Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/20644
Title: O corpo divergente: uma análise da prática de autoescarificação em um adolescente.
Other Titles: The divergent body: an analysis of the practice of self-scarification in an adolescent.
???metadata.dc.creator???: SILVA, Nádia Vanessa Gonçalves da.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SALES JÚNIOR, Ronaldo Laurentino de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: PAULO, Maria de Assunção Lima.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Vanderlan Francisco da.
Keywords: Psicologia social;Autoescarificação;Corpo;Adolescência;Social psychology;Self-scarification;Body;Adolescence;Psicología social;Autoescarificación;Cuerpo;Adolescencia;La psychologie sociale;Auto-scarification;Corps;Adolescence
Issue Date: 6-Apr-2021
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SILVA, N. V. G. da. O corpo divergente: uma análise da prática de autoescarificação em um adolescente. 2021. 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Programa de Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2021.
???metadata.dc.description.resumo???: Esse trabalho tem a intenção de investigar sociologicamente a produção de significados em torno da prática de autoescarificação em um adolescente. Revisitando suas memórias e estabelecendo vínculos com seu presente, essa pesquisa busca elucidar os sentidos adotados na prática dos cortes e como essa resolução de corpo desviante que transcende a noção de preservação corporal denota a intensidade de um sujeito que inserido em um paradoxo transfere sua dor e angústia sobre a forma de escarificação. Os cortes nessa pesquisa são lidos como estratégias de sobrevivência e resistência, em que nosso depoente estabelece através do corte uma relação de controle e conexão consigo mesmo e com o mundo exterior, apesar de todos os estigmas e precariedade no processo de compreensão social, esse corpo que desvia de todas as normatizações sobrevive.
Abstract: This work intends to investigate sociologically the production of meanings around the practice of self-scarification in an adolescent. Revisiting his memories and establishing links with his present, this research seeks to elucidate the meanings adopted in the practice of cuts and how this deviant body resolution that transcends the notion of bodily preservation denotes the intensity of a subject who inserted in a paradox transfers his pain and anguish over the form of scarification. The cuts in this research are read as survival and resistance strategies, in which our interviewee establishes, through the cut, a relationship of control and connection with himself and with the outside world, despite all the stigmas and precariousness in the process of social understanding, this body that deviates from all norms survives.
Keywords: Psicologia social
Autoescarificação
Corpo
Adolescência
Social psychology
Self-scarification
Body
Adolescence
Psicología social
Autoescarificación
Cuerpo
Adolescencia
La psychologie sociale
Auto-scarification
Corps
Adolescence
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Sociais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/20644
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NÁDIA VANESSA GONÇALVES DA SILVA - DISSERTAÇÃO (PPGCS) 2021.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.