Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1900
Title: Carisma e instituição: relações de poder na Renovação Carismática Católica do Brasil.
Other Titles: Charism and institution: relations of power in the Catholic Charismatic Renewal of Brazil.
???metadata.dc.creator???: SOUSA, Ronaldo José de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SILVA, Magnólia Gibson Cabral da.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LEON, Adriano de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MOTTA, Roberto.
Keywords: Renovação Carismática Católica;Movimento Carismático Católico;Petencostalismo católico;Relações de poder - Catolicismo;Teologia da Libertação;Autonomia Carismática - catolicismo;Poder da Igreja Católica versus Renovação Carismática;Renovação carismática - conflitos;Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB;Relações de Poder - Renovação Carismática;Neocatolicismo no Brasil;Religião Católica;Catholic Pentecostalism in Brazil;Theology of Liberation;Catholic Charismatic Renovation;Power Relationships - Charismatic Renewal
Issue Date: 5-Apr-2004
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUSA, Ronaldo José de. Carisma e instituição: relações de poder na Renovação Carismática Católica do Brasil. 2004. 243f. (Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais) - Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2004.
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo apresenta uma análise do pentecostalismo católico no Brasil a partir do interior, ou seja, em suas relações de poder internas, no confronto com a hierarquia católica e, por extensão, com a Teologia da Libertação. O problema fundamental consiste em desvelar e interpretar o intricado universo de relações de poder em articulação no movimento. Parte-se do pressuposto de que a Renovação Carismática desenvolve uma espécie de autonomia sutil que lhe outorga dinamicidade e capacidade de expansão, em razão da introdução de elementos religiosos não tradicionais e do desenvolvimento de mecanismos de poder e de práticas que se contrapõem ao primado da hierarquia na Igreja Católica. Esses elementos são os dons carismáticos, que denotam uma possibilidade de contato com Deus sem intermediação sacerdotal. A autonomia carismática significa uma contestação à estrutura de poder da Igreja. Ela investe tanto contra o clero conservador quanto contra o progressista. A Renovação Carismática nunca obteve a adesão hegemônica da hierarquia católica brasileira, apesar de receber, desde cedo, o apoio formal do Vaticano. A classificação como "neoconservador" é atribuída ao movimento em referência direta ao catolicismo das CEBs. Trata-se, portanto, de uma interpretação de pesquisadores identificados com a chamada ala progressista da Igreja Católica brasileira. E é a partir dessa mesma visão, que o carismatismo é considerado como reação ao pentecostalismo protestante e à Teologia da Libertação. Tal classificação é inadequada e não se justifica quando confrontada com os fatos. A relação propriamente institucional entre a Renovação Carismática e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, tem sido marcada por tensões inerentes à relativa autonomia do movimento. A CNBB demorou mais de vinte anos para pronunciar-se oficialmente a respeito da RCC. porque tinha prioridades vinculadas ao projeto da Igreja Progressista. Quando enfim publicou o Documento 53, suscitou diversas críticas por causa da inconsistência do texto e de seu caráter essencialmente disciplinar. A índole do Documento reflete claramente o nível das relações de poder em articulação entre os dois segmentos.
Abstract: This study presents an internal analysis of the Catholic Pentecostalism in Brazil, that is, an analysis of its power relations with the Catholic hierarchy and, by extension, with the Theology of Liberation. The main difficulty found in this work was in terms of how revealing and interpreting the intricate universe of power relations existing in the movement. Our findings are based on the assumption that the Charismatic Renewal has developed a kind of subtle autonomy that gave it dynamism and the ability to expand, because of the introduction of non-traditional religious elements as well the development of power mechanisms and practices that oppose to the primacy of the Catholic Church hierarchy. These religious elements are the charismatic gifts that represent a possibility of contact with God without the intermediation of priests. The Charismatic autonomy represents a contestation to the structure of power in the Church. The said autonomy contests both the conservative and the progressive clergy. The Charismatic Renewal has never obtained a hegemonic adhesion of the Brazilian Catholic hierarchy, although it has received, from the beginning, the formal support from the Vatican. The classification of the movement as "neoconservative" is directly related to the Catholicism of the CEBs and is, therefore, an interpretation of researchers that are identified with the so-called progressive wing of the Brazilian Catholic Church. This same view considers charismaticism as a reaction to the protestant Pentecostalism and the Theology of Liberation. Such classification is inadequate and cannot be justified when compared to facts. As for the institutional relationship between the Charismatic Renewal and the National Conference of Bishops in Brazil, it has always been marked by tensions that are directly related to the autonomy of the movement. It took CNBB (National Conference of Bishops in Brazil) more than twenty years to give their formal opinion about RCC (Catholic Charismatic Renewal), because of other priorities concerning the projects of the Progressive Church. When, at last, the Conference of Bishops published the Document 53. critics claimed that the document showed text inconsistency and had a disciplinary approach, basically. This Document clearly reflects the level of power relations existing between the two segments of the church.
Keywords: Renovação Carismática Católica
Movimento Carismático Católico
Petencostalismo católico
Relações de poder - Catolicismo
Teologia da Libertação
Autonomia Carismática - catolicismo
Poder da Igreja Católica versus Renovação Carismática
Renovação carismática - conflitos
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB
Relações de Poder - Renovação Carismática
Neocatolicismo no Brasil
Religião Católica
Catholic Pentecostalism in Brazil
Theology of Liberation
Catholic Charismatic Renovation
Power Relationships - Charismatic Renewal
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Sociais.
Ciência das Religiões.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/1900
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RONALDO JOSÉ DE SOUSA - DISSERTAÇÃO PPGCS 2004..pdfRonaldo José de Sousa - Dissertação PPGCS 2004.55.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.