Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2432
Title: A diversidade na escola: concepções e práticas docentes.
???metadata.dc.creator???: SOUSA, Mirtes Aparecida Almeida.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SALUSTIANO, Dorivaldo Alves.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LEAL, Fernanda de Lourdes Almeida.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ONOFRE, Eduardo Gomes.
Keywords: Diversidade.;Diferença.;Concepções docentes;Ensino fundamental;Diversity;Difference;Teaching conceptions;Elementary school;Escola e diversidade;Massaranduba - PB - Diversidade e educação;Igualdade e diferença;Desigualdade;Identidade;Interculturalismo;Multiculturalismo crítico;Diversidade sincrética;Diversidade celebratória;Diversidade crítica;Docentes - ensino fundamental;Professores e diversidade;Educação e tolerância;Formação docente;Ação pedagógica;Education and tolerance;Critical multiculturalism;Equality and difference
Issue Date: 1-Oct-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUSA, M. A. A. A diversidade na escola: concepções e práticas docentes. 2018. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo teve como objetivo central investigar as concepções e práticas de diversidade expressas por quatro docentes que lecionam do 2º ao 5º anos do ensino fundamental de uma escola pública municipal de Massaranduba-PB. A diversidade, enquanto temática de estudo, é relativamente recente na área de Educação. Ganhou mais importância a partir do momento que os sujeitos diversos (ARROYO, 2014) começaram a se organizar em movimentos sociais em busca de visibilidade e do reconhecimento dos seus direitos sociais. A compreensão da diversidade é complexa e envolve questões políticas, sociais, econômicas, culturais, educacionais, entre outros aspectos, constituindo-se objeto de estudo em diversos contextos nacionais e internacionais (ABRAMOWICZ, RODRIGUES, CRUZ, 2011; ARROYO, 2008, 2014; BARROS, 2016; BRASIL, 2001; CANEN, 2011; GOMES, 2007, 2012; MOEHLECKE, 2009; MOREIRA, CANDAU, 2007; PIERUCCI, 2013; SILVA, 2003). Enquanto categoria teórica, o termo diversidade representa diferentes significados conforme seja articulada às noções de igualdade, diferença, desigualdade e identidade. Mediante uma revisão bibliográfica de estudos orientados pelas perspectivas do interculturalismo e do multiculturalismo crítico, estabelecemos três concepções de diversidade (sincrética, celebratória e crítica) que foram empregadas como referencial para análise dos dados, tendo em vista os objetivos da pesquisa. A investigação buscou responder a seguinte questão-problema: como as concepções de professoras dos anos iniciais do ensino fundamental acerca da diversidade influenciam sua prática pedagógica em sala de aula? Para tanto, realizamos uma pesquisa de campo de abordagem qualitativa (MINAYO, 1998) por intermédio de uma revisão de literatura sobre a temática, aplicação de questionários semiabertos, realização de entrevistas semiestruturadas e observações de práticas pedagógicas em sala de aula. Os dados foram analisados e interpretados como base na análise de conteúdo (BARDIN, 2009). Os dados evidenciaram que 1) a diversidade é um tema importante para as professoras por ser fonte de múltiplos saberes e impor desafios ao desenvolvimento de novas práticas pedagógicas e perspectivas curriculares, sobretudo as decorrentes de conquistas/exigências legais; 2) a diversidade dos alunos também foi vista como motivadora de conflitos e bullying, dificultando a organização da ação pedagógica e causando prejuízo para aprendizagem, fato que fez as professoras enfatizarem atitudes de apaziguamento, respeito e tolerância, em detrimento da discussão das relações de poder que marcam esses conflitos; 3) o entendimento conceitual das professoras sobre a diversidade é geralmente muito superficial, prevalecendo o foco na dimensão empírica, associada ao que é visível de forma mais imediata, como as características físicas dos alunos. Trata-se de um tema de estudo recente, baseado em formações continuadas e jornadas pedagógicas, visto que não foi objeto de estudo da formação inicial. Concluímos que as concepções e as práticas pedagógicas das docentes expressam, majoritariamente, uma concepção celebratória de diversidade, caracterizada pelo apelo à tolerância, ao respeito e à vivência pacífica entre os diferentes sujeitos, distanciando-se de uma concepção crítica, que evidencia como as condições socioeconômicas, políticas e culturais convertem as diferenças individuais e coletivas em relações de poder, desigualdades, invisibilidade e injustiça. A investigação contribui com novas perspectivas de estudo sobre o tema no contexto da prática pedagógica, ao dar voz a docentes que lidam com os desafios de compreender e abordar a diversidade no cotidiano da sala de aula. Ressalta-se a necessidade de promover uma formação docente que capacite estes profissionais a compreender e lidar com a diversidade de forma crítica, levando em consideração os desafios e possibilidades próprios do ensino fundamental na sociedade contemporânea.
Abstract: This study aimed mainly to investigate the conceptions and practices of diversity expressed by four teachers who teach from the 2nd to 5th grades of elementary school in a municipal public school in Massaranduba-PB. Diversity, as a study topic, is relatively recent in the area of Education. It gained more importance once the diverse subjects (ARROYO, 2014) began to organize themselves into social movements in search of visibility and recognition of their social rights. The understanding of diversity is complex and involves political, social, economic, cultural, educational, among other aspects, being an object of study in diverse national and international contexts (ABRAMOWICZ, RODRIGUES, CRUZ, 2011; ARROYO, 2008, 2014; BARROS, 2016; BRASIL, 2001; CANEN, 2011; GOMES, 2007, 2012; MOEHLECKE, 2009; MOREIRA, CANDAU, 2007; PIERUCCI, 2013; SILVA, 2003). As a theoretical category, the term diversity represents different meanings as it is articulated to the notions of equality, difference, inequality and identity. Through a bibliographical review of studies oriented by the perspectives of interculturalism and critical multiculturalism, we established three conceptions of diversity (syncretic, celebratory and critical) that were used as reference for data analysis, in view of the research objectives. The research sought to answer the following problem question: how do the teachers' conceptions of the initial years of elementary school about diversity influence their pedagogical practice in the classroom? To do so, we conducted a qualitative field research (MINAYO, 1998) through a literature review on the subject, application of semi-open questionnaires, semi-structured interviews and observations of pedagogical practices in the classroom. The data was analyzed and interpreted as a basis in the content analysis (BARDIN, 2009). The data showed that 1) diversity is an important theme for teachers because it is a source of multiple knowledge and imposes challenges to the development of new pedagogical practices and curricular perspectives, especially those resulting from legal achievements/demands; 2) the diversity of students was also seen as a motivator of conflicts and bullying, hindering the organization of pedagogical action and causing prejudice to learning, a fact that made the teachers emphasize attitudes of appeasement, respect and tolerance, to the detriment of the discussion of power relations that mark these conflicts; 3) the teachers' conceptual understanding of diversity is generally very superficial, with a focus on the empirical dimension, associated with what is more immediately visible, such as the physical characteristics of the students. It is a subject of a recent study, based on continuous training and pedagogical journeys, since it was not the object of study of the initial training. We conclude that teachers' conceptions and pedagogical practices express, largely, a celebratory conception of diversity characterized by the call for tolerance, respect and peaceful living among the different subjects, distancing itself from a critical conception that shows how the socioeconomic, political, and cultural conditions translate individual and collective differences into power relations, inequalities, invisibility and injustice. The research contributes with new perspectives of a study on the subject in the context of pedagogical practice, giving a voice to teachers who deal with the challenges of understanding and approaching diversity in the classroom everyday. The need to promote a teacher education that enables these professionals to understand and deal with diversity critically is highlighted, taking into account the challenges and possibilities of elementary education in contemporary society.
Keywords: Diversidade.
Diferença.
Concepções docentes
Ensino fundamental
Diversity
Difference
Teaching conceptions
Elementary school
Escola e diversidade
Massaranduba - PB - Diversidade e educação
Igualdade e diferença
Desigualdade
Identidade
Interculturalismo
Multiculturalismo crítico
Diversidade sincrética
Diversidade celebratória
Diversidade crítica
Docentes - ensino fundamental
Professores e diversidade
Educação e tolerância
Formação docente
Ação pedagógica
Education and tolerance
Critical multiculturalism
Equality and difference
???metadata.dc.subject.cnpq???: Educação
Sociologia da Educação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2432
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MIRTES APARECIDA ALMEIDA SOUSA - DISSERTAÇÃO PPGED 2018.pdfMirtes Aparecida de Almeida Sousa - Dissertação PPGED 2018.2.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.