Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2077
Title: Aplicação de um modelo de vegetação potencial para a região Nordeste do Brasil.
Other Titles: Application of a potential vegetation model for the Northeast Region of Brazil.
???metadata.dc.creator???: NASCIMENTO, Robson de Sousa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BRITO, José Ivaldo Barbosa de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: BRAGA, Célia Campos.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LEITÃO, Mário de Miranda Vilas Boas Ramos.
Keywords: Vegetação Potencial;Modelo de Vegetação Potencial;Nordeste Brasileiro - Vegetação Potencial;Relação Clima Vegetação;Climatologia do Nordeste;Vegetação do Nordeste;Evapotranspiração;Desmatamento nos Modelos Climáticos;Modelo Rey;Potential Vegetation;Relation Vegetation Climate;Bioma Caatinga - Vegetação Potencial;Bioma Mata Atlântica - Vegetação Potencial
Issue Date: 29-Apr-2005
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: NASCIMENTO, Robson de Sousa. Aplicação de um modelo de vegetação potencial para a região Nordeste do Brasil. 2005. 74f. (Dissertação de Mestrado em Meteorologia), Programa de Pós-graduação em Meteorologia, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande – Paraíba – Brasil, 2004.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente trabalho aplica o modelo de Rey (1999) para calcular a vegetação potencial da região Nordeste do Brasil e, assim, saber se o modelo identifica os principais tipos de vegetação dessa região. O método utilizado para calcular a taxa de Evapotanspiração (ET) é baseado na equação de Penman-Monteith, o qual sugere que a vegetação (dossel) seja representada por uma enorme folha, o que implica em assumir que todas as folhas estão expostas às mesmas condições ambientais, embora não seja essa a condição real. O modelo também inclui parâmetros fixados, e as variáveis altura da vegetação e índice de área foliar (IAF). O valor inicial fixado para o IAF de 0,2, é usado para calcular a altura da vegetação, resistência aerodinâmica, resistência do dossel da vegetação e a taxa de ET. O IAF é aumentado sucessivamente de 0,1 e o processo é repetido para obter-se os valores de ET. Quando a ET anual exceder a reserva de água medida anualmente (precipitação anual menos o escoamento) o ciclo é interrompido, levando à ET definitiva, ao IAF e a altura da vegetação correspondente a esse valor de ET. Foram encontrados valores para a altura da vegetação potencial e IAF com restrições de capacidade de campo de 40, 100 e 300 mm, e, também, sem nenhuma restrição. De um modo geral, o modelo conseguiu reproduzir bem os biomas da região Nordeste do Brasil, principalmente a Caatinga e a Mata Atlântica.
Abstract: The present work applies Rey's model (1999) to calculate the potential vegetation of the Northeast of Brazil and, thus, to know if its model identifíes the biomes of this area. The method used to calculate the rate of Evapotranspiration (ET) it is based in the equation of Penman-Monteith, where ali the leaves are exposed to the same environmental conditions, although it is not the real condition, as well as include fixed parameters and the variables vegetation height and leaf area index (LAI). An initial value to LAI is 0,2, used to calculate the vegetation height, aerodynamic resistance, resistance canopy and, finally, the rate of ET. The LAI is increased successively of 0,1 and the process is repeated to get ET values. When annual ET exceeds the water reserves annually (annual precipitation minus the drainage) the cycle is interrupted, giving a definitive ETP, to LAI and vegetation height corresponding to that value of ET. Values were found for the vegetation height and LAI with restrictions of capacity of field of 40, 100 and 300 mm, as well as, without any restriction. In general, the model gave a good representation of the biomes of the Northeast of Brazil, mainly the Caatinga and Atlantic Forest.
Keywords: Vegetação Potencial
Modelo de Vegetação Potencial
Nordeste Brasileiro - Vegetação Potencial
Relação Clima Vegetação
Climatologia do Nordeste
Vegetação do Nordeste
Evapotranspiração
Desmatamento nos Modelos Climáticos
Modelo Rey
Potential Vegetation
Relation Vegetation Climate
Bioma Caatinga - Vegetação Potencial
Bioma Mata Atlântica - Vegetação Potencial
???metadata.dc.subject.cnpq???: Meteorologia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2077
Appears in Collections:Mestrado em Meteorologia.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROBSON DE SOUZA NASCIMENTO - DISSERTAÇÃO PPGMet 2005..pdfRobson de Sousa Nascimento - Disertação PPGMet 2005.10.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.