velhice avançada" (acima de 80 anos), também vem aumentando proporcionalmente e de maneira mais acelerada. Envelhecer é um processo natural que resulta em mudanças relacionadas à idade e acontece apesar do indivíduo desfrutar de uma boa qualidade de vida. Dentro dessas alterações, está a depressão, que é uma das patologias mais frequentes do idoso e considerada importante problema de saúde pública. Sendo assim, este estudo tem como objetivo analisar a prevalência da depressão no idoso octogenário e institucionalizado. Este trabalho se faz importante para analisar a situação dos idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência, bem como avaliar a prevalência da depressão entre idosos octogenários e o impacto desse problema no contexto da institucionalização. Trata-se de um estudo de natureza exploratória, descritiva e de abordagem quantitativa, realizado no Instituto de Longa Permanência para Idosos São Vicente de Paulo, localizado na cidade de Campina Grande - PB, no período de julho a maio de 2014. A população do estudo foi composta por 41 idosos com 80 anos ou mais, desses, foram selecionados 11 que responderam aos critérios de inclusão. Foram realizadas entrevistas com a aplicação de um questionário estruturado e da escala de depressão geriátrica abreviada. Os dados coletados compuseram um banco de dados que foi analisado pela estatística descritiva utilizando o programa Epi Info versão 3.5.2. Os resultados apontaram que apenas um idoso octogenário da amostra tinha indícios de depressão, o que corresponde a uma prevalência de 9,1%. A maioria dos idosos entrevistados foram do sexo feminino, de cor branca, solteiros, com ensino fundamental incompleto, que estão na instituição há mais de 2 anos e foram trazidos por terceiros, apresentaram faixa etária entre 80 a 89 anos e são independentes para as atividades da vida diária. São necessários novos estudos a respeito desta temática, uma vez que há uma grande necessidade de conhecer melhor os fatores que determinam o quadro depressivo, permitindo assim a identificação e consequentemente a intervenção precoce da depressão em idosos octogenários.
Abstract: The number of people aged 60 and over is growing faster than any other age group. According to the World Health Organization, it is estimated that up to 2025, 120 countries have fertility rates. Total below replacement level and, until then, Brazil will be sixth country in the world in number of elderly. Within this group, the so-called "older, very old or advanced age in the elderly" (above 80 years), also have increased proportionately and more rapidly. Aging is a natural process that results in age-related changes and is despite the individual enjoy a good quality of life. Within these changes, is depression, which is one of the most frequent pathologies of the elderly and considered an important public health problem. Thus, this study aims had analyzed the prevalence of depression in the elderly octogenarian and institutionalized. This works is important to analyze the situation of the elderly living in long-term institutions, and to evaluate the prevalence of depression among elderly octogenarians and impact of this problem in the context of institutionalization. This is a study exploraty, descriptive and quantitative approach, performed in the Long-Term Institute for elderly St. Vincent de Paul, located in the city of Campina Grande - PB, in the period from July to May 2014. The study population consisted of 41 elderly 80 years or more, of these, 11 were selected who answered the inclusion criteria. Interviews were conducted with application of a structured questionnaire and the Abbreviated Geriatric Depression Scale. The data collected made up a database by descriptive statistics using Epi Info version 3.5.2 program. The results show that only an elderly octogenarian sample had signs of depression, which corresponding to a prevalence of 9.1%. Most of the elderly respondents were female, white, single, with incomplete primary education for more than two years and were brought by third parties, had aged between 80-89 years and are independent for activities of daily life. Further research about the issue, since there is a need to better understand the factors that determine depressive symptoms, thus enabling the identification and thus early intervention of depression in elderly octogenarians.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/16059
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem - CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA DO CARMO GUEDES VIANA - TCC ENFERMAGEM CCBS 2016.pdfMaria do Carmo Guedes Maria do Carmo Guedes Viana - TCC Enfermagem CCBS 2016. 2.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.