Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2401
Title: Agir docente no ensino dos gêneros orais: cenas de formação e de atuação em sala de aula.
???metadata.dc.creator???: GONÇALVES, Evany da Silva.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ALVES, Maria de Fátima.
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: RIBEIRO, Roziane Marinho.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SILVA , Regina Celi Mendes Pereira da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: RAFAEL, Edmilson Luiz.
???metadata.dc.contributor.referee3???: RAMOS, Fabiana.
Keywords: Gêneros orais;Cenas de formação;Atuação em sala de aula;Ensino de língua oral;Agir docente;Oral genres;Training Scenes;Classroom acting;Teaching oral language;Act teacher
Issue Date: Jul-2016
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: GONÇALVES, E. da S. Agir docente no ensino dos gêneros orais: cenas de formação e de atuação em sala de aula. 2016. 155 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Ensino) – Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2016.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente estudo, tomando como temática central o agir docente no ensino do oral, teve por objetivo geral investigar o agir de duas professoras em situações de planejamento e de ensino do oral, estabelecendo relações com o curso de formação continuada desenvolvido no percurso da pesquisa. Como norte do processo de investigação, foram elaborados os seguintes objetivos específicos: a) analisar a configuração do agir prescritivo no planejamento das professoras voltada para o ensino do oral, b) identificar a concepção de ensino do oral das docentes e suas implicações na configuração do seu agir realizado em situações de ensino e c) discutir de que maneira o agir realizado é reconfigurado no ato de ensino frente às instruções de um curso de formação continuada intitulado Debatendo o oral no espaço escolar: reflexões e sugestões. Situado nas discussões da Linguística Aplicada, o estudo fundamenta-se nas contribuições teóricas do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), no agir docente (BRONCKART, 2006; 2008, 2012, 2013; MACHADO, 2006, SCHNEUWLY & DOLZ, 2004) e nas pesquisas sobre o ensino dos gêneros textuais orais no espaço escolar (ARAÚJO & SILVA, 2013; BENTES, 2010; 2011; FÁVERO, ANDRADE & AQUINO, 2011; PEREIRA, 2011; MAGALHÃES, 2007; BARROS-MENDES, 2005; MARCUSCHI & DIONÍSIO, 2005; MARCUSCHI, 1997). A pesquisa caracteriza-se como de natureza qualitativa, de caráter colaborativo, desenvolvido a partir das observações, colaborações e registros dos dados gerados e coletados no campo de estudo. Foram utilizados como instrumentos metodológicos a observação participante, o diário de campo, o estudo documental e as gravações em vídeo. O corpus foi constituído a partir de três momentos da pesquisa (observação da prática docente, curso de formação continuada e atuação da prática de ensino), e é composto por três documentos prescritos elaborados pelas duas docentes e sete gravações em vídeo. As análises dos dados coletados ao longo da pesquisa apontam para um agir prescrito regulado por normas pré-estabelecidas pela gestão da instituição escolar, configurando-se ora em roteiros de aulas, ora em sequências didáticas. Em suas prescrições foi possível observar uma sequência de ações que fazem referência aos gêneros orais, limitando-se, contudo, a apresentações de conteúdos escolares e, por vezes, restringindo-se unicamente ao conteúdo temático. Identificamos duas concepções de oral recorrentes nas falas e práticas de ensino das professoras pesquisadas: a concepção espontaneista no uso da fala, marcada pela prática improvisada nos jogos de perguntas e respostas e na exposição oral em público, e a concepção oralização da escrita, recorrente nas leituras em voz alta e correções de atividades escritas oralmente. Por fim, percebemos algumas tímidas reconfigurações na prática de ensino do oral. Destacamos a presença dos gêneros textuais orais nas aulas das docentes e a configuração de um agir mais contextualizado e contínuo no processo de ensino da língua oral.
Abstract: This study had as its central theme the teaching practice in teaching orality, and its main objective was to investigate how teachers act when planning and teaching orality, establishing relations with the process of continued education developed during the research. The specific objectives were: a) to analyze the configuration of the prescriptive act in teaching orality plannings; b) To identify the teachers’ concept of teaching orality and its implications to their attitudes in classroom; c) To discuss in what ways the teacher’s acts are reshaped when facing the instructions of the continued education course entitled “Debating Orality in School”. Following Applied Linguistics discussions, the research is based on the theoretical contributions of Socio-Discursive Interactionism (SDI) on teaching act (BRONCKART, 2006, 2008, 2012, 2013; MACHADO, 2006; SCHNEUWLY and DOLZ, 2004) and on researches on teaching oral genres in school (ARAUJO and SILVA, 2013; BENTES, 2010, 2011; FAVERO, ANDRADE and AQUINO, 2011; PEREIRA, 2011; MAGALHÃES, 2007; BARROS-MENDES, 2005; MARCUSCHI and DIONISIO, 2005; MARCUSCHI 1997). This is a qualitative and collaborative research, developed from observation, collaboration and records of the data collected in the study field. As methodological tools we used participant observations, field journal, documental study and video records. The Corpus was constructed from the observation of the teaching practice, the continued education course and the performance of the teaching practice; and is composed of three prescriptive documents prepared by the teachers, a chart and seven video records. The data analyses suggested a prescribed act ruled by the school’s pre-established norms, being sometimes scripts, and sometimes, didactic sequences. On the teachers’ prescriptions it was possible to observe a sequence of actions related to oral genres; however, they were limited to the presentation of school contents and thematic content. Two recurrent concepts of orality were found in the teachers’ speech and practices: the “spontaneous” concept in the use of speech, marked by improvised practice during questions and answers and during the oral exposition in public; and the “writing oralization” concept, recurrent during reading out loud activities and oral corrections of writing activities. Finally, some timid reconfigurations in the practice of teaching orality were observed. We highlight the presence of oral genres in the classes of the participant teachers and the configuration of a more contextualized and continuous practice in the process of teaching orality.
Keywords: Gêneros orais
Cenas de formação
Atuação em sala de aula
Ensino de língua oral
Agir docente
Oral genres
Training Scenes
Classroom acting
Teaching oral language
Act teacher
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ensino-Aprendizagem
Educação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2401
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EVANY DA SILVA GONÇALVES – DISSERTAÇÃO (PPGLE) 2016.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.