Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/25124
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creator.IDRODRIGUES, L. M.pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0132902550115785pt_BR
dc.contributor.advisor1RIBEIRO, George do Nascimento.-
dc.contributor.advisor1IDRIBEIRO, G. N.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4583024225973273pt_BR
dc.contributor.advisor-co1ALCÂNTARA, Hugo Morais de.-
dc.contributor.advisor-co1IDALCÂNTARA, H. M.pt_BR
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5001094186593528pt_BR
dc.contributor.referee1MEDEIROS, Paulo da Costa.-
dc.contributor.referee2FRANCISCO, Paulo Roberto Megna.-
dc.description.resumoO desastre é tratado como resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem. Os números de desastres naturais vêm crescendo cada vez mais no território brasileiro, sendo em sua maioria provocado pela falta ou excesso de água. A região Nordeste é a mais afetada por esta problemática e no Estado da Paraíba nota-se a ocorrência de estiagens, secas, inundações, erosão marinha e vendavais. Esses eventos naturais, comuns ao Estado, passaram a causar danos à população paraibana, na medida em que haja registros confirmados. Com base nesta situação o presente trabalho objetivou avaliar registros de desastres e danos relativos às ocorrências em arquivos e banco de dados do Ministério do Desenvolvimento Regional, no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres e no Ministério da Integração Nacional e Secretaria Nacional de Defesa Civil, para o Estado da Paraíba no período 2011 a 2020. Os principais tipos de desastres identificados foram inundações, estiagens e erosões marinhas. No período 2011 a 2020, 14.732.491 pessoas da Paraíba foram impactadas pela estiagem. Entres os anos de 2010 a 2020, foram observados 84 casos de inundações. Ao longo de 10 anos foram registradas duas ocorrências de erosão marinha, uma em 2014 e outra em 2016. Durante o período estudado não houve ocorrência de vendaval e ciclone. Durante o período analisado, conclui-se que o desastre natural mais presente é o da seca e estiagem, isto é, devido a área de estudo estar localizada em região semiárida. Quanto aos danos provocados, todos os três fenômenos que tiveram ocorrências trouxeram prejuízos financeiros para a população, sendo o de erosão marinha, o que teve a quantidade maior de pessoas impactadas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSApt_BR
dc.publisher.programMESTRADO PROFISSIONAL EM REDE NACIONAL EM GESTÃO E REGULAÇÃO DE RECURSOS HÍDRICOSpt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.subject.cnpqRecursos hídricospt_BR
dc.titleAvaliação dos desastres naturais no Estado da Paraíba entre 2010 e 2020.pt_BR
dc.date.issued2022-04-11-
dc.description.abstractDisaster is treated as a result of adverse events, natural or man-made. The numbers of natural disasters have been growing more and more in the Brazilian territory, being mostly caused by the lack or excess of water. The Northeast region is the most affected by this problem and in the State of Paraíba there are droughts, droughts, floods, marine erosion and windstorms. These natural events, common to the State, started to cause damage to the population of Paraíba, insofar as there are confirmed records. Based on this situation, the present work aimed to evaluate records of disasters and damages related to occurrences in files and database of the Ministry of Regional Development, in the Integrated System of Information on Disasters and in the Ministry of National Integration and National Secretariat of Civil Defense, to the State of Paraíba from 2011 to 2020. The main types of disasters identified were floods, droughts and marine erosion. From 2011 to 2020, 14,732,491 people in Paraíba were impacted by the drought. Between the years 2010 to 2020, 84 cases of flooding were observed. Over 10 years, two occurrences of marine erosion were recorded, one in 2014 and the other in 2016. During the period studied, there was no occurrence of windstorm or cyclone. During the analyzed period, it is concluded that the most present natural disaster is the drought and drought, that is, due to the study area being located in a semi-arid region with a specific climate. As for the damage caused, all three phenomena that occurred brought financial losses to the population, being that of marine erosion, which had the largest number of people impacted.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/25124-
dc.date.accessioned2022-05-12T20:01:37Z-
dc.date.available2022-05-12-
dc.date.available2022-05-12T20:01:37Z-
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subjectDesastres naturais - Paraíbapt_BR
dc.subjectEstado da Paraíba - desastres naturaispt_BR
dc.subjectCatástrofes naturaispt_BR
dc.subjectErosão marinhapt_BR
dc.subjectSecapt_BR
dc.subjectInundaçõespt_BR
dc.subjectGestão de riscospt_BR
dc.subjectVendavalpt_BR
dc.subjectCiclonept_BR
dc.subjectNatural disasterspt_BR
dc.subjectMarine erosionpt_BR
dc.subjectFloodspt_BR
dc.subjectDrypt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorRODRIGUES, Layane Moura-
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeAssessment of natural disasters in the State of Paraíba (Brazil) between 2010 and 2020.pt_BR
dc.identifier.citationRODRIGUES, Layane Moura. Avaliação dos desastres naturais no Estado da Paraíba entre 2010 e 2020. 75f. 2022. (Dissertação), Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Universidade Federal de Campina Grande – Campus de Sumé – Paraíba, Brasil, 2022. Disponível em: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/25124pt_BR
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LAYANE MOURA RODRIGUES - DISSERTAÇÃO PROFAGUA CDSA 2022.pdfLayane Moura Rodrigues - Dissertação Profagua CDSA 20223.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.