Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1651
Title: Gestão do conhecimento no Ensino Superior Federal: caso UFERSA.
Other Titles: Knowledge management in Federal Higher Education: UFERSA case.
???metadata.dc.creator???: VASCONCELOS, Geisa Maria Rodrigues de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BARBOSA, Maria de Fátima Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LOBO, Rodolfo Jakov Saraiva.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LIRA, Waleska Silveira.
Keywords: Gestão do Conhecimento;Método OKA - Organizational Knowledge Assessment;Instituições Públicas;Universidade;Knowledge Management;OKA Method - Organizational Knowledge Assessment;Public Institutions;University
Issue Date: 16-Nov-2016
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: VASCONCELOS, Geisa Maria Rodrigues de. Gestão do conhecimento no Ensino Superior Federal: caso UFERSA. 2016. 197fl. - Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública – PROFIAP), Centro de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Federal de Campina Grande, Sousa/PB, Brasil, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: O passar das décadas acarretou mudanças não somente no modo de vida das pessoas, como também trouxe consequências para as organizações e seus modos de gestão. A atual era do conhecimento elegeu o compartilhamento de conhecimento e os ativos intangíveis dos indivíduos como a maior vantagem competitiva e fonte de valor das instituições. O serviço público não está a margem dessa tendência e reconhece na Gestão do Conhecimento o meio de agregar eficiência, eficácia e efetividade aos serviços oferecidos aos cidadãos. Em termos de adesão, o serviço público federal ainda é tímido e a adoção da Gestão do conhecimento prima por um bom diagnostico para sua adequada implementação e execução. Ciente dessa necessidade, este trabalho buscou verificar quais são as práticas de Gestão do Conhecimento adotadas pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido- UFERSA a partir da identificação em seu cotidiano operacional. Para tanto, situou-se a Gestão do Conhecimento no contexto das instituições públicas; expôs-se a situação no âmbito da universidade; apresentaram-se alguns dos modelos de diagnóstico e implementação apontados pela literatura e selecionou-se o Método OKA- Organizational Knowledge Assessment elaborado pelo Banco Mundial e aperfeiçoado para a Administração Pública Brasileira. A partir de uma versão reduzida do questionário original do método e do uso do software SysOKA, servidores dos quatro campi da universidade foram arguidos sobre sua percepção quanto a aplicação de práticas da GC nas atividades administrativas e na tomada de decisões. Identificou-se que a UFERSA tem o melhor e o pior desempenho para a Gestão do Conhecimento dentro do elemento de Sistemas, especificamente nas dimensões de Infraestrutura do Conhecimento e Programa de GC e que os elementos de Pessoas e Processos apresentam resultados em sua maioria Insatisfatórios com margem para melhorias. Constatou-se ainda que o cenário da GC na UFERSA não diverge muito da situação de outras organizações brasileiras: de uma forma geral existem indícios da presença de atividades de GC, todavia ainda necessitam de fomento, estímulo e inclusão na cultura institucional. Conclui-se que a Gestão do Conhecimento na UFERSA está presente em atividades difusas e não reconhecidas como tal e que existem obstáculos e pouco incentivo à criação e disseminação do conhecimento. Há desconhecimento quanto a ferramenta e seus benefícios, e o conhecimento ainda está retido nos servidores mais experientes. Contudo, há bastante campo para melhorias visto que os servidores são dispostos a colaborar com seus pares e legitimam a necessidade da circulação de informação e de conhecimento rotineiro e estratégico dentro da universidade.
Abstract: The passing of decades has entailed changes not only in people’s way of life, but has also brought consequences to the companies and their management arrangements. The current era of knowledge has elected the sharing of knowledge and the intangible assets of individuals as the biggest competitive advantage and as a value source of institutions. Public service is not on the margin of this trend and recognizes in the Knowledge Management the way of merge efficiency, efficacy and effectiveness with the services offered to citizens. In terms of adhesion, the federal public service is still timid and the adoption of Knowledge Management aims a good diagnosis for its appropriate implementation and execution. Aware of this need, this paper has pursued to verify which are the practices of Knowledge Management adopted by the Federal University of Semi-Árido – UFERSA from the identification in its operational routine. For this purpose, nowledge Management has been situated in the context of public institutions; the situation has been exposed in the university’s framework; there has been presented some of the diagnosis and implementation models pointed by literature and there has been selected the Method OKA – Organization Knowledge Assessment, elaborated by the World Bank and perfected to the Brazilian Public Administration. Starting from a reduced version of the original questionnaire of the method and use of software SysOKA, servers of the four campi of the university were questioned about their perception towards the application of KM in the administrative activities and in decision-making. There has been identified that UFERSA has the best and worst performance to Knowledge Management inside the element of Systems, specifically in the dimensions of Knowledge Infrastructure and KM Program and that the elements of People and Processes present results in its majority unsatisfactory with a margin for improvement. There has also been determined that the scenario of KM at UFERSA does not diverge a lot from the situation of other Brazilian companies: on the whole there are signs of the presence of KM activities, however they still need fostering, encouragement and inclusion at the institutional culture. It is concluded that the Knowledge Management at UFERSA is present in diffused and activities not recognized as such and there are obstacles and little incentive to the creation and dissemination of knowledge. There is unawareness as far as the tool and its benefits, and the knowledge is still retained in the more experienced servers. However, there is a lot of place for improvement since the servers are willing to collaborate with their peers and legitimate the need of circulation information and daily and strategic knowledge in the university.
Keywords: Gestão do Conhecimento
Método OKA - Organizational Knowledge Assessment
Instituições Públicas
Universidade
Knowledge Management
OKA Method - Organizational Knowledge Assessment
Public Institutions
University
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração Pública
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1651
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GEISA MARIA RODRIGUES DE VASCONCELOS - DISSERTAÇÃO (PROFIAP-CCJS) 2016.pdf7.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.