Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2376
Title: Propriedades termofísicas de sementes de frutas tropicais.
Other Titles: Thermophysical properties of tropical fruit seeds.
???metadata.dc.creator???: GAMA, Marcos José de Almeida.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: MATA, Mário Eduardo Rangel Moreira Cavalcanti.
???metadata.dc.contributor.advisor2???: DUARTE, Maria Elita Martins.
???metadata.dc.contributor.referee1???: QUEIROZ, Alexandre José de Melo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: GOMES, Josivanda Palmeira.
???metadata.dc.contributor.referee3???: ARAGÃO, Renato Fonseca.
???metadata.dc.contributor.referee4???: SILVA, Vimario Simoes.
Keywords: Spondias lutea.;Anona muricata.;Tamarindus indica.;Spondias tuberosa.;Sphericity.;Volume and Porosity.;volume and porosity;Esfericidade.;Volume e Porosidade.
Issue Date: 22-Nov-2011
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: GAMA, Marcos José de Almeida. Propriedades termofísicas de sementes de frutas tropicais. 2011. 246 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Processos) – Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciências e Tecnologia, Campina Grande-PB, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: As propriedades físicas das sementes são influenciadas pelo teor de água. O trabalho apresentado neste capítulo avalia o efeito da variação do teor de água na esfericidade, no volume e na porosidade das sementes de cajá, graviola, tamarindo e umbu e ajusta os valores experimentais por diferentes modelos matemáticos. Analisa-se as metodologias para a determinação da esfericidade, volume e porosidade. A esfericidade e o volume foram obtidos por meio da medição dos três eixos ortogonais. A contração volumétrica unitária das sementes foi determinada pela relação entre o volume em cada teor de água e o volume inicial. A porosidade da massa de sementes foi determinada utilizando-se um picnômetro de comparação a ar. Concluiu-se que a variação no teor de água influencia na esfericidade, no volume e na porosidade das sementes de cajá, graviola, tamarindo e umbu. Por análise de regressão foram obtidos modelos matemáticos que representam adequadamente os dados experimentais das propriedades físicas em função do teor de água.
Keywords: Spondias lutea.
Anona muricata.
Tamarindus indica.
Spondias tuberosa.
Sphericity.
Volume and Porosity.
volume and porosity
Esfericidade.
Volume e Porosidade.
???metadata.dc.subject.cnpq???: Engenharia de Processos.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2376
Appears in Collections:Doutorado em Engenharia de Processos.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCOS JOSÉ DE ALMEIDA GAMA - TESE PPGEP 2011.pdf3.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.